Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Enc: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] VENDE-SE TUDO texto de Martha Medeiros



----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para: Grupo Luna & Amigos  Luna e Amigos MENSAGENS LUNA & AMIGOS  Mensagens Luna e Amigos Grupo Associação Interancional  Associacao Internacional Poetas del Mundo
Enviadas: Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2012 13:24
Assunto: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] VENDE-SE TUDO texto de Martha Medeiros

 

From: Moema
 
 
Vende-se Tudo
 
texto de Martha Medeiros
 
No mural do colégio da minha filha encontrei um cartaz escrito por uma mãe, avisando que estava vendendo tudo o que ela tinha em casa, pois a família voltaria a morar nos Estados Unidos. O cartaz dava o endereço do bazar e o horário de atendimento. Uma outra mãe, ao meu lado, comentou:
- Que coisa triste ter que vender tudo que se tem.
- Não é não, respondi, já passei por isso e é uma  lição de vida.
Morei uma época no Chile e, na hora de voltar ao Brasil, trouxe comigo apenas umas poucas gravuras, uns livros e uns tapetes. O resto vendi tudo, e por tudo entenda-se: fogão, camas, louça, liquidificador, sala de jantar, aparelho de som, tudo o que compõe uma casa.
Como eu não conhecia muita gente na cidade, meu marido anunciou o bazar no seu local de trabalho e esperamos sentados que alguém aparecesse. Sentados no chão. O sofá foi o primeiro que se foi. Às vezes o interfone tocava às 11 da noite e era alguém que tinha ouvido comentar que ali estava se vendendo uma estante. Eu convidava pra subir e em dez minutos negociávamos um belo desconto. Além disso, eu sempre dava um abridor de vinho ou um saleiro de brinde, e lá se iam meus móveis e minhas bugigangas.
Um troço maluco: estranhos entravam na minha casa e desfalcavam o meu lar, que a cada dia ficava mais nu. No penúltimo dia, ficamos só com o colchão no chão, a geladeira e a tevê. No último, só com o colchão, que o zelador comprou e, compreensivo, topou esperar a gente ir embora antes de buscar. Ganhou de brinde os travesseiros.
Guardo esses últimos dias no Chile como o momento da minha vida em que aprendi a irrelevância de quase tudo o que é material.
Nunca mais me apeguei a nada que não tivesse valor afetivo.
Deixei de lado o zelo excessivo por coisas que foram feitas apenas para se usar, e não para se amar. Hoje me desfaço com facilidade de objetos, enquanto que torna-se cada vez mais difícil me afastar de pessoas que são ou foram importantes, não importa o tempo que estiveram presentes na minha vida.
Desejo para essa mulher que está vendendo suas coisas para voltar aos Estados Unidos a mesma emoção que tive na minha última noite no Chile.
Dormimos no mesmo colchão, eu, meu marido e minha filha, que na época tinha 2 anos de idade. As roupas já estavam guardadas nas malas. Fazia muito frio. Ao acordarmos, uma vizinha simpática nos ofereceu o café da manhã, já que não tínhamos nem uma xícara em casa.
Fomos embora carregando apenas o que havíamos vivido, levando as emoções todas: nenhuma recordação foi vendida ou entregue como brinde.
Não pagamos excesso de bagagem e chegamos aqui com outro tipo de leveza:
"só possuímos na vida o que dela pudermos levar ao partir,"é melhor refletir e começar a trabalhar o DESAPEGO JÁ!
Não são as coisas que possuímos ou compramos que representam riqueza, plenitudee felicidade.
São os momentos especiais que não tem preço, as pessoas que estão próximas da gente e que nos amam, a saúde, os amigos que escolhemos, a nossa paz de espírito.
 
Felicidade não é o destino e sim a viagem
 
 
__._,_.___

Delasnieve Daspet
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
Yahoo! Grupos
.

__,_._,___


Enc: [Mensagens_LunaeAmigos] Sonhos são interpretados pelo cérebro como atividades reais



----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para: Grupo Luna & Amigos  Luna e Amigos MENSAGENS LUNA & AMIGOS  Mensagens Luna e Amigos Grupo Associação Interancional  Associacao Internacional Poetas del Mundo
Enviadas: Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2012 13:24
Assunto: [Mensagens_LunaeAmigos] Sonhos são interpretados pelo cérebro como atividades reais

 
 
----- Original Message -----

02/02/2012
 às 13:01 \ PESQUISA

Sonhos são interpretados pelo cérebro como atividades reais

(Foto: Thinkstock)
Título original: Dreamed Movement Elicits Activation in the Sensorimotor Cortex
Quem fez: Martin Dresler e Michael Czisch
Instituição: Instituto Max Planck, na Alemanha
Dados de amostragem: Seis pessoas treinadas para terem sonhos lúcidos
Resultado: Ações realizadas durante um sonho são interpretadas pelo cérebro como uma atividade executada enquanto se está acordado
Quando alguém sonha que está caindo, voando, dançando ou mergulhando a sensação é sempre real. O que os cientistas descobriram agora é que o cérebro responde a esses estímulos como se eles estivessem sendo executados enquanto uma pessoa está acordada. Segundo um estudo conduzido por Martin Dresler e Michael Czisch, neurocientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, áreas do cérebro que representam movimentos específicos são ativadas durante os sonhos.
Os pesquisadores utilizaram técnicas de imagens, como ressonância magnética, para "assistir" ao que os voluntários faziam durante o sono. Para conseguir avaliar esses estímulos ao longo da experiência, eles escolheram seis sonhadores lúcidos treinados, ou seja, pessoas que conseguem controlar suas ações nesse estado.
Dresler e Czisch escanearam os cérebros dos voluntários enquanto eles movimentavam as mãos esquerda e direita durante o sonho lúcido. Eles observaram, então, que o registro de atividade neural no córtex sensório-motor do cérebro estava diretamente interligado aos movimentos das mãos realizados no sonho. Em tese, o órgão reagiu ao estímulo como se a pessoa estivesse mexendo os membros enquanto acordada.
"O que a nossa pesquisa sugere é que os sonhos não são representados como cenas visuais, a exemplo do que ocorre quando assistimos a um filme. O ato de sonhar envolve o corpo como um todo", explica Dresler.
O estudo alemão foi publicado no periódico Current Biology e a expectativa dos neurocientistas é repetir os experimentos com outros sonhadores lúcidos. A ideia do grupo é tentar descobrir como o cérebro responde a sonhos que envolvam movimentos complexos, como andar, falar ou até mesmo voar.
- O que já se sabia sobre o assunto
Neurocientista Sidarta Ribeiro (Foto: Divulgação)
Para o neurocientista Sidarta Ribeiro, do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o estudo alemão é de grande importância para a comunidade. De acordo com Ribeiro, esta foi a primeira vez que um grupo de pesquisa conseguiu registrar através de imagens as atividades cerebrais durante o sonho. "É difícil uma pessoa conseguir dormir dentro de um aparelho de ressonância magnética para que possamos analisar sua atividade cerebral", afirmou o especialista. "Essa é uma das razões pela qual existem poucos estudos sobre o assunto publicados em todo o mundo."
Segundo o acadêmico, só o fato dos especialistas terem conseguido analisar o comportamento de um sonhador lúcido já representa um avanço científico. Essa ativação equivalente nos dois estados (sonhando e acordado) já foi testemunhada no sono, mas nunca comprovada durante os sonhos.
O que é um sonhador lúdico  - O brasileiro explica ainda que o sonho lúcido é uma situação na qual as pessoas têm total controle da situação. "Quase todo mundo já experimentou, especialmente pela manhã ou no cochilo da tarde", conta. "Poucas pessoas, contudo, conseguem intervir nas atividades realizadas durante esse estado, embora essa capacidade possa ser aprimorada a partir de treinos, como já acontece na yoga tibetana."
No futuro, prevê o especialista, será possível treinar uma atividade – jogar uma bolinha de papel no cesto de lixo, por exemplo – durante um sonho lúcido e perceber uma melhora significativa em sua execução quando acordado.
Especialista: Sidarta Ribeiro, professor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Envolvimento com o assunto: Considerado um dos mais importantes neurocientistas do Brasil, Ribeiro é PhD pela Universidade de Rockefeller e pós-doutor pela Universidade de Duke. Atua nos seguintes temas: sono, sonho e memória, entre outros.
- Conclusão
O estudo conduzido por Martin Dresler e Michael Czisch, na Alemanha, é importante para os cientistas, já que os ajuda a entender melhor o significado dos sonhos. Se no futuro for possível utilizar o sono para simular atividades que serão executadas quando acordados, estaremos vivendo a realidade proposta pelos irmãos Larry e Andy Wachowski no filme de ficção-científicaMatrix.
(Por Renata Honorato)


--
Cicero Melo

http://ciceromelo.blogspot.com
http://geracao80.nafoto.net
http://ciceromelo.zip.net

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
Endereço Virtual:

Delasnieve Miranda Daspet de Souza
Embaixadora Universal da Paz  - Genebra - Suiça
Embaixadora para o Brasil de Poetas del Mundo
www.delasnievedaspet.com.br   - UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
www.pantanalms.tur.br      -  UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
www.lunaeamigos.com.br  -  UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
http://www.delasnievedaspet.com.br/embaixadora_universal_da_paz.htm
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=600
http://br.egroups.com/group/LunaeAmigos
http://br.groups.yahoo.com/group/Mensagens_LunaeAmigos/
http://br.groups.yahoo.com/group/PoetasdelMundo_Brasil/
http://delasnievedaspet.blog.uol.com.br
http://forumdeculturams.delasnievedaspet.com.br/index.html
http://grupobrasilmostratuacara.blogspot.com/




.

__,_._,___