Caminho pelas Estrelas Follow by Email

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Tema: O AMOR, Título do Artigo: O AMOR É A CONJUNÇÃO COM O INFINITO E AS ESTRELAS Autor: Odenir Ferro

Boa noite! Estou publicando no meu blogger,
este agradável e-mail recebido, referente ao Varal do Brasil,
indicando a Revista Literária
Varal do Brasil de Fevereiro/2013,
cujo TEMA: O AMOR
eu estou participando nas páginas 92 e 93,
com o Artigo: O AMOR É A CONJUNÇÃO COM O INFINITO E AS ESTRELAS
Autor: Odenir Ferro
Atenciosamente,
Gde. abraço,
Excelente semana a todos.
Para a leitura, por favor,
Acessem o endereço:
Obrigado!
Odenir Ferro
Escritor, Poeta,
Embaixador Universal da Paz 


 
 


 


 

Tema: O AMOR
 
Título do Artigo: O AMOR É A CONJUÃO COM O INFINITO E AS ESTRELAS
Autor: Odenir Ferro

O Autor é Escritor, Poeta, Embaixador Universal da Paz! Título Concedido pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix Suisse/France.

Autor de vários livros, dentre eles o atual, Às Meninas que sonham (Pétalas d'água) publicado pela


Para aquisição exemplares dos livros: acessem: http://www.livrariacultura.com.br , pesquisando

Odenir Ferro


Por quantos bem fadados e encantados atinos? Atuados nas almas! Protagonizantes dos mais sublimes sentimentos, e que se intercalam, e se relacionam - dentro desta extensa rede tão subjetiva - e, que muito embora sendo real, é totalmente tangível e saliente:

- E que se nos desnuda! Por entre todos os poros do corpo. Fazendo latejar a alma, por emoções replenas: de tão puros ou explosivos desejos!

- Senão, que não seja este inusitado sentimento, que denominamos de amor?!

Através de quantos e quantos, poemas líricos:

- E que se entonam, com os melódicos sons? Extraídos das musicalidades geradas pelas liras e as harpas celestiais - através das quais, poderemos, talvez, nos aventurar? Por estes caminhos insólitos de tão inusitados que são, - dentro destas tão encantadoras magias que se nos fazem presentes:

- Até, por palpitarmo-nos em intensas vibrações?! Enquando vamos nos deparando - frente a frente - com as abrasivas forças, que nascem e se mantêm, dentro das vibrações esplendorosas:

- Deste tão intenso, e significativo sentimento, que denominamos de amor?!

Eu, ardentemente desejo e quero poder diferenciar-me - dentro desta igualdade de comunicação tão comum entre nós todos: para construir dentro de mim, importantes dons! Para sentir a liberdade de criação, - ao ir escrevendo -, quase que intuitivamente, - sobre estas memórias emocionais que guardo e resguardo, dentro de cada nervura vibrante do meu ser. Desejo poder persistir nesta avassaladora ansiedade, que me preenche por inteiro. Quando posso sentir que devo repartir-me - através destes diálogos amorosos - formando densamente, uma aura composta por toda uma ternura inquebrantável que se exala do meu corpo. Partindo-se do interior mais profundo da minha alma: para vir despojar-se em torno e por fora de mim, indo estender-se - como se um fino lençol de linho branco fosse, ou como se fosse algum invisível líquido, fluindo das minhas mãos; para exalar-se de mim e em torno de mim, indo aos encontros dos anseios da humanidade inteira! Transcendendo-se, através deste exótico perfume aromático, que se desprende como se fosse uma seiva quase impossível de diagnosticar-se as suas origens: muito embora eu saiba que as suas dimensões, são os lapidados mais finíssimos e transparentes - transcendentes e translúcidos - deste diamante exuberante, que denominamos de amor. Inesgotável amor, que vem até nós, como se fosse pétalas líquidas de fios de ouro e de prata. Impregnando-nos, por aromados sentimentos: que deixamos transcendê-los, através dos nossas mais abrasivas e ininterruptas emoções expansivas; que deixamo-nas fluírem e vazarem-se, de dentro do mais profundo interior augúrio, das entranhas da nossa alma.

O amor é este sentimento, feito de pura ternura e poesia. Por aonde, - através desta ótica vibracional existencial, - podemos modesta e infimamente, - tentarmos desvendá-lo ou o vivenciarmo-nos; dentro destas magias, que se compõem de inusitadas e intensas belezas: geradas, através das composições mais elegantes e belas, patentes nas essencialidades, do nosso dia a dia. Tudo simultaneamente acontecendo, enquanto vamos caminhando pela vida, simplesmente amando.

O amor é a conjunção com o infinito e as estrelas - conquanto formos deleitando-nos no éter deste puro estado sublime sabor de graça. Aonde vamos conciliando-nos - através das nossas razões, desejosas de o conjugarem em vão, atrevendo-se no querer entendê-lo, através de todas as suas traquinagens. Impostas por ele, nos entrelaçamentos feitos de diálogos extensos, ou de cenas mudas. Ao expô-lo por dentro e por fora de nós, através das nossas convulsivas emoções. Enquanto vamos caminhando pelo viver afora, norteando ou desnorteando-nos: através destes sôfregos experimentos que ele nos dá. Fazendo com que nos elevemos, aos estados mais sublimes da perfeição e da graça. Ou então, que nos derrotemos e nos aprofundemos num posso sem fim:

- Mediante ao estado da desgraça!

O amor pode ser ágil, ou então, parecer-se-nos sem aparentar nenhuma pressa. Viajando pelos círculos de nós, apenas atravessando esta luminescência encantada! Na qual, vamos vivenciando-o - momento a momento, - em cada segundo que respirarmos este encantado e embriagante éter! Sobrevindo da essencialidade eterna - que compõe-se, nestas composições alquimistas, deste mágico sentimento:

- Sentimento mágico, - que o denominamos, de amor!

A vida, e o viver em si, vão preenchendo as lacunas deixadas pelos nossos vazios existenciais. Quando inexplicavelmente, deparamo-nos com este sentimento encantador, que é o amor. Sentimento este, que então, preenche-nos de luz, desfazendo todas as lacunas mais enfadonhas que se estendem de dentro do nosso vazio interior: e que às vezes, até arrasta-nos pela vida, como se o viver em si, fosse um pesado e enfadonho fardo sem brilho e sem luz. Os estados sublimes da perfeição, sobrevindos do amor, transmuta-nos em pura energia viva. Libertando-nos destes enfadonhos malefícios, que tantas vezes ocorrem dentro dos ostracismos mais comuns, na rotina do nosso viver.

O amor não compõe-se de trevas! O amor é a essência mais divinal, que se irradia e se projeta através da luz eterna, que se emana de todas as almas. O amor é este estado vibracional que vai incendiando-nos por dentro e por fora. Percorrendo com elegância, todas as abrangências mais intensas da nossa ânsia de querer demonstrarmo-nos, perante às alegorias que se desprendem das abstrativas líricas essenciais, do perfumado éter que se esvai - constante e eternamente - do indescifrável olor amoroso e poético que se derrama das mãos do deus Eros e da deusa Afrodite, caindo dentro da nossa consciência: transformando-nos em sábios e fiéis seres humanos! De tão encantados ficamos, - com as transcendencias transparentes das belezas - quase etéreas, - muito embora possamos até, tocá-las! Compreendendo miraculosamente, a divinal essência da pureza coerente, vinda das mãos invisíveis das nossas emoções. Ao tangenciarmos estas ricas experiências que adquirimos e impregnamos no livro etéreo da nossa alma! Ao caminharmos pela vida, dentro das vibrações misteriosas, que se aconchegam até nós. Através deste - eloquente, embora dinâmico, - estado indefinível, indescifrável, que denominamos de amor!

O amor vibra-se permanentemente - entre as mágicas constâncias e as inconstâncias - entremeadas pelos fios invisíveis, que entrelaçam-se entre os nossos corpos, adjuntos agindo, em conjunto às nossas almas! Perfazendo-se assim, o dom milagroso das nossas existências: partindo deste grandioso mistério, que se faz com que vibremos a vida; através destas ondas sonoras replenas de luzes - que deixam-nos livres, para vivenciarmos todos os teores mais saborosos da nossa existência.

Enquanto formos vivendo - por estes caminhos tão repletos de vida - reverenciando, crendo e sublimando, os poderes vindos e sobrevindos da Luz! Depositando a nossa fé, nas forças poéticas, extraídas dos vaporosos contrastes exalados destas radiâncias, - derramadas pelo misterioso continuum vitae, - que é a realidade constante nas páginas escritas pelo Poder da Eternidade!
 

 




Tema: O AMOR
Título do Artigo: O AMOR É A CONJUÃO COM O INFINITO E AS ESTRELAS

Autor: Odenir Ferro

L'auteur est un écrivain, poète, ambassadeur de la paix universelle! Titre décerné par le Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix Suisse / France.
Auteur de plusieurs livres, y compris l'actuel, qui rêvent Girls At (eau Pétales) publié par
http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=732&idProduto=756
Pour acheter des exemplaires des livres: l'accès: http://www.livrariacultura.com.br , la recherche
Ferro Odenir
Pour savoir comment bien tenu et enchanté atinos? Actionnés âmes! Protagonizantes plus haute des sentiments, et qui entrelacement, et concernent - au sein de ce vaste réseau que subjectifs - et que tout en étant très réel, et est complètement en saillie tangible:
- Et c'est la bande! Au milieu de tous les pores du corps. Faire l'âme palpitante, replenas émotions: des explosifs ou des désirs si purs!
- Dans le cas contraire, il n'est pas rare ce sentiment qu'on appelle l'amour?
Par combien et comment, paroles:
- Et qui entonnent, avec les sons mélodieux? Extrait de musicalité générée par lyres et des harpes du ciel - par lesquels nous pouvons, peut-être, dans l'entreprise? Pour ces manières inhabituelles qui sont tellement inhabituel - comme des crises d'enchanteurs dans lesquels nous sommes présents:
- Donc, pour nous, des vibrations intenses palpitarmo! Alors que nous ne cessons de travers - face à face - avec les forces abrasives, qui sont nés et restent dans les vibrations splendides:
- Ce sentiment si intense et significative, nous appelons l'amour!
Je désire ardemment et que vous voulez me différencier - l'égalité au sein de cette communication afin commun entre nous tous: construire l'intérieur de moi, les dons importants! Pour sentir la liberté de création, - aller à l'écriture - presque intuitivement - sur ces souvenirs émotionnels que je chéris et de garder au sein de chaque veine vivante de mon être. Souhaite que je pourrais poursuivre cette anxiété insurmontable qui me remplit complètement. Quand je sens que je me suis répandu - à travers ces dialogues aimant - formant une épaisseur, une aura composé d'une gentillesse sans faille tout ce que se dégage de mon corps. A partir des profondeurs les plus intimes de mon âme à venir se départir autour et en dehors de moi, va s'étendre - comme si une feuille mince de lin blanc était, ou comme certains fluide invisible, qui coule de mon mains, pour évacuer vers moi et autour de moi, d'aller aux réunions des aspirations de l'humanité tout entière! Transcender à travers ce parfum aromatique exotique, qui se détache comme une presque impossible à diagnostiquer leurs origines sève: même si je sais que ses dimensions sont plus polis et très fine et transparente - transcendante et translucide - ce magnifique diamant, ce que nous appelons l'amour. Inépuisable amour qui vient à nous, comme un fil d'or pétales net et de l'argent. Nous imprégnation, par des sentiments aromados: nous laissons les transcender, à travers nos plus abrasifs et ininterrompue émotions expansives, que nous les laisser couler et s'infiltrer à l'intérieur le plus profond présage intérieur, dans les entrailles de notre âme.
L'amour est ce sentiment, fait de pure tendresse et de poésie. Car là où - à travers cette vibration optique existentielle - et nous ridiculement modeste - en essayant de démêler le ou vivenciarmo nous, au sein de ces sorts, qui sont composées de beautés inhabituelles et intenses: générée par les compositions les plus élégantes et belles, brevets dans essentialités de notre vie quotidienne. Tout se passe en même temps que nous marchons dans la vie, tout simplement aimer.
L'amour est la conjonction avec l'infini et les étoiles - bien que nous gâtent le goût d'éther sublime de cet état pur de la grâce. Où allons-nous nous réconcilier - à travers nos raisons, désireux de l'conjugarem en vain, d'oser vouloir le comprendre, à travers tous leurs ébats. Imposée par elle, les rebondissements fait de dialogues étendus ou des plants scènes. En l'exposant à l'intérieur et à l'extérieur de nous, à travers nos émotions convulsifs. Alors que nous vivons en marchant à l'extérieur, de guidage ou déroutante pour nous: à travers ces expériences gourmandes qu'il nous donne. Causant nous nous élevons, la perfection la plus sublime des États et de la grâce. Ou bien, nous pouvons approfondir derrotemos et un ver:
- Sur l'état de malheur!
L'amour peut être rapide, sinon nous ressemblent sans avoir l'air pressé. Voyager par des cercles de nous, juste en passant par cette lueur enchantée! Dans laquelle, nous allons le vivre - à chaque instant - chaque seconde que vous respirez cet éther enchanteur et enivrant! Abattue sur le caractère essentiel éternelle - qui consiste, dans ces compositions alchimistes, ce sentiment magique:
- Sensation magique - l'appel de l'amour!
La vie et la vie elle-même combler les vides laissés par notre vide existentiel. Lorsque inexplicablement, nous sommes confrontés à ce beau sentiment, qui est l'amour. Sentant cela, qui remplit alors nous avec la lumière, l'annulation de toutes les lacunes les plus gênants qui s'étendent de l'intérieur de notre vide intérieur: et parfois même nous entraîner dans la vie comme si elle-même vivante, était une lourde lumière ennuyeux et terne et la charge. Les états sublimes de la perfection, l'amour nous sobrevindos transmue en énergie live pur. Nous libérer de ces maux ennuyeux, qui se produisent souvent dans les ostracismos les plus courantes dans la routine de notre vie.
L'amour ne consiste pas en l'obscurité! L'amour est l'essence la plus divine, qui rayonne et fait saillie à travers la lumière éternelle, qui émane de toutes les âmes. L'amour est cet état vibratoire qui vai nous brûler à l'intérieur et à l'extérieur. Déplacement avec élégance, toutes les étendues de notre désir le plus intense de vouloir demonstrarmo nous avant les allégories de la libération de l'âme lyrique abstractive de l'éther parfumé qui est allé - et pour toujours constante - la olor indéchiffrable aimante et poétique qui se déverse de mains du dieu Éros et de la déesse Aphrodite, relevant de notre conscience: nous transformer en sages et fidèles des êtres humains! Donc, nous avons été ravis - avec la transcendance de beautés transparents - presque éthérées - même si on peut même les toucher! Comprendre miraculeusement, l'essence divine de pureté constante, venant des mains invisibles de nos émotions. Lorsque tangenciarmos ces riches expériences que nous avons acquises dans le livre et impregnamos âme éthérée! Comme nous marchons à travers la vie, dans les vibrations mystérieuses que se blottir contre nous. Grâce à cette - éloquent et dynamique - état indéfinissable, incompréhensible, que nous appelons l'amour!
L'amour vibre en permanence - constances entre magie et incohérences - entrecoupées par des fils invisibles qui s'entrelacent entre nos organismes, des députés agissant de concert nos âmes! Ce qui rend le don miraculeux de notre vie: à partir de ce grand mystère, ce qui rend la vie vibremos; à travers ces vagues sonores replenas lumières - nous laissant libres, nous faisons l'expérience à tous les niveaux de notre existence savoureux .
Alors que nous vivons - dans ces manières pleines de vie - l'adoration, de croire et sublimer les pouvoirs et sobrevindos à venir de la Lumière! Déposer notre foi dans les forces poétiques tirées des fumées vaporeuses contraste ces rayonnements, - versées par le curriculum continuum mystérieux, - ce qui est la réalité constante dans les pages écrites par la puissance de l'éternité!

 

 

 


 

Enc: REVISTA VARAL DO BRASIL - MARÇO 2013

Boa noite! Estou publicando no meu blogger,
este agradável e-mail recebido, referente ao do Brasil,
indicando a Revista Literária
Varal do Brasil de Fevereiro/2013,
cujo TEMA: O AMOR
eu estou participando nas páginas 92 e 93,
com o Artigo: O AMOR É A CONJUNÇÃO COM O INFINITO E AS ESTRELAS
Autor: Odenir Ferro
Atenciosamente,
Gde. abraço,
Excelente semana a todos.
Para a leitura, por favor,
Acessem o endereço:
 
Obrigado!
Odenir Ferro
Escritor, Poeta,
Embaixador Universal da Paz

 
----- Mensagem encaminhada -----
De: Varal do Brasil 2
Para: Varal do Brasil 
Enviadas: Sábado, 23 de Fevereiro de 2013 3:12
Assunto: REVISTA VARAL DO BRASIL - MARÇO 2013

 
VARAL ESTENDIDO!

Passou o carnaval, passou mais da metade do inverno europeu e cá estamos nós com uma nova edição temática. Viemos falar de amor!
O amor é o que há de mais intrínseco na vida de cada um de nós. Somos feitos de amor e vivemos na contínua busca dele. Somos felizes quando damos amor e quando recebemos.
Há tantas formas de amar como há de viver. Ama-se a família: filhos, pais, irmãos, sobrinhos, tios, primos e todos mais.
Ama-se os amigos, nossa família escolhida e que, muitas vezes, acabam tornando-se de uma importância não sonhada. Ama-se alguém especial, alguém que consegue entrar coração a dentro  da gente e lá permanecer. Ama-se o universo, a natureza, os animais, a vida.
Não foi à toa que um dia um dia foi dito e é repetido até hoje: "Amai-vos uns aos outros". "Amar ao outro como a si mesmo". Amar.
O amor por um filho é o amor-dedicação. O amor por alguém que divide nossa vida, pode passar por muitas etapas, muitas variações desta melodia chamada amor. Mas sempre voltará ao mais básico dela: simplesmente amar.
Amor é energia que nos move e nos convida a viver melhor.
Este foi o motivo pelo qual escolhemos este tema para a revista de março. Porque precisamos mais do que nunca redescobrir o amor sob todas as suas formas.
O mundo anda conturbado demais. Tragédias nos afogam em lágrimas e fazem nosso coração se encher de questões construídas pela tristeza. E só o amor é remédio para tanto. Nada mais, nada menos.
Temos hoje nesta edição mais de cem autores que vieram falar do que conhecem bem: o sentimento, a emoção de amar.
Você deve ter percebido que há apenas um mês saiu a revista de fevereiro (com o tema Mulher, um universo). Pois é... Resolvemos fazer a revista mensal por um tempo e assim dar mais oportunidades a tantos que buscam escrever conosco. Veremos no segundo semestre se continuaremos assim ou voltaremos a fazê-la bimestral.
Nesta edição temos uma novidade que vai agradar, com certeza, a todos: ganhamos colunistas que, voluntários, falarão de assuntos os mais diversos a cada nova revista. Você lerá sobre arte, literatura, comportamento, cinema, etc.. Um novo mundo se abre dentro do Varal.
É, o Varal cresceu! Anda solto por aí atravessando continentes e fazendo com que pontes se estabeleçam e diminuam as fronteiras entre a literatura de um canto e outro. Interligando pessoas que têm em comum estas grandes paixões: ler e escrever em Português.
Brasileiros, portugueses, angolanos, moçambicanos. A Língua Portuguesa está alçando um voo sobre mares bem pouco navegados. E está voando bem, aterrissando em corações espalhados por este maravilhoso planeta em que vivemos.
Nossos preparativos para o 27o Salão Internacional do Livro de Genebra estão de vento em popa, com muitos livros chegando para exposição e divulgação. Nossa segunda participação contará com mais de vinte autores autografando seus livros durante o evento.  Autores estes vindos das mais diversas regiões do Brasil e também da Europa. Teremos vários lançamentos de livros, entre eles o volume 3 de nossa coletânea Varal Antológico, um grande orgulho. Teremos a presença da Literarte, que lançará dois livros durante o evento, com sua representante Dyandreia Portugal e vários coautores dos dois livros.
E o I PRÊMIO VARAL DO BRASIL DE LITERATURA continua recebendo inscrições. São contos, crônicas e poemas que nos chegam todos os dias. Este concurso, que pretende premiar os melhores trabalhos nestas três categorias, levará os seis primeiros lugares para o volume 4 da coletânea Varal Antológico em 2014!
Nossas atividades, feitas com dedicação e amor, têm conquistado sempre mais pessoas dispostas a participar. Por isto não hesitamos em continuar. Queremos que o amor da leitura e da escrita se espalhe cada dia mais dentro de cada um e cada vez mais longe se leia, escreva e valorize a Língua Portuguesa.
E claro, sempre com nosso estandarte maior guiando nossos passos: Literário, mas sem  frescuras!
Muito obrigada por estar conosco!
Faça o download (baixe) a revista aqui: 
 
 
Ou peça pelo e-mail varaldobrasil@gmail.com
Jacqueline Aisenman
Editora-Chefe
Varal do Brasil
 
 
 


Enc: [Mensagens_LunaeAmigos] ATUALIZAÇÃO VARAL Nº 11 - EDIÇÃO 584 - ANO XiI - GRUPO LUNA&AMIGOS - TEMA: "ENGORDAR"


 
 
----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para: Grupo Luna & Amigos Luna eA migos; MENSAGENS LUNA & AMIGOS Mensagens Luna e Amigos; Forum Grupo Forum de Cultura MS; Grupo Associação Interancional  Associacao Internacional Poetas del Mundo
Enviadas: Sábado, 9 de Fevereiro de 2013 16:23
Assunto: [Mensagens_LunaeAmigos] ATUALIZAÇÃO VARAL Nº 11 - EDIÇÃO 584 - ANO XiI - GRUPO LUNA&AMIGOS - TEMA: "ENGORDAR"

 
 
 
 
AMIGOS,
 
ATUALIZAÇÃO DO VARAL DO LUNA&AMIGOS
VARAL Nº10 EDIÇÃO 583 ANO XII- GRUPO LUNA&AMIGOS
 
TEMA:  "ENGORDAR"
 
Visitem-nos no blog, acompanhem e deixem seus comentários.
 
Delasnieve Daspet
Owner do Luna&Amigos
 


__._,_.___
 
 
Endereço Virtual:

Delasnieve Miranda Daspet de Souza
Embaixadora Universal da Paz  - Genebra - Suiça
Presidente da Associação Internacional poetas del Mundo
www.delasnievedaspet.com.br   
www.pantanalms.tur.br  
www.lunaeamigos.com.br   
BIOGRAFIA
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/biobibliografia.html
PRÊMIOS - CONDECORAÇÕES E INDICAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/premios-e-condecoracoes.html
OCUPAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/ocupacoes.html
VIDEOS DE POESIAS E ENTREVISTAS
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/videos-de-delasnieve-daspet.html
PUCLICAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/publicacoes.html
BIBLIOGRAFIA
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/obras.html
EVENTOS
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/recomendo.html
   
.

__,_._,___


Enc: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] SARAU DA CONFRARIA DA POESIA INFORMAL ACONTECERÁ NA QUARTA FEIRA [1 Anexo]


 
 
----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para: Grupo Associação Interancional Associacao Internacional Poetas del Mundo
Enviadas: Sábado, 9 de Fevereiro de 2013 14:28
Assunto: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] SARAU DA CONFRARIA DA POESIA INFORMAL ACONTECERÁ NA QUARTA FEIRA [1 Anexo]

 
[Anexos de Daspet]
 
----- Original Message -----
From: APPERJ

MAIS UM SARAU DA CONFRARIA DA POESIA INFORMAL
 
A Confraria da Poesia Informal, intimamente chamada de CPI por seus participantes, vai estar realizando na próxima quarta-feira, dia 27 de fevereiro às 19h, no Estúdio S de Música (Rua Quissamã, 120), o 12º Sarau, com entrada gratuita.
Fundado em agosto de 2011 pela poetisa, pedagoga e produtora cultural Catarina Maul, o grupo conta com mais de 230 membros, espalhados por todo o Brasil, com alguns no exterior. Seu blog http://www.confrariadapoesiainformal.blogspot.com.br/ já atingiu a marca dos 96 mil acessos em 14 meses.
O 12º Sarau estará recebendo uma atração muito especial, pois será lançado em sua programação o livro URBANOSEMCAUSA, de Sérgio Gerônimo e Mozart Carvalho, respectivamente presidente e vide-presidente da Associação Profissional de Poetas do Estado do Rio de Janeiro. O livro que tem sido lançado em turnê bastante diversificada, teve espaço para chegar ao público recentemente em Viena. Custo: 30 reais. Sérgio e Mozart também apresentarão esquetes de suas famosas apresentações, que movimentam muitos eventos poéticos cariocas.
O evento também contará com a presença de Márcia Leite, do Rio de Janeiro.
A Confraria da Poesia Informal tem se dedicado, além da realização de seus eventos mensais, à participação e exposição em outros projetos e festivais da cidade, como os recentes GRITO ROCK e TOMATE SECO FESTIVAL.
Para Catarina Maul, eleita presidente da Academia Brasileira de Poesia – Casa de Raul de Leoni (biênio 2013 e 2014), o acesso da poesia por um público que ainda não tenha se descoberto simpatizante desse tipo de Literatura, em oportunidades como essa, têm a chance de travar um primeiro contato, que pode se intensificar após a primeira porta aberta.
Os saraus têm uma dinâmica diversificada, apresentando declamações, microfone aberto, varais poéticos, exposições, além de música e performances teatrais, quando aparecem voluntários dessa área.
A entrada é gratuita.
O evento desse mês recebe os apoios do Fuka's, do Salão D. Pedro, da Associação de Lojistas do Shopping  D. Pedro e da Pousada Pedra do Retiro. 

--
Catarina Maul
 Bem Cultural  Produções Artísticas  
(24) 2243-6302
(24) 9266-8031
catarinamaul@globo.com
__._,_.___
Anexo(s) de daspet@uol.com.br
1 de 1 foto(s)
   
 
.
OBSERVEM OS DIREITOS AUTORAIS.
.
ANEXOS:
NUNCA  MANDO MENSAGENS COM ANEXO.
PARTICULAR - RARAMENTE - ME COMUNICO VIA GRUPO.
.

.
Delasnieve Daspet
Embaixadora Universal da Paz -Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
Presidente da Associação Internacional Poetas del Mundo
.
BIOGRAFIA
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/biobibliografia.html
PRÊMIOS - CONDECORAÇÕES E INDICAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/premios-e-condecoracoes.html
OCUPAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/ocupacoes.html
VIDEOS DE POESIAS E ENTREVISTAS
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/videos-de-delasnieve-daspet.html
PUCLICAÇÕES
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/publicacoes.html
BIBLIOGRAFIA
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/obras.html
EVENTOS
http://delasnievedaspet.blogspot.com.br/p/recomendo.html
 
.

__,_._,___