Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sábado, 26 de novembro de 2016

Poema: Rosas Vermelhas Autor: Odenir Ferro

Presente da minha Amiga do Faceboock, PATRÍCIA GARCIA! Obrigado, linda!

http://www.livrariacultura.com.br/p/as-meninas-que-sonham-petalas-dagua-29535435


Eu, Odenir Ferro, no rancho de casa, com mochila nas costas, me preparando para pedalar a minha Caloi 10 modelo 1981... KKKKKKKKKKKKKKKK!!!, Eh, como se não bastasse, esta foto está desatualizada, isto já aconteceu, no ano passado, 2015, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....!!!! Ah, tem mais outra: o livro acima, Às MENINAS QUE SONHAM (Pétalas d'água), eu o lancei no ano de 1500! Eu o escrevi em Homenagem às Índias Brasileiras...!

Olha, este poema que agora publico, não está incluído nas páginas do livro citado acima.

Poema: ROSAS VERMELHAS
Autor: Odenir Ferro

O jardim está reflorescido
De rosas vermelho-rubi.
Nesta estação primaveril,
Algumas, até, já despetalam-se

Colorindo os verdejantes tons do gramado
Que está com um tom vivo de verde-limão,
Revigorado pelas chuvaradas,
Que caíram tão recentemente.

As rosas vermelhas, agrupam-se,
Nos muitos e nos vistosos cachos.
Enquanto as abelhas pequeninas e os besouros,
E os outros muitos insetos, vem pousando,
Nas suas delicadas pétalas, enquanto,

Vez ou outra, uns colibris,
Vêm dos seus néctares perfumados,
Fartarem-se. Ao também, abrilhantarem-se,
Das suas tão encantadoras pétalas.

As quais, se vão... Ao deixarem-se, assim,
Aos sons dos ventos...
Nestes irem e virem,
Virem e irem-se...
Calmamente, à flutuarem-se!
Através da Humanidade Inteira!






Nenhum comentário: