Caminho pelas Estrelas Follow by Email

domingo, 19 de abril de 2015

Jack Johnson - I Got You





That music gone in year 2013 and star here, into 
the my life ! Odenir Ferro, Escritor, Poeta, Embaixador Universal da Paz
http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com



Zé Ramalho - Sinônimos





Esta é também, a mais linda das músicas. Letra maravilhosa! A qual, eu també guardo dentro das memórias emocionais mais ricas, que vivem, revivem, se moem e se remoem - dentro do meu coração. Obrigado Zé Ramalho! http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

Zé Ramalho - Chão de Giz





Esta é uma das minhas músicas lindas, prediletas, demais por demais, que eu guardo dentro das memórias emocionais mais ricas, que vivem, revivem, se moem e se remoem - dentro do meu coração. Obrigado Zé Ramalho! http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

Maria Bethânia e Erasmo - As Canções que você fez pra mim



Maria Bethânia, sou também, um pouco mais feliz, por saber que você tem este repertório maravilhoso. A beleza existe, e você faz parte dela. Obrigado por sempre ter sido a minha companhia, via horas e horas de músicas ouvidas em Cd's. Odenir Ferro, Escritor, Poeta, Embaixador Universal da Paz, pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix / France/Suisse. http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

VARAL DO BRASIL, Revista Literária Edição de Maio/2015, postado no Caminhopelasestrelas por Odenir Ferro




VARAL No 35


VARAL ESTENDIDO!


Olá queridos amigos!
Iniciado em 2009, o Varal do Brasil caminha hoje para os seis anos de atividades. Com mais de quarenta edições de sua revista, três edições do Concurso, seis antologias e agora indo para a quarta participação no Salão do Livro de Genebra.
Vamos ao Salão do Livro de Genebra em desde 2012 e cá estamos novamente para esta quarta participação consecutiva.
Este ano voltamos com mais escritores e dentre eles temos a honra de contar com nomes relevantes da literatura nacional atual: CINTIA MOSCOVICH, RONALDO CORREIA DE BRITO E MARCELINO FREIRE, durante o 29o Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra.
A partir do ano de 2013 o Varal também tornou-se a Association Culturelle Varal do Brasil, com o intuito de melhor divulgar nossa Língua e cultura.
Celebramos 5 anos de VARAL DO BRASIL lançando o livro Varal Antológico 5 que conta com diversos autores selecionados e com os premiados durante o II Prêmio VARAL DO BRASIL de Literatura 2014.
Agradecemos a presença de todos os escritores que vieram de diversos países e várias regiões do Brasil e também de Portugal, Angola e Cabo Verde, trazendo seus livros. Diferentes estilos para agradar o seleto público do Salão Internacional do Livro desta cidade cosmopolita que é Genebra.
Obrigada ao público leitor que prestigia nosso trabalho, desta forma prestigiando também a literatura brasileira, portuguesa e uruguaia que aqui mostramos.
Seja esta feira literária uma festa para a cultura!
Aqui na revista chegamos para você com tema livre, dando real liberdade para que todos esvaziem os corações, superlotem as mentes, carreguem emoções e nos surpreendam com a harmonia de suas palavras.
Você vai encontrar contos, crônicas, poemas ensaios… Vai encontrar diferentes personalidades que se afirmam em textos para se degustar.
Aproveite, você que é leitor, e pense seriamente em vir também como escritor na próxima edição: por que não? Aqui no Varal todos somos iguais, ninguém é melhor ou mais experiente, porque quem nos ensina é a vida e a vida dá experiência a todos. Esperamos você!

Esperamos você também para o concurso literário internacional III Prêmio Varal do Brasil de Literatura que premiará este ano os melhores contos, textos infantis, poemas e crônicas. Fique por dentro, participe!
Desejo a todos uma excelente leitura e esperamos você lá no Salão do Livro (Palexpo, estande A150).

Até breve!



Ou leia a revista neste e-mail anexada!
Jacqueline Aisenman

Varal do Brasil

Artigo: O ENCANTO DAS ÁGUAS É UNIVERSAL!
Autor: Odenir Ferro
O Autor é Escritor, Poeta, Embaixador Universal da Paz! Título Concedido pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix Suisse/France. Acadêmico Correspondente e membro da Real Academia de Letras e Ordem da Confraria dos Poetas Brasil(RS), e Acadêmico Correspondente da ALTA Academia de Letras Teófilo Otoni (MG).
Autor de vários livros, dentre eles, Às Meninas que sonham (Pétalas d’água) e o prosa poético Caleidoscópio Interior, publicados pela:
Para aquisições exemplares dos livros: acessem: http://www.livrariacultura.com.br, pesquisando:
Odenir Ferro
Lindo hein?! Este som... Este som tão sintomático. Este som que está inerente aos nossos anseios. Dentro dos nossos desejos de sermos fortes: enquanto formos enquadrando-nos dentro destes cenários que está enquadrando-nos nos lugares de agirmos – enquanto nós, seres humanos – dentro deste Universo aquecedor ser os acolhedores do quanto desejarmos, e, – entre nós, nos depositarmos na fé – para galgarmos os ensejos, todos eles, para que as chuvas caiam, caiam, caiam, caiam... Torrencialmente, sobre todos os abismos inconsequentes de todos nós!
A nossa relação com tudo o que for Divino, sempre foi, é, e será eternamente sublime! E vivemos através das imparcialidades das sublimações... E o nosso Criador, é onisciente de todas as nossas necessidades! E Ele, não nos desampara!... E, assim sendo, eis que Ele, dentro da sua divinal sabedoria, estará nos mandando a tão abençoada Chuva!
Eu espero e desejo que ela despenque... Eu fico desejando que ela caísse, e quando cair, vou me sentir um pouco mais feliz! Rezo com fervor, desejando que: ela caia, caia, caia, caia... E que ela nos preencha, e nos relembre de todos os seus encantos: sejam eles poéticos ou não!
Eu desejo e humildemente, peço a Deus: - Oh Senhor! Que ela se derrame sobre nós, imensuravelmente... Eu desejo que a chuva venha, e caia, sobre todos nós, míseros mortais! Eu desejo que a chuva molhe todos os guarda-chuvas que estão guardados nos cantos dos armários ou não.
Eu desejo que a água se derrame, arrastando a nosso incapacitado estado de amor para longe de nós, e em seguida, devolva-nos, a nossa naturalidade propensa ao amor a tudo e todos, e que está resguardado dentro de nós. E Assim possamos exercitar a nossa fé, no quanto a vida é feita de concepções sublimes: tais como a água da chuva, os raios, os trovões, e os frios e os calores que se fazem presentes, dentro dos contextos dos ciclos da natureza, assim como o das nossas existências...
Eu sinto que todos os encantos das águas nos fascinam. E eu creio que este fascínio, seja de todos nós. O encanto das águas é Universal!
O amor pela vida e pelo estado de viver é um estado único que pulsa-nos a todos – enquanto esperançosos na vinda do Amor além de nós, com o Sol, as Chuvas, as Estações, enfim, as condições climáticas que se fazem, se refazem e se perfazem dentro de si mesma, fazendo com que sejamos seres humanos aptos – para dizermos que vivemos e, consequentemente satisfeitos, possamos sentir: que amamo-nos uns aos outros.
E... Sem as chuvas... O que seríamos de nós todos?!  Dentro da vida, e dentro dos momentos do viver em si, o que somos? Somos divergentes ou convergentes, dentro desta unicidade que é o Amor, conjugando-nos, incansavelmente, dentro deste estado único e sublime, que e o Estado de Amar?!
Hoje eu vou fazer uma prece... Pra Deus Nosso Senhor... Para Chuva “Continuar” de molhar o meu divino amor
Chove chuva, chove sem parar...
Por “favor, chuva boa”, molhe muito, o meu amor, assim.
Pois é, mudando a letra, o meu desejo é que a chuva venha. E que ela caia torrencialmente.
E que ela venha, se deslanche... E, molhe tudo, muito.
Article: Les eaux GLAMOUR est universel!
Auteur: Odenir FERRO
L'auteur est écrivain, poète, ambassadeur de la paix universelle! Titre décerné par le Cercle des Ambassadeurs Universel de La Paix Suisse / France. Correspondant académique et membre de l'Académie royale des Lettres et la Fraternité de l'Ordre des Poètes Brésil (RS), et correspondant académique de l'Académie des Lettres HAUTE Teofilo Otoni (MG).
Auteur de plusieurs livres, y compris, certaines filles rêve (pétales eau) et la poétique de la prose Kaléidoscope Intérieur publiés par:
Pour obtenir des exemplaires des acquisitions de livres: l'accès: http://www.livrariacultura.com.br par la recherche:
Ferro Odenir
Belle hein?! Ce son ... Ce son TA symptomatique.Ce son qui est inhérente à nos désirs.Au sein de notre désir d'être forte: alors que nous nous cadrage dans ces scénarios est de nous encadrer dans des endroits nous agissons - alors que nous, êtres humains - au sein de cet univers chauffe-eau est l'accueil des comme nous le souhaitons, et - avec nous nous mettons dans la foi - à galgarmos occasions appropriées, chacun d'eux, de sorte que les pluies tombent, automne, tomber, tomber ...Torrents sur toutes les profondeurs sans conséquence de nous tous!
Notre relation avec tout ce qui est divin, a toujours été, est et sera toujours sublime!Et vivre à travers les préjugés de la sublimation ... Et notre Créateur, est omniscient de tous nos besoins! Et il ne nous abandonne pas! ... Et donc, le voilà au sein de votre sagesse divine, ce Ha nous envoyant la pluie tellement béni!
Je espère et je souhaite que ce chuter ... Je suis désireux elle est tombée, et quand vous tombez, je me sentirai un peu plus heureux!Je prie souhaitant ardemment que: tomber, tomber, tomber, tomber ...Et il nous remplit et nous rappeler de tous ses charmes: si poétique ou pas!
Je souhaite et je demande humblement à Dieu: - Oh Seigneur! On verse sur nous, infiniment ... Je souhaite la pluie vienne tomber sur nous tous, misérables mortels! Je souhaite l'eau de pluie tous les parapluies qui sont stockés dans les coins de placards ou non.
Je souhaite l'eau de se écouler, faisant glisser l'état paralysé de notre amour loin de nous, puis nous le retourner, notre naturellement enclins à l'amour de tout et de tous, et qui a été posé en nous.Et ce est ainsi que nous pouvons exercer notre foi, que la vie est faite de concepts sublimes: tels que l'eau de pluie, la foudre, le tonnerre, le froid et les bouffées de chaleur qui sont présents dans les contextes de cycles de la nature, ainsi que de nos vies ...
Je pense que tous les charmes de l'eau nous fascinent. Et je crois que cette fascination est nous tous.Le charme de l'eau est universelle!
L'amour pour la vie et la règle de la vie est un état qui nous bat tous - que l'espoir dans la venue de l'amour au-delà de nous, avec le soleil, la pluie, les stations, enfin, des conditions climatiques qui rendent si refaire et de faire au sein de lui-même, qui fait de nous des êtres humains capables - de dire que nous vivons et donc satisfaits, nous nous sentons, que nous aimons les uns les autres.
Et ... Sans la pluie ... Quel serait nous tous?!  Dans la vie, et dans des moments de vie elle-même, que sommes-nous? Nous sommes divergentes ou convergentes, au sein de cette unité qui est l'Amour, de nous rejoindre sans relâche dans cet état ​​unique et exalté, qui est l'État d'Amour?!
Aujourd'hui, je vais dire une prière ... Pour Dieu, notre Seigneur ... For Rain "Continuer" à mouiller mon amour divin
Pluie pluie, il pleut sans arrêt ...
Par «Se il vous plaît, de bonnes pluies", se imprégner beaucoup, mon amour, aussi.
Eh bien, en changeant la lettre, mon souhait est que la pluie vient. Et elle tombait à torrents.
Et ce sera, si libèrent ... Et tout mouillé, trop.