Caminho pelas Estrelas Follow by Email

terça-feira, 24 de julho de 2012

Enc: Poema FAZ UM ANO, de Tito Olívio



----- Mensagem encaminhada -----
De: Tito Olivio
Para: Tito Olivio
Enviadas: Terça-feira, 24 de Julho de 2012 15:38
Assunto: Poema FAZ UM ANO, de Tito Olívio

 
 
 
 
FAZ UM ANO
 
 
Está fazendo um ano que te vi
E não tinham as aves emigrado,
Mas tu, porém, vestida de rubi,
Voaste para um sítio ignorado.
Quiseste emigrar e eu fiquei aqui,
Atónito, infeliz, desesperado.
As aves vão pró sul, mas sempre voltam,
Aqui, só meus poemas que se soltam.
 
Está fazendo um ano e teu amor
Perdeu-se nos confins do firmamento,
Esquecido talvez daquele ardor
Que punha em festival cada momento.
Em sonhos inda sinto o teu calor
E acordo a suspirar o meu lamento.
Imaginar-te quase não consigo
Na triste solidão do meu abrigo.
 
Está fazendo um ano e a saudade
Criou fundas raízes no quintal.
Tivesse eu um cavalo de verdade,
Montava lá no céu esse animal
E o meu vulto a brilhar na claridade
Pudesses vê-lo e eu ver-te afinal.
Sei que, sem ti, a vida não tem graça,
Mas vou só esperar… não sei que faça.
 
 
Faro, 19-07-2012              01h25
Tito Olívio