Caminho pelas Estrelas Follow by Email

domingo, 1 de janeiro de 2012

COSE DELLA VITA - 1993 - EROS RAMAZZOTTI official

Eros Ramazzotti - Il Tempo Tra Di Noi

Francis Lai Michel Legrand Serenade for Sarah

Michel Legrand - Un Parfum De Fin Du Monde

LES UNS ET LES AUTRES - DAD AND CO - GERALDINE CHAPLIN

LES UNS ET LES AUTRES - DAD AND CO - GERALDINE CHAPLIN

LES UNS ET LES AUTRES - UN PARFUN DE FIN DU MONDE - MANUEL GÉLIN & GERAL...

Retratos Da Vida (Bolero) ( Les Uns et les autres) trailer

Mireille Mathieu - Sous le ciel de Paris

Paris - Mireille Mathieu-La dernière valse

E então... Aqui vai, novamente, o meu muitíssimo obrigado! Por Odenir Ferro Escritor e Poeta

UM FELIZ E PRÓPERO ANO NOVO DE 2012! por Odenir Ferro, Rio Claro, Estado de São Paulo, Brasil, Mundo!

Para aquisição de Livros impressos ou na versão e-books,:
Por favor, cliquem em

ou então, no Idioma Português:


Se quiserem, acreditem! Mas, se não quiserem, eu não vou me importar...!
Mas, se quiserem, acreditem ou não, por vocês, o meu amor é imenso!
Muito embora, tão bem, eu já nem mais me importo e nem me importuno com isto!
Eu Amo e Pronto! Estou Vivo! E o que é importante, para mim, fazendo muito mais Artes do que somente
Respirar, comer, Comer, Dormir! E depois, Viver...! O importante é Viver respeitando e muito, Todos! Pois queiram ou não, somos iguais! E Deus, nem preciso falar novamente o que muitos disseram:
- DEUS É MMMMMMMMMMMMMMAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!Feliz Ano Novo que já é Agora: 2012!
Odenir Ferro
Escritor, Poeta,
Embaixador Universal da Paz

Enc: [Mensagens_LunaeAmigos] POESIAS - FINAL DE ANO DE ASSOCIADOS DE POETAS DEL MUNDO



----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para: Grupo Associação Interancional Associacao Internacional Poetas del Mundo; SP Consules Poetas del Mundo;  MG Consules Poetas del Mundo; RS RS consules poetas del mundo; SC SC Consules Poetas del Mundo; RJ Consules poetas del Mundo RJ
Cc: MENSAGENS LUNA & AMIGOS
Enviadas: Sábado, 31 de Dezembro de 2011 23:43
Assunto: [Mensagens_LunaeAmigos] POESIAS - FINAL DE ANO DE ASSOCIADOS DE POETAS DEL MUNDO

 

 

Balada para o novo ano

Fica distante o sonho...
quase impossível vivê-lo
mas há a esperança
a cantá-lo, a dizer-nos:
ainda é hora!
E o tempo não pára...
a manivela incessante
em seu desfiar constante...
 
 
Ao tom dolente da alma
vive-se o ano que chega...
Ano Novo! Vida Nova!
Quanta magia ele traz!
Parece (de novo!) verdade:
com ele tudo vem novo...
olhares, cores, amores
e uma nova canção!
 
Que a mim me baste a PAZ!
Só ela já feliz me faz!
Me  tira a melancolia
refaz a minha alegria!
Que a todos - a luz,
os céus, tantas flores -
cheguem com mil fulgores
nas bênçãos de nosso Jesus!
 
Lígia Antunes Leivas
 
 
 
Mariano P. Sousa

Curvas da vida

Amores de repente se vão
em momentos que são,
pontos negros em nossas vidas.
Sabores que amargam e apagam,
doçura onde o coração mergulhava,
em taças de paixões renascidas.
Assim a vida se alterna
e os corações, já não são maleáveis
resistem a certas paixões.
É azedo um amor superficial,
é inseguro um romance casual
e é doce concedermos perdões.
A volta nos mostra a diferença,
que juntos não percebemos.
Precisa-se de distância para enxergar,
Como esse menino cresceu!
- Como você rejuvenesceu!
- Como era doce se amar.
De pedra, cimento...se constrói uma casa,
de atitude se constrói um ambiente,
como exemplo é melhor fazer.
Nossos atos são nossas asas
e dão distância aos nossos v�?os,
devemos ser antes de ter.
 
RECEITA DE ANO NOVO
Um traço, um pedaço, um espaço
Um laço, compasso, um abraço
Solidariedade que espanta dificuldade
Muita amizade, que atrai felicidade
Um sorriso de confiança
Sempre luta, batuta e esperança
Cuidar bem dos nossos animais
Esperar o barco atracar no cais
Muita chuva, muita uva e muito sol
Diversas ações, emoções, em prol
Que não nos falte uma refeição
Trabalho e alegria no coração
A família sempre toda reunida
Uma criança sorrindo e bem nutrida
Cores, amores e flores
Sabor, calor e esplendores
Uma reza, que embeleza, uma luz
Para renovar nossa fé que conduz
Ao caminho que nos eleva a Jesus!
18dez2011/DidiCordeiro

 
 
 
 
FELIZ  AÑO NUEVO 2012


F iesta de fin de año celebramos
E ntre parientes, familia y amistades, todos reunidos
L o mejor de la vida se desea
I  nteractuando, disfrutamos con gusto y alegría
Z amba, salsa, norteño y todo ritmo de baile ameniza la fiesta.


A brazos se reparten para despedir año y darle la bienvenida al nuevo
Ñ añara (pereza) no existe en dicho festejo
O tra vez existe la posibilidad de mejores oportunidades.


N uevas expectativas de vida; salud, amor y dinero
U n grito de alegría es común en este día
E speranza abriga el corazón de cada ser
V entura se espera que abrace a la humanidad
O portunidad para reencontrarse y ser mejor.

Muchas Felicidades para todos en este 2012,
gracias por todo y que Dios les Bendiga.

Carlos M. Valenzuela Quintanar


 
 
LUZENTES IDEAIS (Poetas del mundo)
 
Partindo pela trilha da poesia
O mundo augurará felicidade
E os homens viverão na liberdade
Tirada de angular filosofia...
A nobre inspiração de cada dia
Sustenta intensa força de vontade:
Devemos cultivar nossa entidade,
Em busca da auspiciosa sinergia.
Luzentes ideais esperançosos,
Mui breve darão frutos proveitosos,
Unindo-nos em torno da cultura.
Na paz e nos amores, as conquistas
Dos bardos do planeta serão vistas
Obreiras, numa messe sem mesura.
 
Soneto 4856 – Jorge Tannuri – 16 de junho de 2010.
 
 
 
POETAS DEL MUNDO – Paraná
( dedicado a Lucy Salete Bortolini Navarro)
(*luizcarloslemefranco*)
 
Grupo Poetas del Mundo
é arcádia de valor.
Todos aqui vamos fundo
Pois poesias é o motor.
 
Para Poetas del Mundo,
 Siomara, com afinco
tem ajuda do Raimundo,
Rosângela com mais cinco;
 
Marilda, Frigeri, Franco,
Élisson, Feldman, Celito
Delasnieve no banco,
fazem um governo bonito,
 
Pra trabalhar na poesia,
divulgar, ler e fazer,
escrever  a cada dia
por profissão e lazer.
 
Viva o grupo sempre unido.
Com amizade e fervor,
Vão trabalhar reunidos
.mostrando todo o  vigor.
 
 
 
 
 
ANO VELHO
 
Está morrendo o ano velho,
Levando alegrias de uns,
E tristezas de outros também.
 
Que o novo ano que se aproxima,
Seja um ano feliz para toda a humanidade,
Que haja igualdade e muita paz também.
 
Que os ricos de hoje, lembrem-se dos pobres,
Que sofrem e choram,
Por não poderem dar aos seus filhos,
Uma xícara de café e um pedaço de pão.
Que o Deus de amor e estrema bondade,
Desses pobres coitados tenha compaixão.
 
Oh Deus! Ilumine a mente de todos os governantes do nosso planeta,
Colocai em suas mentes a tua doutrina,
De paz, caridade e amor.
 
Façais que da mesma, eles não esqueçam,
Não só para o bem deles,
Mas para o nosso também,
Rogamos ao PAI de eterna bondade,
Que a todos protege e a todos quer bem.
 
 
Vivaldo Terres
 
 
ONDE ANDA A PAZ ?
     
      **luizcarloslemefranco**
 
 
Olho aqui, olho ali,
pra fora, pra cima.
Nada consigo ver. Droga !
          Olho pra baixo
           pro lado, pro mundo.:
           nada enxergo.
                               Olho pra mim,
                                pra ti e pra ele.
                                O que vejo ?
Nada.
Nada em ninguém,
nada em lado nenhum.
O quê
alguém procurando
e mirando,
consegue perceber,
consegue enxergar,
consegue ver
neste mundo
sem nada,
neste mundo vazio ?
        Apenas vê guerra,
         Peste, doença e desamor?        
         Eu não  quero ver. Nem sentir.
                                 Deus meu, onde
                                 o mundo bom,                             
                                  o mundo prometido?
É este ?
         Quero saber, ó Deus,
          quero ver.
          Quero enxergar.
           Quero sentir.
                                Basta sentir-me?
                                Sentir o que sou?
                                 O que desejo ser?    
 
Quero sentir ternura,
amor,
conforto, humanidade,
PAZ !
           Onde hei de conseguir ?
            ? ? ?
            
 


 
 
 


VIDAS DESABITADAS
 
 
É com raiva que acabo este cigarro,
Pequena ponta de luz a me aquecer!
Alojado sob estrelas, me encolho,
Por estas pedras de calçada polida,
Sob esta chuva em rua já sombria,
Deserta de tanta gente a se entrever,
Que ainda me deixa reparar no fumo,
De cada chaminé, por calor alugadas,
Nuvens quentes, que se adensam,
Acinzentando os céus em desenhos,
Que se esfumam e juntam à nostalgia,   
De cada porta e janelas já cerradas,
Onde se escondem destas solidões…
Perdendo-se na obscuridade do dia;
De gente, reunida em jantarada,
Roda de fogão aceso, brasa de lume!
Afastando as almas perdidas cá fora,
Que  procuram  entrada numa rua,
Numa braseira de calor já em cinza,
Num bocado de pão mesmo com bolor,
Numa cama a que possam chamar sua!
Num abraço de afago que se pressinta,
E numa lágrima que seque e presuma,
Ser apenas da chuva, que dantes caía!
 
                                                               Fernanda Ferreira (dedicado aos sem abrigo) 
 
 
 
 


AO ENTARDECER...
© Soaroir Maria de Campos

o universo pára ao entardecer
maritacas se refugiam em qualquer lugar
os cães adormecem enroscados à cauda
a dormideira se prepara para a segunda-feira

o universo pára ao entardecer
jovens ansiando pelo novo sol
velhos cabeceando seu crepúsculo
padres orando por suas almas

o universo pára ao entardecer
para a rolinha retornar ao ninho
as naus vergarem seus mastros
o âmago encerrar-se em claustros

o universo pára ao entardecer...
ante a paleta do Divino.

São Paulo/SP-Br - Out.30/2007
 
HOLA:
  UN ABRAZO GRANDE PARA TI Y ESTOS PENSAMIENTOS QUE ME ENVIÓ UNA AMIGA Y ME AGRADARON.

OJALÁ TE GUSTEN. QUÉ PASES UNA LINDA TEMPORADA DE FIESTAS Y QUÉ EL PRÓXIMO AÑO TE DEPARE MUCHAS ALEGRÍAS, SALUD Y TRABAJO.

MARISA TREJO SIRVENT
 
Señor:
Quisiera
armar en estos
días
un árbol dentro de mi
corazón
y colgar en lugar de regalos
los nombres
de todos mis amigos.  Los de cerca
y los de lejos.  Los de siempre y los de
ahora.
Los que veo cada día, y los que raramente
encuentro,
los de siempre recordados, y los que a veces se me
olvidan
los constantes y los inconstantes.  Los de las horas
difíciles, y los de las horas alegres.  A los que sin querer
herí, sin querer me hirieron.  Aquellos a quienes conozco
profundamente, y aquellos a quienes conozco apenas por sus
apariencias.
Los que me deben, y a quienes debo mucho. Mis amigos humildes
y mis amigos importantes.  Los nombro a todos y a los que pasaron
por mi vida.
Un árbol de raíces profundas para que sus nombres nunca sean arrancados
de mi corazón, y que al florecer el año próximo traiga esperanza, amor y paz,
y en la Navidad, Señor, nos podamos encontrar para compartir uvas de
esperanza
poniendo un poco
de felicidad en aquellos
que todo lo han perdido
Feliz Navidad
 
 
Se feliz...
 
Disfruten la vida




Sempre imaginei a vida como uma singular e mágica fruta de variados sabores.
Tempos há que ela se nos oferece seguidamente o mesmo sabor, igual e sem graça, na rotina dos nossos dias
Noutros, quando lambuzamos-nos de felicidade, é doce como mel. Noutros ácida e azeda, quando não estamos bem E noutros amarga como fel, quando a dor faz-nos companhia.
Às vezes achamos que o ano vindouro será apenas mais outro, igual ou similar a tantos que passaram e apenas mudará nos casos fortuitos que com certeza nos atingirão, externos à nossa vontade.
Sim, afirmo que é o que realmente vai acontecer se nos quedarmos quietos. Teremos apenas os "sabores surpresas" que a "fruta" da vida por certo há de oferecer-nos. 
Mas, é certo também que poderemos mudar um pouco este sabor se a ela acrescentarmos os "temperos" que dispomos à mão, cujos estão embalados, envidrados dentro da nossa livre iniciativa e vontade. Usando-os, poderemos fazê-la e torná-la um pouco mais ao nosso gosto, mais palatável e digerível.
O bom desta fruta é que ela aceita que assim o façamos. E vai mais longe sua boa permissividade. O tempero nela colocado trará vantagens gustativas no próximo, no outro ano, no outro e assim por diante. Poderemos não conseguir o desejado, contudo, ao menos, não nos culparemos, pois nos desvelamos em dar-lhe melhor gosto, ainda que pouco conseguido.
Essa postura frente aos doze meses que se iniciam depende única e tão somente da nossa iniciativa, não da dos outros. Deixemos então de lado a preguiça, o comodismo e a contemplação do passar dos dias. "Arregacemos as mangas" e vamos pôr, "mãos a obra". Esforcemos-nos em pensar, ter iniciativa e ânimo para criar atitudes e ações boas e válidas, aplicando-as em nosso futuro. Colaboremos o máximo no todo possível naquilo que é nosso. Colaboremos também com o próximo no "tempero" dos seus dias. Sejamos ainda mais extensivos; podemos ir mais longe!  Colaboremos também com o "tempero" da nossa família, amigos, serviços, sociedade, cidades do Brasil e do mundo enfim. Façamos as nossas vezes, a nossa parte, tornando o possível bom e ótimo. Sejamos uma fonte essencial na distribuição do tempero da fruta da vida.
É certo que, na colaboração individual de cada um, o mínimo conseguido no particular, trará em conseqüência sem que nos demos conta, o progresso do sabor do todo. Teremos família, amigos, pessoas, locais de trabalho, cidades, Municípios, Estados, Pátria e humanidade, muito melhores. 
Portanto vamos lá!  heia!!! Upa!!! Força!!! Levantemo-nos e comecemos agora a realização deste plano, vez que, e eis, que um novo tempo amanhã vai bater à sua, à nossa porta!
Desejo de coração, um grande, feliz, enorme, produtivo, maravilhoso, sem igual e muito SABOROSO, ANO NOVO para todos!!!
Athos de Alexandria 31/12/2011.

 
 
ANO NOVO
 
       Teresinka Pereira
 
Para quem e' feliz
os anos passam depressa
 
Para quem esta' preso ou refugiado
o tempo custa a passar
 
Para quem espera um milagre
o tempo nao passa.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eterna passagem do tempo

A alegria é uma dinastia
Dos valentes que incorporam
Sonhos e desejos reprisados,
Alguns até repatriados,
De antigas expectativas
Ou de sofridas comemorações.
 
O novo ano não é, de fato,
O ovo posto em pé, sobre
As incúrias das imputações,
Nem a despeito de muitos
Terem arranjado novidades
Para sair nos carnavais.
 
A felicidade, talvez ninguém saiba,
Enumera o que deu certo
E enfuna velas na direção
Do mar aberto, de corações cobertos
Da cândida esperança tão mortal,
A fim de não haver engano.
 
Hoje acaba como começou,
Com rostos na janela,
Pés cruzando asfaltos,
Um sentimento encontrado por aí,
De risos e abraços ritmados,
Na eterna passagem do tempo.
            Daladier Carlos
          31 dezembro, 2011
 
 
 
 
E no Ano Novo, o vento trará um poema escrito assim,
Em diversas línguas: Somos índios, Somos brancos, Somos negros todos irmãos!
E o vento trará Notícias de um povo contente
onde os meninos crescem e não morrem de fome (quase todos os dias...)
Então fabricaremos o pão e habitaremos em moradas dignas,
A poesia será impressa outra vez
todos os dias como sustento da alma
E os girassóis florescerão entre o milho
Sem disputas - aguardando o mesmo sol e a mesma chuva...
E crescendo sobre a mesma terra
- Assim como nós!
Sandra de Andrade
 
 

 
 
O VELHO DÁ LUGAR AO NOVO
 
O Ano Novo é sempre lindo, nos renova  a esperança.
Com a alma comovida, a gente vira criança.
Cantamos lindas cantigas, meia-noite de Natal,
Esperar Jesus nascer, que momento especial!
 
Esquecer mágoas sentidas, perdoar de coração,
E até com humildade, sabermos pedir perdão.
É assim à cada ano -  sentimos que o amor nos toca.
Um novo mundo aqui dentro, parece que Deus coloca.
 
Emoção, abraço, e o pranto, deixa os olhos marejados.
O Novo Ano que nasce, nos deixa sempre animados.
Primeiro dia do ano, energia renovada,
Sentimos um novo alento, ao botar o pé na estrada.
 
Tão fora do nosso alcance, o que então nos parecia,
Começa a fazer sentido, quando nasce o novo dia.
Em Sua sabedoria, fez tão certo o Criador,
Ano morre, ano nasce, morre o ódio, nasce o amor!
 

Mírian Warttusch
 
 
 
 
 
 
 
"Ano vai... ano vem..."
lisieux
 
Daqui a poucas horas, mais um ano vai começar. E eu fico aqui pensando em que este acontecimento muda as nossas vidas. Na verdade, finda-se um período de 365 dias e outro começa, exatamente igual. Com chuvas de verão, enchentes e desabamentos, com trânsito complicado, acidentes e mortes nas rodovias, com bebida rolando solta, acarretando brigas e mortes, com gastos demasiados que vão ser pagos (ou não!) durante todo o ano que começa...
Gente mascarada fingindo ser feliz; gente assumidamente triste e solitária chorando pelos cantos; fogos de artifício trazendo luzes totalmente artificiais a existências que tentam, a todo custo, preencher o vazio que as rodeia, cercando-se de gente que, muitas vezes, nem fazem parte do seu dia a dia.
Eu fico pensando que, a partir da meia-noite de hoje, entramos novamente num ciclo de trabalho, correria, atropelos, indelicadeza, desamor. Hoje, somente hoje, vestimos a fantasia de pessoas solidárias (quando, na verdade, somos solitárias), preocupadas umas com as outras (quando, de fato, só queremos, o ano todo, levar vantagem em tudo); fingimos que somos felizes e realizadas quando temos tantos projetos deixados de lado anos a fio que, no fundo, não passamos de criaturas frustradas e infelizes. Algumas vezes, é certo, conseguimos realizar um sonho, temos um momento de extrema realização e alegria... mas esses momentos são tão raros que ficam perdidos na contabilidade do tempo.
Enfim... é mais um ano que chega, exatamente igual a todos os outros.
Mas, felizmente, ainda temos motivo para comemorar. Porque, apesar de todo o pessimismo que eu possa ter passado nas linhas anteriores, o ser humano é movido por esperança. E, a cada começo de uma etapa, a cada ciclo que se reinicia, existe a possibilidade de mudança, de uma virada espetacular como um gol aos 45 minutos do segundo tempo.
Portanto, vamos comemorar sim! Vamos acreditar que 2012 possa trazer algo de novo, algo de realmente bom, algo que mude a história da Humanidade, ou simplesmente, a história singular de cada um de nós.
Afinal de contas existe acima de nós um Deus que pode fazer novas todas as coisas.
Acredite, espere, sonhe... realize! 2012 pode ser o melhor ano de nossas vidas!
 
                                        Deus abençoe vocês!
 
 
 
 
PALAVRAS AFÁVEIS


Tenhas mais um ano pela sua frente realize seus sonhos, preserve sempre o bem, a paz, a tolerância, a diversidade de opiniões, encontre a paz dentro de ti, somente assim teremos no mundo a nossa vitória sobre os que pregam o mal mesmo usando de doces e afáveis palavras.
A vida começa todos os dias, quando acordamos vemos o Sol ou a Lua e quando em nossos sonhos visitamos o paraíso.
Tenhas Paz!
Dia Mundial da Paz 1º de Janeiro
Janeiro de 2012

Aparecido Donizetti Hernandez
Marcas Poéticas/Poetas del Mundo
 
 
 
 
 
O amor será sempre a lei que regerá a nossa esperança!

["A metáfora é a guardiã da realidade." By Adélia Prado]

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Desde que não faltem alimentos nas mesas vizinhas!
Desde que não existam crianças vivendo na lama!
Desde que o perdão não seja a bola da vez!
Desde que pululem auroras sobre todas as vinhas!

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Desde que a mansidão dos fracos
não se deixe moldar pela petulância dos fortes!
Desde que a ilusão dos ricos 
não se transforme em desesperança aos pobres!
Desde que o coração humano faça brilhar na terra
a luz que abolirá a iniqüidade!
Desde que o homem ideal 
não seja o super-homem irreal
de todos os ritos!

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Desde que o grão da vida não copule a amizade desdita!
Desde que as pessoas não se envergonhem das belas rosas do charco!
Desde que as orquídeas selvagens transcendam as flores da maldade!
Desde que o pão da vida não seja o pão da discórdia,
razão pelo qual o homem 
ainda se rouba e se mata!

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Desde que o sol de Dezembro
seja bem maior que todas as nossas tristezas!
Desde que o céu de Belém
seja mais claro que todas as nossas incertezas!
Desde que a brancura da vida
seja a coroa da nossa eterna humildade!
Desde que o amor da roseira
seja bem maior que o amor em pedaços!

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Desde que a misericórdia divina
possa nos presentear a eterna felicidade
que ainda acreditamos existir...
Porque de agora em diante o amor será sempre a Lei 
que regerá a nossa esperança!

Feliz Natal!
Feliz Ano Novo!

Feliz novo mundo!... 
Feliz tudo!...
Feliz amizade! ...
Feliz agora!...
Salve a vindoura justiça!...
Salve a perfeita liberdade...
Salve o amor que nos une!...
 

2012 de Paz e Prosperidade!

Benjamin C. Franklin
 
 
 
 
 
 
 
¡¡Feliz año 2012!!
 
Es mi deseo para todos vosotros, queridos amigos de más allá de los océanos; de las tierras lejanas y cercanas continentales; de nuestra querida España;
de nuestra entrañable Úbeda.
Un fraternal abrazo
con mi brindis lleno de alegría y cariño.
 
María Sánchez Fernández
                         
 
 
 
__._,_.___
Endereço Virtual:

Delasnieve Miranda Daspet de Souza
Embaixadora Universal da Paz  - Genebra - Suiça
Embaixadora para o Brasil de Poetas del Mundo
www.delasnievedaspet.com.br   - UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
www.pantanalms.tur.br      -  UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
www.lunaeamigos.com.br  -  UNESCO  WORLD POETRY DIRECTORY 
http://www.delasnievedaspet.com.br/embaixadora_universal_da_paz.htm
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=600
http://br.egroups.com/group/LunaeAmigos
http://br.groups.yahoo.com/group/Mensagens_LunaeAmigos/
http://br.groups.yahoo.com/group/PoetasdelMundo_Brasil/
http://delasnievedaspet.blog.uol.com.br
http://forumdeculturams.delasnievedaspet.com.br/index.html
http://grupobrasilmostratuacara.blogspot.com/




Yahoo! Grupos
.

__,_._,___