Caminho pelas Estrelas Follow by Email

terça-feira, 24 de julho de 2012

Enc: No ar: Jornal Aldrava Cultural n° 97



----- Mensagem encaminhada -----
De: Deia Leal
Para:
Enviadas: Terça-feira, 24 de Julho de 2012 16:07
Assunto: No ar: Jornal Aldrava Cultural n° 97

  
Jornal Aldrava Cultural
No ar Jornal Aldrava Cultural n° 97- 12
 

12 anos fazendo Cultura
Boa Leitura!
Versão digitalizada do JORNAL IMPRESSO (1.000 exemplares)
]] Página 1:
- Mariana, cidade cidadã - Andreia Donadon Leal - Mariana - MG
]] Página 2: - Tributo à Maioridade da Pizzaria Dom Silvério - Anicio Chaves - Mariana -MG- Eco Aldravia 1- Gabriel Bicalho - Mariana - MG- Aldravias ao amigo Dr. Vitor Escudero - Andreia Donadon Leal - Mariana - MG- Ao Encontro de Mim - Cida Guedes - Santa Bárbara - MG- Poesia Versus Ciência - Lucas Barroso - 12 anos - Estudante do Colégio Santo Antônio-Belo Horizonte - MG]] Página 3:- Desafios da Linguagem Literária - Dr. José Benedito Donadon-Leal - Mariana - MG- âncora 29 - Gabriel Bicalho - Mariana - MG- Eco Aldravia 2- Gabriel Bicalho - Mariana - MG]] Página 04 e 05 - POESIAS- Caos Urbano - J.B.Donadon-Leal - Mariana - MG- A Dança do Vento - Vilma Cunha Duarte - Araxá - MG- Carência - Thereza Costa Val - Belo Horizonte - MG- As Águas da Noite - Márcio Almeida - Belo Horizonte - MG- Mente que Mente - Jacqueline Antunes - Mariana - MG]] Página 05- Ponto de Interrogação - Amélia Luz - Pirapetinga - MG- Sol de Inverno - Auxiliadora de Carvalho e Lago - Belo Horizonte - MG- Falar de amor - Carvalho Branco - Rio de Janeiro -RJ- Aldravia - Tania Meneses - Aracaju-SE- Aldravia - Marcoliva - Florianópolis - SC- Aldravia 21 - J.S.Ferreira - Mariana - MG- Aldravia XXV - Goretti de Freitas - Ipatinga - MG]] Página 06 e 07- Postulado das Paralelas: Formalismo, Recepção, Aldravismo - Dr. José Luiz Foureaux de S. Júnior - Belo Horizonte - MG]] Página 07- CONCURSO LITERÁRIO DA ALEPON - Prêmio Professor Mário Clímaco.Página 08]] Uma Casa Tricentenária em Mariana - Dr. Maurílio CamêlloAgenda Cultural:
Reunião Solene da ALACIB
28 de julho de 2012

Lançamentos de Livros da Aldrava Letras e Artes - após reunião solene da Academia de Letras, Artes e Ciências Brasil.
Pés no chão - crônicas - de Andreia Donadon Leal
Óbvias Liberdades - poesia infanto-juvenil - de J. B. Donadon-Leal
beiral antigo - poesia - de Gabriel Bicalho



 
 
 
 
 
Andreia Aparecida Silva Donadon Leal - Deia Leal
Mestr em Literatura (cultura e sociedade) - Universidade Federal de Viçosa

Obras:
 
 
Projetos de Incentivo à Leitura
 
Poesia Viva - a poesia bate à sua porta - Ponto Itinerante de Leitura
http://pontoleituramariana.blogspot.com/
 
A Diversidade na leitura - haicais nos ambientes presencial e virtual
 
Jornal Aldrava Cultural -
 

Sonho V

Imagens são sonhos afetos
colam nas telas
nas fotografias
e lembram alguma coisa
de esculturação natural

imagens são sonhos afetos
a beijar uma superfície
--
Andreia Aparecida Silva Donadon Leal - Deia Leal
Mestranda em Literatura (cultura e sociedade) - Universidade Federal de Viçosa

Obras de arte em promoção:
 
(31) 8893-3779
 
Projetos de Incentivo à Leitura
 
Poesia Viva - a poesia bate à sua porta - Ponto Itinerante de Leitura
http://pontoleituramariana.blogspot.com/
 
A Diversidade na leitura - haicais nos ambientes presencial e virtual
 
Jornal Aldrava Cultural -
 

Sonho V

Imagens são sonhos afetos
colam nas telas
nas fotografias
e lembram alguma coisa
de esculturação natural

imagens são sonhos afetos
a beijar uma superfície

Enc: Poema FAZ UM ANO, de Tito Olívio



----- Mensagem encaminhada -----
De: Tito Olivio
Para: Tito Olivio
Enviadas: Terça-feira, 24 de Julho de 2012 15:38
Assunto: Poema FAZ UM ANO, de Tito Olívio

 
 
 
 
FAZ UM ANO
 
 
Está fazendo um ano que te vi
E não tinham as aves emigrado,
Mas tu, porém, vestida de rubi,
Voaste para um sítio ignorado.
Quiseste emigrar e eu fiquei aqui,
Atónito, infeliz, desesperado.
As aves vão pró sul, mas sempre voltam,
Aqui, só meus poemas que se soltam.
 
Está fazendo um ano e teu amor
Perdeu-se nos confins do firmamento,
Esquecido talvez daquele ardor
Que punha em festival cada momento.
Em sonhos inda sinto o teu calor
E acordo a suspirar o meu lamento.
Imaginar-te quase não consigo
Na triste solidão do meu abrigo.
 
Está fazendo um ano e a saudade
Criou fundas raízes no quintal.
Tivesse eu um cavalo de verdade,
Montava lá no céu esse animal
E o meu vulto a brilhar na claridade
Pudesses vê-lo e eu ver-te afinal.
Sei que, sem ti, a vida não tem graça,
Mas vou só esperar… não sei que faça.
 
 
Faro, 19-07-2012              01h25
Tito Olívio


Enc: Dia 26 de Julho - Sempre às quintas na Pinacoteca



----- Mensagem encaminhada -----
De: Pinacoteca do Estado de São Paulo
Para: odenir.ferro@yahoo.com.br
Enviadas: Terça-feira, 24 de Julho de 2012 20:04
Assunto: Dia 26 de Julho - Sempre às quintas na Pinacoteca



 


Enc: Curso de história da arte na Pinacoteca: Arte e Fotografia no Brasil



----- Mensagem encaminhada -----
De: Pinacoteca do Estado de São Paulo
Para: odenir.ferro@yahoo.com.br
Enviadas: Terça-feira, 24 de Julho de 2012 20:03
Assunto: Curso de história da arte na Pinacoteca: Arte e Fotografia no Brasil