Caminho pelas Estrelas Follow by Email

domingo, 8 de outubro de 2017

Poema: DA SUA ALMA EM PAZ Autor: Odenir Ferro, Poesia: DALLA SUA IN PACE Autore: Odenir Ferro







Poema: DA SUA ALMA EM PAZ
Autor: Odenir Ferro

De este amor comovente, a força reluz
No brilho da sua alma em paz. No prenúncio
Da Eternidade, desnudando o que traduz
O meu ser... Emocionado por este silencio...

Deixado por ti, em mim. Quando despertei,
Vi portas abertas para a realidade...Entristeci!
Vendo partir-se de mim, a realidade que sonhei...
Encantado... Pensando que fosse eterna... Enalteci,

Ao olhar-me e ir olhando a procurar-te no céu azul anil...
Deixando-me traduzir-te, em memórias. Agradecido...
... Pelo muito que me ensinaste a ser, tão impessoal...

Assim... Tão e tal, igual às flores... E, eu, envaidecido,
Igual à elas, mesmo efêmero, que seguisse ímpar, divinal!
Até resultar-me num apaixonado decidido, e, resolvido.

Poesia: DALLA SUA IN PACE
Autore: Odenir Ferro

Da questo amore in movimento, la forza brilla
Nella luminosità della tua anima in pace. Non prefiguro
Dall'Eternità, strappare ciò che traduce
Il mio essere ... eccitato da questo silenzio ...

Lasciato per te, su di me. Quando mi sono svegliato,
Ho visto le porte aperte alla realtà ... triste!
Vedendo di partire da me, la realtà che ho sognato ...
Felice ... Pensando che fosse eterna ... ho esaltato,

Quando mi guardi e ti guardo cercare nel cielo azzurro ...
Lasciami tradurre in ricordi. Grateful ...
... Per quanto mi hai insegnato a essere, così impersonale ...

Così ... così e simili, come i fiori ... E, io, invidioso,
Proprio come erano, anche effimeri, essere ineguagliabili, divini!
Fino a diventare un appassionato deciso, e, risolto.



Nenhum comentário: