Caminho pelas Estrelas Follow by Email

terça-feira, 8 de março de 2011

Enc: A REBRA LANÇARÁ ANTOLOGIA NO SALÓN DU LIVRE DE PARIS h-34-35-36



--- Em seg, 7/3/11, REBRA-REDE DE ESCRITORAS BRASILEIRAS escreveu:

De: REBRA-REDE DE ESCRITORAS BRASILEIRAS Assunto: A REBRA LANÇARÁ ANTOLOGIA NO SALÓN DU LIVRE DE PARIS h-34-35-36
Para: Data: Segunda-feira, 7 de Março de 2011, 18:30


 

 

«Le Grand Show Des Ecrivaines Bresilienne» é o título da antologia que será lançada no Salón de Livre de Paris, em 18 de março próximo, sob a chancela do SER-Selo Editorial REBRA.

 

O evento é comandado pela REBRA-Rede de Escritoras Brasileiras, uma valente organização não governamental que reúne mais de 3500 associadas, e  cuja missão é colocar na vitrine os talentos femininos do nosso país.

 

O livro traz textos, ou em prosa ou em verso, de 62 de nossas autoras, a maioria delas ainda não publicada na nobre língua de Molière. Ele estará disponível para compra nas grandes livrarias a partir de abril.

 

Uma parte significativa da edição será destinada à distribuição em bibliotecas e universidades francesas, criando assim uma oportunidade para que a nossa literatura frequente com competência o nicho da  literatura universal, e não apenas ocupe um modesto espaço no nicho na literatura de língua portuguesa.

 

Tudo isso faz parte do projeto REBRA que, em linhas gerais, almeja tirar do obscurantismo a excelente literatura de nosso país. 

 

 

« Le Grand Show Des Ecrivaines Bresilienne »

Oeuvre collective,

organisation de Joyce Cavalccante 

ISBN : 978-2-84668-298-5

Format 155,5 x 24 cm - 192 pages

PRIX:  20 €

Pour commander ce livre à la Librairie des Yvelines

 

 

CONTATO:

 e-mail:rebra@rebra.org

Twitter: (@rebraescritoras)

page:www.rebra.org

 

 


 

Poema: Porque Amam / Autor: Odenir Ferro

Poema: Porque Amam
A
utor: Odenir Ferro


Este Poema foi publicado num Jornal Semanário local, O Famoso e Importante Jornal TRIBUNA 2000 do meu amigo Antonio Sergio Pitton
daqui, da Cidade de Rio Claro - Est. São Paulo - Brasil,
no dia 04 de Março de 2006


Porque amam, as mulheres são puras
Quando amam, são frágeis são belas
Toda mulher é viva, doce e singela
Todas as mulheres trazem dentro de si
A Árvore Genealógica da Linha da Vida
Nascida nos distantes tempos de Eva!


Quando amam, são mistérios e força
São vasos de porcelana Chinesa,
São como diamantes que resistem,
São magias, são encantos, jóias,
Luzes da força bruta que vem
Da pedra lascada do Amor
Que trazem dentro de si,
Desde a criação da vida!


São ondas do belo radiante,
No brilho diamante que reluz
Desejos, encantos, esperanças
Nas atitudes, nos gestos, nas crenças
Das realidades dos beijos, das alianças!


Quando casam, as mulheres são nuas...
Porque amam, todas elas são Evas!
Todas as mulheres vibram na mesma
Esfera, na mesma espera, sinceras
No doce amor pelos filhos que geram!


Todas as mulheres crêem no Amor,
Quando amam, encantam, são fiéis,
São singelas, são etéreas e belas!
Porque amam, são sonhos e produzem
Valores e encantos de puras feras!