Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sábado, 15 de outubro de 2011

[linguagens e versos] ganhei uma festa pelo dia do professor, presente...

Geralda Efigênia Macedo publicado em linguagens e versos.
ganhei uma festa pelo dia do professor,...
Geralda Efigênia Macedo 15 de outubro de 2011 19:36
ganhei uma festa pelo dia do professor, presente dos meus alunos e alunas, com direito a bolo , presentes, sarauzinho esperto e tudo, adorei.

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.

[linguagens e versos] Retorno de comemorações do dia do Professor/a....

Fátima Cardoso Cardoso publicado em linguagens e versos.
Retorno de comemorações do dia do Professor/a....
Fátima Cardoso Cardoso 15 de outubro de 2011 17:58
Retorno de comemorações do dia do Professor/a. Inicie em Lages eita que povo alegre e feliz. Bjs e abs a todas /os as/os professoras/res.

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.

Poema: Corpos amantes, almas ciganas Autor: Odenir Ferro / O Melhor da Poesia Brasileira / Poemas Inesquecíveis de Odenir Ferro

Poema: Corpos amantes, almas Ciganas

Autor: Odenir Ferro


Eu pensei em escrever um poema e que fosse

O mais verdadeiro, o mais sincero de todos

Extraído dos argumentos intensos, do nosso

Grande amor: - Narrando nele, o nosso sonhar!

Quis o mais lindo poema que fosse dos meus,

Descrevendo nele, a nossa realidade de amar:


- "Eu quis descrever-nos nesses meus versos,

Muito embora a distância causou-me miopia

E sua vida cada vez mais ausente da minha,

Deixou nas minhas memórias esse nu etéreo

Que obstruiu o canal das nossas sintonias...


Destruiu os espaços das nossas sinfonias,

Construídas na valsa dos nossos dançantes

Corpos amantes, sempre viajantes nos sons

Saídos da força das nossas almas ciganas!


Tão ciganas, por acolher dentro do íntimo

Tão nosso, no belo sublime cortejo eterno

Etéreo, das nossas danças cativas, ativas

Latinas, desse nosso sempre nosso, amor!"


- "Amor que nos atraiu, nos distraiu e fugiu

Na abstração descolorada da nuvem errante.

Voltou, intensificou-nos, marcou nos então,

A fundo dentro do mais profundo do adorado

Estado de imersão no oceano de nós, em nós

Mesmos, quando nos espelhamos, nas belezas


Encontradas nesse caminho tão esplendido,

Que nos atraiu cada vez mais, pra dentro

Dos nossos egos; quando então aos poucos

Fomos sendo tragados pelas correntezas

Do tempo, do silêncio, dos pensamentos

Depositados nos nós desses sentimentos!"

[linguagens e versos] Logo mais na frente do Palácio da Cultura...

Logo mais na frente do Palácio da Cultura...
Janeayre Souto 15 de outubro de 2011 15:30
Logo mais na frente do Palácio da Cultura acontecerá a final do MPBeco, estarei indo com certeceza, para assistir cidadão isntigado

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.

[linguagens e versos] Queridos amigos, o meu microconto, "Neste...

Queridos amigos, o meu microconto, "Neste...
Dias Campos 15 de outubro de 2011 10:38
Queridos amigos, o meu microconto, "Neste átimo...", foi publicado pela Revista Varal do Basil, n. 12, p. 34, nov./11. Passa lá! O site é www.varaldobrasil.com ; www.coracional.com ; e www.livrariavaral.com
Abços.

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.
 


----- Mensagem encaminhada -----
De: Cercle Univ. Ambassadeurs de la Paix
Para:
Enviadas: Sábado, 15 de Outubro de 2011 4:37
Assunto: Fw: Sofre r Souffrir Suffer Sufrir

 de notre ambassadrice DELASNIEVE DASPET BRESIL
                         votre indulgence pour les traductions merci !
 
                                           
                                                                             
       
 
Sofrer
 
O humano é a soma de suas contradições.
Cultivamos o sofrimento
Desde a Grécia antiga.
É uma síndrome.
.
Porque ter de penar para ser feliz?
Quem nos confirma que o premio para tanto sofrer
É de fato a eternidade?!
Esta máxima não deve ser incorporada.
Não devemos ter medo da felicidade.
.
Não tenho medo de ser feliz.

Gosto de pensar que minha luta tem sentido.
Que me harmonizo comigo.
Que tenho equilíbrio e paz!
.
A felicidade não se encontra em supermercado.
Não se vende por metro.
Mas é um bem atingível e ponderável!
.
Melhor perder pelo dito  
Do que pelo não dito.
Viver com brilho intenso,
Mesmo que pouco!
.
Pensando nisso, resolvo - pois,
Abandonar o vazio que me cobre a alma,
Já que sou eu em duas  
Ou duas em mim!
.
Uma face oculta que me subverte!
Outra que me entrega.
Uma que sofre, outra que ri!
Uma que dá, outra que toma!
Uma que sopra, outra que apaga!
.
Vou já verificar-me
Na dualidade que me domina,
Não vou durar uma eternidade buscando-me!
 
Souffrir.
L'humain est l'addition de ses contractions.
Cultivant la souffrance
 Depuis la Grèce ancienne.
 C'est un syndrome. 
. Pourquoi se punir pour être heureux ?
 Qui confirme  le prix pour de telle  souffrance 
C'est en fait l'éternité ? ! 
Cette maxime ne doit pas être incorporée.
Nous ne devons pas avoir peur du bonheur. 
. Je n'ai pas peur d'être heureuse.
 J'aime à penser que ma lutte est dénuée de sens. 
Que je m'harmonise avec moi 
 j'ai l'équilibre et  la paix !
 Le bonheur ne se trouve pas dans les supermarchés.
ne se vend pas au mètre. 
Mais c'est un bien accessible et considéré !
 Mieux vaut le perdre en cette seconde 
 Que par le non dit.
 Vivre avec une luminosité intense,
 Même trés petite !
 En pensant à ce sujet j'ai décidé ,
 D'abandonner le vide qui m'a chargé l'âme,
Depuis je suis en deux
 Ou deux en moi ! 
Une face occulte qui me bouleverse !
 L'autre m'entrave.
Une qui souffre, l'autre qui rit !
 Un don celui qui prend !
 Un qui souffle, l'autre efface ! 
. Je vais déjà vérifier  
Dans la dualité qui me domine, 
Je ne vais pas durer éternellement à me chercher ! 
 
Suffer.
 human is  addition of its contractions.
Cultivating suffering
 From old Greece.
 It is a syndrome. 
Why punish itself to be happy?
 Who confirms the price for such a suffering
 It is in fact  eternity? ! 
This maxim should not be incorpored.
 We should not be afraid of happiness.
I am not afraid  to be happy. 
I like to think that my fight is stripped of direction.
 That I harmonize with me .
I have  balance and peace!
 Happiness is not in the supermarkets.
is not sold with the meter.
 But it is a good accessible and considered!
 Better is worth to lose it in this second 
That by nonthe dit.
To live with an intense luminosity, 
Even very small!
 While thinking on this subject I decided,
 to give up the vacuum which charged; heart,
 Since I am in two 
Or two in me!
A face occults which upsets me!
 other entrave.
One which suffers, other which laughs!
A gift that which takes!
 One which blows, other erases! 
 I already will check
 In the duality which dominates me, 
I will not eternally last to seek itself! 
 
Suffrir.
 humano es adición de sus contractions.
Cultivar el sufrimiento
 Desde la Grecia antigua.
 es un síndrome.
 ¿Por qué castigarse para para ser feliz?
Quién confirma el precio para tal sufrimiento
es en realidad ¿eternidad? ¡! 
Este maxime no debe ser incorporadad
No debemos tener miedo de la felicidad. 
Yo  tenga miedo ser feliz. 
guste a pensar que mi lucha se priva de sentido. 
Que yo armonice con mi .
tenga  ¡equilibrio y la paz! .
La felicidad no se encuentra en los supermarchetos.
no se vende al metro.
 Pero  ¡es un bien accesible y en cuestión!
Es mejor perderlo en este segundo 
Que por el no dit.
Vivir con una luminosidad intensa, 
¡Incluso muy pequeña!
Pensando a este respecto  decidieron,
abandonar el vacío que encargó alma, 
desde estoy en del
 ¡O dos en mi! 
 ¡Una cara oculta que me trastorna! 
 otro entrave. que sufre, ¡otro que se ree!
 ¡Una subvención aquél que toma! 
Un que sopla,  ¡otro borrador!
Ya voy a comprobar
 En la dualidad que me domina,
¡No voy a durar eternamente a buscarme!
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&


IMage of the Day Gallery / NASA / Posted by Odennyr Ferro

SEEING RED

[linguagens e versos] Novo link

Ceicinha Câmara 15 de outubro de 2011 06:57
NOTÍCIAS DA LUSOFONIA: I MOSTRA DE ARTES VISUAIS DE CEARÁ-MIRIM/RN-BRASIL
nlusofonia.blogspot.com
LUSOFONIA é o conjunto de identidades culturais existentes em países falantes da língua portuguesa, ...

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.

[linguagens e versos] Novo link

Ceicinha Câmara 15 de outubro de 2011 06:55
NOTÍCIAS DA LUSOFONIA: 15 DE OUTUBRO DIA DO PROFESSOR NO BRASIL - HOMENAGEM DO PATATIVA DO ASSARÉ/CE
nlusofonia.blogspot.com
LUSOFONIA é o conjunto de identidades culturais existentes em países falantes da língua portuguesa, ...

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.

[linguagens e versos] Novo link

Ceicinha Câmara 15 de outubro de 2011 05:36
NOTÍCIAS DA LUSOFONIA: Lançamento do livro MILAGREIRA, da poeta IARA MARIA CARVALHO, de Currais Novo
nlusofonia.blogspot.com
LUSOFONIA é o conjunto de identidades culturais existentes em países falantes da língua portuguesa, ...

Ver publicação no Facebook · Editar configurações de e-mail · Responda a este e-mail para adicionar um comentário.