Caminho pelas Estrelas

domingo, 14 de novembro de 2021

 


Poema: O CORPO MEU

Autor: Odenir Ferro

 

No meu corpo, vibrou todo seu Eu,

No hálito doce e quente do seu ar

Deixando os pelos meus arrepiados

Com meus olhos cheios arregalados!

 

A cabeça nos pensamentos dando voltas

Remoendo mil segredos os sentimentos.

A boca sim, salivando nossos desejos!

Por querer somente te beijar, beijar!

 

Foram-se os braços meus, estremecendo

O amor recebendo impulsos das emoções

Vindas descompassadas. Doces ilusões,

Vividas no coração meu, querendo amar

 

Sim! Minhas pernas ficaram bamboleando!

Dentro do algodão crua da calça tremendo

Os olhos meus querendo nos teus, reencontrar-se!

A minha boca, muito, muito, querendo ir beijar-te!

Os braços meus, sim, desejando ir acariciar-te!

Quando o corpo meu, todo, desejou te Amar!

 

 

Nenhum comentário: