Caminho pelas Estrelas Follow by Email

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Art of the Day Gallery

JAN VAN EYCK:

The Ghent altarpiece (opened)

oil on panel, 1432

Saint Bavo Cathedral, Ghent












LIVRO DE FOTOGRAFIAS, COMEMORATIVO AOS DEZ ANOS DE CULTURA NACIONAL/ posted by Odenir Ferro






























Enc: [PoetasdelMundo_Brasil] Maria Santos Loussa



--- Em ter, 14/6/11, poetasdelmundobrasil

poetasdelmundobrasil

 escreveu:


De: poetasdelmundobrasil

Assunto: [PoetasdelMundo_Brasil] Maria Santos Loussa
Para: "PoetasdelMundoBrasil"

Data: Terça-feira, 14 de Junho de 2011, 17:51

 
 
----- Original Message -----
From:  

OUVINDO O SILÊNCIO

 

                                              "O homem arruína mais as coisas com as

                                               palavras do que com o silêncio."
                                                                            (Mahatma Gandhi)

                                              "As mais lindas palavras de amor são ditas

                                               no silêncio de um olhar."
                                                                            (Leonardo da Vinci)

                                              "O silêncio é um dos argumentos mais

                                               difíceis de rebater." (Josh Billings)

 

  

    O silêncio também fala e como é forte o efeito de sua voz!

    Pode ser expresso com simplicidade, de forma lenta e também rápida, mas com demonstração de força. A própria natureza nos ensina que tudo nela acontece envolvido no silêncio. O Sol nasce e se põe em profunda quietude; move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela sem a quebrar. As flores são acariciadas sem serem feridas, e beija as faces de uma criança adormecida sem acordá-la. Nela vamos encontrar lições preciosas a nos dizer que o verdadeiro poder anda de mãos dadas com a quietude.

Os astros descrevem as suas órbitas com estupenda velocidade pelas vias inexploradas do cosmos, sem sinais da presença de ruídos.

A luz, a vida e o espírito, os maiores poderes do universo, atuam com suavidade. Aprendemos que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor que muito falar...

Deus, que é o supremo poder, age com tamanha quietude que a maioria dos homens nem percebem a Sua ação.

Essa poderosa força, na qual estamos todos mergulhados, mantém o Universo em movimento, faz pulsar o coração dos pássaros, dos bandidos e dos homens de bem, na mais perfeita leveza.

Até mesmo a morte, chega de mansinho e, como hábil cirurgiã, rompe os laços que prendem a alma ao corpo, libertando-a do cativeiro físico.

    Desde criança todos ouvem os mais experientes usarem várias citações:

    "Ouve, vê e cala, viverás vida folgada, teus vizinhos louvarão".

    " Em boca fechada não entra mosca".

    "Falar é prata e calar é ouro".

    Entende-se que há uma apologia ao silêncio, como medida preventiva de cuidados para se evitar dissabores.

    Sabendo cultivar a técnica do silêncio, aprende-se uma série de coisas que só fazem bem nas diversas formas de relacionamento, entre elas, vejamos:

·        ouvir os sons interiores da sua alma e evitar situações de desafetos, como provocações e reclamações vazias e sem sentido;

·        respeitar a sua vida e a dos outros, valorizando as qualidades e enxergando o que ainda não se descobriu;

·        com o silêncio aprendemos qual o momento oportuno para falar, agir e tomar decisões de forma coerente;

·        quem tem a virtude de saber o momento adequado de silenciar é considerado sábio, porquanto evita precipitações quase sempre desagradáveis;

   Pretendemos enfocar dois tipos de silêncios: aquele tido como forma de prevenção, do qual já mencionamos alguns aspectos e o silêncio como forma de protesto, resultante de uma atitude de agressividade. É possível que você já tenha visto situações em que o silêncio revela verdades terríveis! Ele nem sempre é ameno. Por exemplo, um encontro marcado entre duas pessoas onde nenhuma das duas partes abre a boca, uma chamada telefônica que fica mudo, um retorno devido que não chega! São revelações de desinteresse, recusa ou esquecimento. Muitas coisas são ditas na quietude, notadamente após alguma discussão. Não existe o perdão, a reconciliação e muito menos uma gargalhada que traga a descontração. Particularmente, é preferível ouvir algo, mesmo que seja o que não se quer, do que esperar a manifestação do silêncio. Este é frio e irracional enquanto que as palavras geram possibilidade de entendimento ao exporem queixas. É como um jogo limpo.

    O silêncio incomoda e pode levar ao desespero.

    Dizem que o silêncio não combina com o poder, porquanto este tem sido confundido com prepotência, arrogância e violência enquanto o silêncio é confundido com fraqueza, passividade ou indiferença. Todavia, os grandes e famosos mestres sabem ser severos e rigorosos sem renegarem a perfeita quietude e benevolência. O oxigênio, poderoso mantenedor da vida, penetra em nossos pulmões, circula discreto pelo nosso corpo, e nem lhe notamos a presença. A luz, a vida e o espírito, os maiores poderes do universo, atuam com a suavidade de uma aparente ausência.

     Em Deus, que é o supremo poder, temos o exemplo maior, Ele age com tamanha quietude que a maioria dos homens nem percebem a Sua ação. Nessa poderosa força, todos nós estamos mergulhados, o universo é mantido em movimento, faz pulsar os corações das aves, dos marginais e dos homens de bem, com perfeita leveza. Se observarmos bem, verificaremos que até a morte chega habilidosamente rompendo o vínculo existente entre a alma e o corpo livrando-o do mundo físico.

     Que coisa maravilhosa é contemplar o poder do Criador que é manifestado sem ruído, sem alarde e, sobretudo, sem violência!

E em respeito a você, eu me calo, me silencio, para que você possa ouvir o seu interior que quer falar e desejar algo de bom para a vida.

    As palavras não devem ser ditas com pressa, porque é mais sensato ficar em silêncio do que dizer algo errado. A palavra errada, em hora errada pode causar feridas.  É muito mais fácil arrepender-se de uma palavra dita que de um silêncio.  Sempre que a palavra poder lhe vier à mente, lembre-se dos fenômenos da natureza: o Sol nasce e se põe em profunda serenidade; move os sistemas planetários, penetra suavemente pela vidraça de sua janela e você só percebe quando sente o calor que ele projeta. Assim, deveríamos você e eu nos calar, silenciar, para que ouçamos um ao outro, o que o interior quer falar e até desejar uma vida vitoriosa. Aprende-se sempre com o silêncio, que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor do que o muito falar...

     Em algumas situações o silêncio é bem vindo para quem trabalha em meio a muito barulho, numa fábrica, numa creche, no trânsito. Nestes casos bem como outros semelhantes, o silêncio é um bálsamo, é um presente, é algo que refrigera.

     Igualmente existem alguns momentos da vida que o silêncio pode ser a resposta mais adequada. O silêncio de paz é aquele que não incomoda por ser natural, mas é perturbador o silêncio que fala e fala muito alto quando está vestido de uma pretensão maléfica.

    Como um templo vazio a alma do escritor reveste de silêncio dando solenidade ao culto tendo as vozes abafadas pelo vento.

 

 

                                               Maria Loussa

                                       http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1313

A vida tem me ensinado a crescer, ganhar e perder,  aceitar o sofrimento.

Mais do que isso, a vida nos ensina a entender os outros e relacionar bem.

(Maria Loussa)

__._,_.___
 


Delasnieve
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
.

__,_._,___

Enc: [PoetasdelMundo_Brasil] MIL POEMAS MISIÓN CUMPLIDA [2 Anexos]



--- Em qua, 15/6/11, daspet

 escreveu:


De: daspet

Assunto: [PoetasdelMundo_Brasil] MIL POEMAS MISIÓN CUMPLIDA [2 Anexos]
Para: >, "PoetasdelMundoBrasil"

"ARias-PoetasdelMundo"

Cc: "SP" <SP-ConsulesPoetasdelMundor>, "MG" <MG-ConsulesPoetasdelMundo>, "RS" <RS-consulespoetasdelmundo>, "SC" <SC-ConsulesPoetasdelMundo>, "RJ" <Consules-poetasdelMundoRJ

"GrupoLuna&Amigos"

"MENSAGENS_LUNA&AMIGOS"

Data: Quarta-feira, 15 de Junho de 2011, 16:19

 
[Anexos de daspet
 
----- Original Message -----
From:  

 

Hola Luis, espero que te encuentres bien.
 
MISIÓN CUMPLIDA
 
Otra etapa cumplida, ya los niños de la Escuela Pablo Neruda y El Totoral son parte de la obra de los "MIL POEMAS A PABLO NERUDA"
Los mil poemas se han recibido, entre: versos, prosas, narrativas y ensayos sobre Pablo Neruda.
Son obras maravillosas, han crecido los Poetas en esta obra con inéditos trabajos, algunos que estuvieron con Neruda y otras instancias muy especiales.

Nuestro prologuista esta vez será:
BLASCO BAZÁN VERA, Ilustre historiador del Perú, gran estudioso de César Vallejo, será el "PROLOGUISTA" de la obra "MIL POEMAS A PABLO NERUDA." Es un verdadero honor contar con sus letras que sacarán a luz la esencia de nuestros trabajos literarios en la obra a Neruda.
 
Seguimos adornando el libro de oro con personajes de valores importantes entre la Literatura mundial.
 


 
Carta de agradecimiento:
Queridos Poetas y Poetisas
La misión está cumplida
Los "MIL POEMAS A PABLO NERUDA" se han completado a las 5:30 hrs. de la
madrugada del 11 de Junio.
Ha sido una ardua tarea en la que todos ustedes son los verdaderos protagonistas.
Esta familia Literaria se compone de amor y amistad incondicional para las
"TAREAS DE POETAS" que nos llevan hacia un mundo mejor.
Es impresionante como han podido plasmar en las mas diversas figuras
gramaticales y Literarias el amor hacia un semejante, hacia un iluminado
como "Pablo Neruda"
Muchos no creyeron en el éxito de la convocatoria, yo, nunca dudé de
la capacidad de ustedes, a muchos les conocía y sabía de la grandeza
de vuestros espíritus e imaginaba que los nuevos por conocer serían iguales,
y, no me he equivocado, son seres humanos maravillosos.
A las 5: 30 de la madrugada, después de estar la última semana trabajando
a full, hasta altas horas de la noche, se derramó mi caudal de lágrimas por
la alegría de otra etapa cumplida, por tener mas que amar en mi vida. Porque
es mentira que los hombres no lloran, las emociones cuando son verdaderas
y nacen del alma, son vertientes cálidas que humedecen nuestros ojos y
caen por nuestras mejillas como el caudal emocional que por esta vez,
es de alegría.
Son muchos los que no participaron, algunos pedían magazzines, grandes
artículos, prensa y lumbres antes del logro, les digo a ellos, que la humildad
es parte de la esencia universal de nuestros comportamientos, que nos lleva
a ser solidarios sin condición alguna y sobre todo muestra los valores que
son tan necesarios en esta convulsionada sociedad.
 
Le pedí a varios consagrados que fueran parte de esta obra, los que no contestaron;
espero que cuando ustedes estén en la cúspide recuerden estas instancias y sean solidarios con vuestros semejantes.
Y para aquellos que ya están consagrados y aceptaron este desafío, les digo:
¡GRANDES DEL MUNDO!
Ustedes son los grandes de espíritu que hacen las cosas desde el corazón y no, por obligación.

Son los que acompañan a los Poetas emergentes para entregarles herramientas
para el desarrollo de sus letras. Por eso los Niños Poetas de Isla Negra, están
integrados a esta obra, porque los ven a ustedes como sus hermanos mayores
que les guían por caminos de Paz y armonía dándoles las posibilidades de
cumplir sus sueños que les harán grandes el día de mañana.
Tengo muchas cosas que decirles, pero ya saben del amor que inunda mi alma,
es para todos ustedes.

Abrazos
Alfred Asís
 
 
LA PORTADA DE NUESTRA OBRA

 
__._,_.___

Anexo(s) de daspet2 de 2 foto(s)

|
Delasnieve
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
.

__,_._,___

Enc: [PoetasdelMundo_Brasil] Kátia Oliveira



--- Em ter, 14/6/11,poetasdelmundobrasil

escreveu:


De: poetasdelmundobrasil

Assunto: [PoetasdelMundo_Brasil] Kátia Oliveira
Para: "PoetasdelMundoBrasil"

Data: Terça-feira, 14 de Junho de 2011, 17:52

 

 
----- Original Message -----
From:

A vida da pedra

para Gustav Vigeland

Vigeland Sculptures, Frogner Park, Oslo, Norway (1527R-014421 / DV1915366 © Exactostock)

De pedra é feita sua imagem

A circundar as cinturas da companhia em volta

Em filas por trás nos vêem

Abraçadas e unidas

Rostos de expressão congelada

Em exposição a nos mostrar

A vida da pedra

A arte da vida


Kátia Ribeiro de Oliveira

http://www.poetasdelmundo.com/verlnfo_america.asp?lD= 7486

__._,_.___
|.
Delasnieve
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
.

__,_._,___

Enc: [PoetasdelMundo_Brasil] exposição Sofia Borges - 21 de junho terça-feira



--- Em ter, 14/6/11, associacaointernacional
 escreveu:

De: associacaointernacional
 
Assunto: [PoetasdelMundo_Brasil] exposição Sofia Borges - 21 de junho terça-feira
Para: "PoetasdelMundoBrasil"
Data: Terça-feira, 14 de Junho de 2011, 16:03

 
 
----- Original Message -----
From:

 
Se você não conseguir visualizar esta mensagem, acesse este link


 

__._,_.___
Delasnieve
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
.

__,_._,___

Enc: [PoetasdelMundo_Brasil] DIVULGANDO POETAS DEL MUNDO - ENTREVISTA COM O POETA NELCI NUNES - O FALADOR.



--- Em qua, 15/6/11, daspet
escreveu:

De: daspet
Assunto: [PoetasdelMundo_Brasil] DIVULGANDO POETAS DEL MUNDO - ENTREVISTA COM O POETA NELCI NUNES - O FALADOR.
Para: "SP" <SP-ConsulesPoetasdelMundo, "MG" <MG-ConsulesPoetasdelMundo, "RS" <RS-consulespoetasdelmundo"SC" <SC-ConsulesPoetasdelMundo, "RJ" <Consules-poetasdelMundoRJ
"PoetasdelMundoBrasil" <PoetasdelMundo_Brasil
"ARias-PoetasdelMundo"
Cc: "Poeta"
Data: Quarta-feira, 15 de Junho de 2011, 10:14

 
DIVULGANDO POETAS DEL MUNDO - ENTREVISTA COM O POETA NELCI NUNES - O FALADOR.
----- Original Message -----
From: Poeta
 

Cabo Nelci Nunes, um romancista poeta

14/06/2011

Um romancista poeta ou um poeta romancista. É assim que o Cabo Nelci José Nunes Silva, mineiro de Belo Horizonte, se autodefine. Contrariando aqueles que não acreditam na sensibilidade de um policial militar, o escritor contemporâneo mostra a sua verve literária em obras como Tarumirim, A Cabeceira e muitas outras,  com o mesmo potencial para entreter e emocionar o leitor.

Com 43 anos de idade, 24 deles dedicados à Corporação, Nelci está, atualmente, atuando no Centro de Referência, Controle e Tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis – CRCT-Aids, unidade instalada no Hospital da Polícia Militar – HPM, onde é reconhecido como um profissional competente. Nelci é casado com a secretária Nardélia Silva Ramos e tem dois filhos, Alexander, de 17 anos, e Henrique, de oito, que considera as suas maiores e melhores obras.
"Minha predileção pela literatura não interfere nas atividades de policial militar, pelo contrário, contribui para que eu entenda melhor o comportamento humano e os mais diferentes problemas que, cotidianamente, surgem no meu turno de trabalho", ressalta. "Sou um escritor que, como tantos outros, observa o dia a dia das pessoas para se inspirar. Alguns dos meus poemas e contos são frutos do que ocorre em uma determinada época, que pode ser no passado, presente ou futuro", destaca.
OBRAS
O seu primeiro trabalho – Tarumirim -, escrito aos 18 anos, continua engavetado até hoje, "por falta de patrocínio", explica. Mas essa mesma obra, que está sendo revisada e ampliada pelo próprio Nelci Nunes, será, finalmente, publicada no ano que vem. "Com recursos próprios", garante o poeta. "Infelizmente, os escritores desconhecidos do grande público sofrem esse estigma, que só é vencido quando o sucesso vem."
A sua segunda obra, no entanto, teve destino diferente, uma vez que o romance A Cabeceira, publicado em fevereiro de 2010, esgotou em apenas um mês. "Foi um sucesso de aceitação, que me deu muita alegria", exprime o escritor. O livro Histórias Inanimadas  também lhe trouxe uma surpresa: recebeu, em 1998, uma apreciação especial do ex-presidente da República e então senador José Sarney, que escreveu: "Li o seu conto com o máximo interesse, e lembrei-me do escritor Edgar Allan Poe, em sua obra Histórias Extraordinárias. Bravo!".
Uma das maiores alegrias de Nelci Nunes ocorreu, em maio deste ano, quando foi aprovado, em primeira sessão, para assumir uma cadeira na Academia de Letras João Guimarães Rosa, da Polícia Militar de Minas Gerais. "Foi uma das melhores coisas que me aconteceu na vida", garante. Mas, não é só isso. O autor é o terceiro praça a entrar para ALJGR e também o primeiro cabo a merecer a honraria.
Inspirado em autores como Machado de Assis, Érico Veríssimo e Humberto de Campos, brasileiros, e no português Éça de Queiroz, Nelci tem, também, predileção por escritores estrangeiros, como o irlandês Jaimes Joyce. "Eles são os maiores do Planeta e merecem ser lidos e relidos, sempre."
Essa admiração por grandes autores, Nelci percebeu que existe  por todos os lugares que passou, como a Academia Municipalista de Letras, que o convidou para ser um de seus membros e ele não aceitou. "Na época, não estava preparado", modestamente, recorda. "Mas, hoje, estou", completa.
CONTOS
Como é autodidata, a exemplo do também escritor português José Saramago (in memoriam), o policial militar se enveredou também pelo caminho dos contos e, impulsionado pela vida na caserna, escreveu O Menino, "um suspense de excelente qualidade, segundo os leitores", ressalta. Posteriormente, veio o policial O Caminho, história que remonta os idos de 2001 e trata de roubos ocorridos em Belo Horizonte. Esse conto ganhou o 1º lugar, como convidado, de um concurso da Academia Municipalista de Letras.
Nelci Nunes escreve para todo o tipo de leitor, desde o mais exigente até o mais simples. Seu trabalho agrada ,principalmente, a quem procura escritores emergentes em bienais e em projetos como o Sempre um Papo, levado ao público no Palácio das Artes, em bares temáticos da cidade e até em alguns programas de televisão.
Para conhecer melhor o escritor, o caminho mais curto  é adquirir uma obra sua ou acessar o site www.muraldoescritor.com.br, onde, com frequência, o policial militar publica trechos de seus livros, com o pseudônimo Nelci Nunes, o Falador. (Alexandre França)


POEMA AZUL
                                                                                         
Dedicado a umas 'divisões' de mãe...

Rompe de encontro ao vento; ela, de olhar faceiro,
Sempre reunindo forças, e; com o sol renasce, não é pose,
Labor suave de pensamentos, versos, fábula...
Nesta sua recôndita poesia de fina ternura, reúne,
Mar, elementos, vozes, brilho; a mãe e o gesto de amar.
Tins... Parintins, seu coração é a Festa de Parintins,
Dos bois, em lugar algum não há, mais enfeitados.
Santa festeira, mãe que encanta. É sílaba solta, San...
Tosse discreta, caso de se fazer presente, cantos,
Tantos festejos, bumbo, tambores, tarol e tan-tan...
Nus, anjos, Barroco; mãe valorosa; filhos, anjos nus.


QUANDO A SORTE VOA
                                                               
Saio à noite.
Ando sem rumo,
O casario passa por mim,
Segue lento, mal iluminado.

Mordo algumas pulgas,
Em busca do tempo perdido,
Teria sido mais feliz,
Depois do primeiro passo atrás.

Estou sendo fumado pelo tempo,
Lembranças monótonas, ruins.
Os mortos não sossegam de dia.
Viajam cada vez mais vivos,
Entre um silêncio e outro.

Aqui é proibido fumar.
Este depenado companheiro,
Solidário, traga-me aos poucos.
Viajo escondido na sua fumaça,
Incrédulo, desapareço em plena luz diurna...
Nelci Nunes, o Falador
separe os e-mails por vírgula
 
 
 
 

https://www.policiamilitar.mg.gov.br/portal-pm/conteudo.action?conteudo=16112&tipoConteudo=noticia


Nelci Nunes - O FALADOR.
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5415

Nelci Nunes - O FALADOR.
http://muraldosescritores.ning.com/profile/Minhaprofissaoe

Nelci Nunes - O FALADOR.

http://pt-br.facebook.com/people/Nelci-Nunes-O-Falador/1691614861

Dicas de leitura, eu li todos...
http://www.skoob.com.br/estante/livros/todos/20646/page:1

Entrevista com o poeta Nelci Nunes - O FALADOR:
https://www.policiamilitar.mg.gov.br/portal-pm/conteudo.action?conteudo=16112&tipoConteudo=noticia


__._,_.___
.

Delasnieve
Embaixadora Universal da Paz
Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix
Genebra - Suiça
.

__,_._,___

Fwd: "O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius" - O Show



--- Em qua, 15/6/11, Darlan Alberto Tupinambá

escreveu:


De: Darlan Alberto Tupinambá

Assunto: Fwd: "O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius" - O Show
Para:
Data: Quarta-feira, 15 de Junho de 2011, 10:39


Este e-mail é amigo do ambiente,  pondere antes de o imprimir 

Política de envio de e-mails:
*Esta mensagem segue os padrões internacionais e nacionais contra prática de spam, que especifica: -" Uma mensagem não poderá ser considerada spam quando inclua uma forma de o destinatário cancelar ou solicitar o cancelamento do recebimento das mesmas", tudo de acordo com a legislação nacional sobre o envio de mensagens. (Decreto-Lei nº 7/2004).

D i m y t h r y u s
Embaixador Universal da Paz (Cercle de Les Ambassadeurs Univ.de La Paix-Genebra, Suiça)


Visite o site:

http://www.blocosonline.com.br/literatura/poesia_inicio.php

http://www.gargantadaserpente.com/toca/poetas/dimythryus.php

http://www.meiotom.art.br/darlanpo.htm


---------- Mensagem encaminhada ----------
De: regina
Data: 15 de Junho de 2011 14:28
Assunto: Enc: "O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius" - O Show
Para:




----- Mensagem encaminhada ----
De: Henrique Barros
Divulgação Clariô.jpg
Show: "O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius"
17 de junho - sexta-feira - 21h
Espaço Cultural Clariô - Rua Santa Luzia, 96 - Centro - Taboão da Serra
Informações: (11) 8435-5229 / 9621-6892 / 3784-4031
 
mais informações: site do show

Cia Jazzcira:
Adriana Aragão(percussão), Daisy Cordeiro(voz), Edson Negrita(cavaquinho), Igor de Bruyn(violão 7 cordas),
Maurício Paixão(percussão), Paula Souto(voz), Susie Mathias(voz), ViniBatucada(percussão).