Caminho pelas Estrelas Follow by Email

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Poema: ORQUÍDEAS Autor: Odenir Ferro

Add caption

        óleo sobre tela produzido por
    Odenir Ferro em 1992

Poema: ORQUÍDEAS
Autor: Odenir Ferro

A cada ano se desperta de dentro de ti,
O que vivo reside sempre dentro de mim!
Estas reflorescidas belezas em pétalas!
Deixando na brisa esse florido dançando
Aos acariciantes toques destes perfumes
Exóticos. Saídos de dentro desta seiva,
Ativa na composição exuberante química.
Habitante dentro deste interior singelo
Que compõe toda a floração que é de ti!

Orquídeas! És duma beleza tão orvalhada!
Pelos noturnos enluarados serenos caídos
Onde os brilhos respingados das estrelas
Dão ênfases aos toques florais e mágicos
Destas belezas clássicas assim compostas
Dentro destes aveludados olores, pétalas,
Que dançantes, voam sóbrias neste embalo
Vindo dos ventos, espalhando fragrâncias
Saídas do suave eterno aroma caído de ti!
                                                          

Andrea Bocelli Live - Cuando Me Enamoro (2006)

ESTRADA DO SERTÃO