Caminho pelas Estrelas Follow by Email

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Enc: [Caminho Pelas Estrelas] VARAL DO BRASIL ANO 2 DEZEMBRO 2011 Edição Especial Natal e Ano Novo



----- Mensagem encaminhada -----
De: Odenir Ferro <odenir.ferro@yahoo.com.br>
Para: Odenir Ferro <odenir.ferro@yahoo.com.br>
Enviadas: Sábado, 26 de Novembro de 2011 11:14
Assunto: Enc: [Caminho Pelas Estrelas] VARAL DO BRASIL ANO 2 DEZEMBRO 2011 Edição Especial Natal e Ano Novo


 

Este e-mail é amigo do ambiente, pondere antes de o imprimir



Política de envio de e-mails:

*Esta mensagem segue os padrões internacionais e nacionais contra prática de spam, que especifica: -" Uma mensagem não poderá ser considerada spam quando inclua uma forma de o destinatário cancelar ou solicitar o cancelamento do recebimento das mesmas", tudo de acordo com a legislação nacional sobre o envio de mensagens. (Decreto-Lei nº 7/2004).



D i m y t h r y u s

Embaixador Universal da Paz (Cercle de Les Ambassadeurs Univ.de La Paix-Genebra, Suiça)





Visite o site:



 





---------- Mensagem encaminhada ----------

De: Varal do Brasil

Data: 23 de Novembro de 2011 12:25

Assunto: Edição Especial Natal Ano Novo

Para: Darlan Alberto Tupinamb






Muito obrigado! Deus também Lhe abençoe gloriosamente!

Estou republicando novamente no meu blogger


Deus, vem Sim, me abençoando ricamente: O link

que estou postando logo a seguir, trata-se do Jornal Eletrônico VARAL DO BRASIL,

Ano 2, Dezembro 2011, EDIÇÃO ESPECIAL NATAL E ANO NOVO,

vindo de Genebra, Suíssa, aonde tenho alguns exemplares do meu livro Na Loja Física de lá, (olha que chique! Tenho alguns exemplares do Gatinho, enfeitando o Espaço Físico da Loja do Varal do Brasil, lá em Genebra, na Suíssa! E eu, Odenir Ferro, estou me "se, se, sentindo, sic!" (Quem tem Amigos, não morre pagão! E o meu Melhor Amigo, acima de Tudo, tem sido DEUS!)...Bem, então, voltando ao assunto, trata-se do meu

infanto-juvenil & aventura Nino Chaninho, O Gatinho que também, neste ano

foi traduzido para o inglês, e está disponível para vendas, tanto e-books quanto

impresso, através do Site: http://stores.lulu.com/editoralivronovo que também está à venda em Portugal através do Site http://livronovo1.lojatemporaria.com/infanto-juvenil-aventura.html
 
Agora, quanto ao meu outro Tesouro que está sendo divulgado dentro do nosso imenso belo e lindo Brasil e também de forma internacional, trata-se do meu Conto: POR UMA NOITE DE NATAL! por Odenir Ferro (Estou nas páginas 78, 79 e 80 da Revista, conforme segue o link que segue logo a seguir, que é...

 


Caros amigos do Varal,

Independente de religiões e do comércio, festejar o Natal e a chegada no Novo Ano é uma tradição que nos acompanha.

Verdade seja dita, parece que a data tem o dom de acalmar os ânimos, amainar as fúrias, agraciar cada um com paz e amor.

Não se esqueça aqui daqueles que não conhecem (talvez um dia, talvez nunca...) este estado de espírito: pessoas nas ruas, em zonas de guerra; pessoas desamparadas e esquecidas; animais que o homem cativou e abandonou.

Por estes e tantos motivos é bom festejar esta época. Para relembrar valores, renovar promessas. Rever o caminho, tentar melhorar a si mesmo e o meio em que se vive.

Festejar o Natal é festejar o amor. O Ano Novo, traz novamente os auspícios de desejos que se realizarão.

E mais do que nunca é preciso festejar estas emoções: com a família e com os amigos, sim. E também com os que estão nos hospitais, nos refúgios, nos asilos, nos orfanatos, nas casas de saúde, nas ruas.

Embriague-se do espírito natalino, satisfaça-se com a substancial refeição de amor que esta data serve.

Só não esqueça de ir além e perpetuar esta refeição de amor incondicional por todos os dias do ano!

Feliz Natal, Feliz 2012!

Baixe a revista e leia aqui:

Para receber por e-mail peça aqui: varaldobrasil@bluewin.ch
 

Sua Equipe do Varal

 

Representante da REBRA na Suíça

Membro da União Brasileira de Escritores (UBE)

e Odenir Ferro

Embaixador Universal da Paz

Título concedido pelo CERCLE UNIVERSEL DES AMBASSADEURS DE LA PAIX SUISSE / FRANCE , através do meu Amigo Dimmy!













Conto: POR UMA NOITE DE NATAL !

Autor: Odenir Ferro

Em cada ano que já vai chegando à linha da sua reta final, abrem-se espaços para refletirmos, pensarmos, organizarmos nossas vidas, nossas emoções, nossos relacionamentos.

Em cada fim de ano, é tudo que já vai se fechando e cedendo os seus espaços para a linha da largada onde haverá o reinício da vida correndo rumo aos percursos incógnitos das corridas desenfreadas do próximo ano, que logo, logo, já se iniciará.

E nele, dentro dele, as expectativas se retêm se refletem ou se repetem, como a cada Novo Ano de novo que se inicia.

Renovam-se os inumeráveis sonhos, de uma maneira esperançosa, pulsando nossas emoções, tal igual aos ponteiros dos relógios que vão direcionando as horas rumo ao final de mais um ano. Horas cheias de subterfúgios, onde nossos olhares, muitas vezes acabam por se cruzarem, ao rever no próximo, os reflexos da nossa realidade interior, estampada bem na nossa frente. Como se fosse o espelho ou o reflexo do espelho, expressando a nossa alma através do nosso rosto. Ou o espelho do nosso espírito natalino interior e vivo dentro de nós! Somos todos irmãos! Irmãos em Cristo! É o Cristo que busca vir, e reviver dentro das vivências e das emoções de cada um de nós!

- Nosso rosto já não é mais o mesmo. Nem mesmo é o nosso mesmo sorriso de sempre, sequer. Não. Já não é mais. Tudo passa. Tudo passa rápido. E as nossas emoções vão sempre indo, muitas vezes, sendo assim:

- Massacradas! Cada vez mais, atropeladas pelo egoísmo individual de cada um. Que de certa forma, é imposto pelo sistema social atual em que vivemos. Onde as necessidades do mundo moderno cobram muitas vezes, de forma inconsciente até, um estilo de vida que quase nos é imposto, obrigando a vivê-lo dentro desse sistema social atual.

- E os nossos sorrisos, sequer lembram, ao menos de relance, àquela profunda paz onde nos presenteáramos imbuídos num total silencio.

- O nosso rosto não é mais o mesmo. Nem mesmo é, o nosso sorriso, sequer. Nem nos lembra, ao menos num relance, aquela augusta paz inspirada na beleza dos Santos e dos Anjos do Presépio!

- Onde o menino Jesus, deitado na manjedoura, olhava-nos sempre puro e belo! Pois Ele nunca teve e nem tem nada a dever, ao Mundo!

- Ao contrário! Sempre procurou motivar-nos a caminharmos avante com as nossas vidas, nosso mundo interior, ao refletindo guardarmos no íntimo da alma do nosso coração, a imagem fixada do seu rostinho lindo, corado, sorrindo!

- As muitas e muitas Árvores de Natal, enfeitadas com bolas de vidro coloridas, as guirlandas muitas, cobertas de flores, cobertas de tudo, enfeitam as portas a cada ano que passa, e tudo se repete.

- Paro para pensar. Reflito e tento vivenciar evidenciando dentro das memórias de mim, aquele tempo onde tudo era motivo de magníficas nuances de belezas, onde imperavam as leis do sublime que vinha do clima Natalino.

- Ficava estampado no rosto de cada ser humano, o semblante das esperanças renovadas em cada novo ano que se iniciava! E aquele tradicional bom velhinho, mesmo sendo um Ícone Mundial, era forte dentro das magias encantadas e sonhadoras da infância. Onde propunha às crianças, toda a plena e efusiva liberdade do sonhar.

- E os sonhos se misturavam com a fé. Que se simpatizava com as luzes do Amor de Jesus. E tudo era clima de festas. Plenas de carismas, envoltos com os doces e os cheiros dos vinhos, dos licores, dos chocolates, dos assados das carnes, das frutas, dos perfumes diversos, das massas e dos panetones. Que impregnavam a vida das pessoas, com a rotina alegre das comemorações feitas com brindes de champagnes. Numa marcha de clima efusivo de festas!

- As músicas natalinas espalhavam-se nos ares, enchendo de ternura os corações transbordantes de amor e fé, com seus melodiosos acordes cheios de sonoras letras religiosas que se misturavam com as clássicas harmonias que nos encantavam, pela profundidade das emotivas sonoridades melódicas, enchendo de ternura e amor nossas almas através dos sons diversos que chegavam aos nossos ouvidos, envolvendo nossas almas, os nossos corpos, os nossos espíritos, os nossos corações, o nosso profundo Amor Cognitivo Universal, sempre esperançoso com as bem-aventuranças vindas de Deus!

- Elevando os nossos espíritos em forças de plenitude do Amor, numa esperança onde os sonhos eram depositados aos pés dessa bem-aventurança impregnada de Celestiais Bênçãos de repletas harmonias agentes da sublimidade derramada pela Paz!

- Parecia que nos meses de dezembro, era possível ouvir de lá, do Céu, um Coral de Anjos. Cantando e tocando flautas, flautins, clarinetas e harpas. Enchendo a vida de nós, humanos mortais, de muitas belezas carismáticas, que embora quase invisíveis, eram tocantes, profundamente tocantes, plenas e lirismos singelos e doces, envolventes... Enlevando-se dentro de nós, fazendo pulsar mais forte nossos corações, num carisma intenso por uma riqueza intraduzível pelas palavras, pois que eram essas fortes emoções, plenas de belezas vivas, dentro de uma poesia rica!

Perdi o sono, e desperto estou, ainda! A mais de uma hora, já. Levantei-me a algum tempo e fui até a cozinha. Tomei um copo d'água, bem gelada. Bem devagar, absorvendo e saboreando-a lentamente, em pequenos goles. Absorto nos pensamentos que estavam por mim a transitarem, desfilarem, cutucando-me de certa forma, tentando atingir-me dentro do interior mais profundo do humano ser que ainda habita vivo dentro das essências da minh'alma.

Dirigi-me até a porta que dava para os fundos de casa. Abri-a, também de forma bem devagar, para não acordar ninguém, pois já era madrugada. Deparei-me com a beleza reflorescida no velho pé de manga do fundo do quintal, que embora já contivesse na sua copa muitas mangas verdes ou maduras, também ainda continha em si, algumas flores que se desenvolviam para transformarem-se em mangas.

A lua estava na fase nova.

A noite quente, com o verão se aproximando.

E a noite estava muito clara! Com muitas estrelas enfeitando o céu.

Na sala, as músicas que vinham do pisca-pisca, soavam harmoniosas, entoando os temas de natal, de forma bem suave, dentro do silencio da noite, enquanto as luzes iam intercalando-se em cores, dentro da pouca claridade da sala.

Olhei tudo isso, através do vidro fosco da janela, pois estava na penumbra da madrugada, no lado de fora de casa.

Pressenti naquele momento, que o Presépio do Menino Jesus, que estava embaixo do pinheiro da Árvore de Natal, ser muito, muito real pra mim. Muito mais do que imaginava, pois através dele o exercício da minha Fé em Jesus Cristo vivo, era imenso estado de plenitude de puro amor. E eu estava pleno, lúcido, vivo, vívido e real, dentro do carisma cognitivo que despertava em mim, o espírito do Natal!

Repentinamente, olhei para o céu, de soslaio. E num susto momentâneo, comecei a rir de mim mesmo! Pois pensara, quase acreditara, ter visto o Papai Noel em seu trenó, sendo conduzido pelas renas tradicionais, e que foram pintadas no quadro da imaginação humana, de dourado. Num reflexo momentâneo, acreditei ter visto tudo isso, passeando nas sombras da noite, no alto do céu constelado! Como se o ouro da vida, realmente fosse trazido pelo Papai Noel!

- Pois Sim!...

Mas foi apenas um susto momentâneo! A minha imaginação me traíra. Descobri rapidamente, que inconsciente, fizera apenas uma projeção do desenho da garrafa do refrigerante que estava pela metade, exposto na mesinha de centro da sala, com o Presépio do menino Jesus ao fundo, onde a imagem do Papai Noel posava sorridente no trenó, desenhado no rótulo do refrigerante, sobrepondo-se à imagem Divina do Nosso Senhor Jesus Cristo Vivo!

Olhando para o interior de mim, novamente conscientizei-me de quem nos traz o Ouro da Vida, é o Nosso Senhor Jesus Cristo!

Ao continuar olhando para dentro da sala, olhei para o interior de mim, agradecido, enquanto, através do vidro da janela, recebendo e interpretando o clima profundo que o Presépio e Jesus menino, para mim significavam, encantado, observava. Admirava!

- Quando voltei os meus olhos para dentro de mim, querendo novamente reencontrar-me com Deus, pudera então, numa viva crença, prostrado em atitude de louvor, digna e esplendorosa fé, O ver e O ouvir, ao senti-Lhe por dentro e por fora de mim. Pois ele estava vivo dentro do clima natalino. Eu pudera rever Jesus Cristo, O Imortal!

- Aquele que estava residindo eternamente belo, dentro de mim e de todos nós, seres vivos habitantes do Planeta Terra.

- Olhei dentro do labirinto do meu corpo, onde eu habito Nele e Ele em mim. Unindo a poesia existencial da minh'alma ao meu corpo e meu espírito, ao corpo Dele, que se faz presente na Humanidade que O compõe, residente dentro da cada pessoa, e também dentro de tudo o que há existente no Universo, enfim!

- Unifiquei minh'alma mais uma vez, reafirmando os meus laços de fé, Àquele que atua residindo em nós Todos, através dessa Comunicação de Esperança e Fé em dias melhores e mais felizes para todos nós, pois Jesus vive em cada um de nós. Propondo-nos, quanto humanos que somos a vivermos os Versos e o Verbo do Amor!










--
Postado por Odenir Ferro no Caminho Pelas Estrelas em 11/26/2011 02:16:00 AM






Enc: DIREITOS HUMANOS - HOMENAGENS - CONVITE



----- Mensagem encaminhada -----
De: Odenir Ferro <odenir.ferro@yahoo.com.br>
Para: Odenir Ferro <odenir.ferro@yahoo.com.br>
Enviadas: Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011 7:53
Assunto: Enc: DIREITOS HUMANOS - HOMENAGENS - CONVITE



----- Mensagem encaminhada -----
De: Delasnieve Daspet
Para:
Enviadas: Terça-feira, 29 de Novembro de 2011 22:05
Assunto: DIREITOS HUMANOS - HOMENAGENS - CONVITE





Enc: [Caminho Pelas Estrelas] Poema: ORQUÍDEAS Autor: Odenir Ferro



----- Mensagem encaminhada -----
De: Odenir Ferro <odenirferro@yahoo.com.br>
Para: odenir.ferro@yahoo.com.br
Enviadas: Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011 21:09
Assunto: [Caminho Pelas Estrelas] Poema: ORQUÍDEAS Autor: Odenir Ferro






Poema: ORQUÍDEAS

Autor: Odenir Ferro



A cada ano se desperta de dentro de ti,

O que vivo reside sempre dentro de mim!

Estas reflorescidas belezas em pétalas!

Deixando na brisa esse florido dançando

Aos acariciantes toques destes perfumes

Exóticos. Saidos de dentro desta seiva,

Ativa na composição exuberante química.

Habitante dentro deste interior singelo

Que compõe toda a floração que é de ti!



Orquídeas! És duma beleza tão orvalhada!

Pelos noturnos enluarados serenos caidos

Onde os brilhos respingados das estrelas

Dão ênfases aos toques florais e mágicos

Destas belezas clássicas assim compostas

Dentro destes aveludados olores, pétalas,

Que dançantes, voam sóbrias neste embalo

Vindo dos ventos, espalhando fragrâncias

Saidas do suave eterno aroma caido de ti!


--
Postado por Odenir Ferro no Caminho Pelas Estrelas em 11/28/2011 03:09:00 PM


Enc: Projeto Leonilson na galeria LOGO



----- Mensagem encaminhada -----
De: galeria LOGO
Para: odenir.ferro@yahoo.com.br
Enviadas: Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011 13:29
Assunto: Projeto Leonilson na galeria LOGO
 
 
 
a galeria LOGO e o Projeto Leonilson convidam para exposição inédita e lançamento de gravura post mortem de Leonilson, neste sábado, dia 3 de dezembro, das 11h as 19h

o evento acontece no espaço de acervo que acaba de ser reformado, recuperando o projeto original do arquiteto Felippe Crescenti para a galeria Subdistrito dos anos 80, onde atualmente funciona a LOGO


3 de dezembro também é o último dia da coletiva PREGUNTAME COMO! (www.amigodelamigo.com)
 

COMING NEXT: individuais de Alberto Monteiro (RJ) e Luciana Araujo (SP), dia 10 de dezembro


galeria LOGO:
Rua Artur de Azevedo, 401
Jardim Paulista
São Paulo, Brasil
tel 55 11 3062 2381
www.galerialogo.com
twitter
facebook

imprensa, contatar olivia@galerialogo.com

---
 

MAISVOCÊ ROBERTO CARLOS FINAL DE ANO REDEGLOBO

Mensagem de Fim de Ano - Rede Globo 2011/2012

Enc: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] ALO!!! MILHÕES DE JOVENS BRASILEIROS PRECISAM DE AJUDA - DE ALIMENTOS - DE SAÚDE - DE EDUCAÇÃO - DE EMPREGO.



----- Mensagem encaminhada -----
De: Daspet
Para:
Cc:
Enviadas: Sábado, 26 de Novembro de 2011 23:08
Assunto: [AssociacaoInternacionalPoetasdelMundo] ALO!!! MILHÕES DE JOVENS BRASILEIROS PRECISAM DE AJUDA - DE ALIMENTOS - DE SAÚDE - DE EDUCAÇÃO - DE EMPREGO.
 
ALOOOOOOOOOOOO!!!
MILHÕES DE JOVENS BRASILEIROS PRECISAM DE AJUDA - DE ALIMENTOS - DE SAÚDE - DE EDUCAÇÃO - DE EMPREGO.
 
.
 
O Brasil que os politicos mostram ao mundo não reflete a verdadeira face do nosso País. Aqui, também, e muito mais que nos paises da Europa, pois o Brasil sozinho é um continente, temos milhões da famintos, de sedentos, de sem saúde, sem educação, sem cultura, sem moradia, sem emprego, sem perspecitvas.
Não podemos, por mais que nos condoamos com os poblemas de outros, não podemos castigar ainda mais, cerca de 45% de nossa população apenas para fazer bonito na fita para que outros vejam e digam do quanto nossos governantes são magnânimos.
 
84 (1) Brasil 0,718 (0,003)
Brasil ocupa 84ª posição entre 187 países no IDH 2011 -  o Brasil  foi classificado  na 84ª posição entre 187 países avaliados pelo índice. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil em 2011 é de 0,718 na escala que vai de 0 a 1. O índice é usado como referência da qualidade de vida e desenvolvimento sem se prender apenas em índices econômicos. Mas tem gente - aos montes - abaixo da linha de pobreza. Nãos e pode tirar o pão da boca de nossos nacionais em beneficio de outros - não antes de resolvermos os problemas de nossa gente.
E os problemas não se resolvem com papo purado e empáfia mas com politicas publicas.
Somos  um país desigual  com uma "herança" enorme  de injustiça social que exclui parte significativa de nossa  população ao  acesso as condições mínimas de dignidade e de cidadania.  As desigualdades sociais estão presentes em todo o país, o que se reflete em uma posição ocupada pelo Brasil no ranking de países do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Isso significa que ainda há muitas dificuldades a serem superadas nas áreas de educação, assistência social, saúde, distribuição de renda e emprego.
 
 
41 (-1)  Portugal 0,809 (0,001)
 Índice de Desenvolvimento Humano é uma medida comparativa de riqueza, alfabetização, educação, esperança de vida, natalidade e outros fatores para os diversos países do mundo. É uma maneira padronizada de avaliação e medida do bem-estar de uma população, especialmente bem-estar infantil. É usado para distinguir se o país é desenvolvido, em desenvolvimento ou subdesenvolvido, e para medir igualmente o impacto de políticas econômicas na qualidade de vida.
 
Na verdade, nos precisamos de MUTA AJUDA. NOSSOS JOVENS, como já disse acima, estão sem quaisquers perspectivas. A grande maioria da  população não tem nada! NADA!
Sou totalmente contra qualquer ajuda do Brasil a quem quer que seja - primeiro temos de nos ajudar. Somo como a que diz Valentina Latiffa, no artigo abaixo.
 
Sugiro a leitura do artigo abaixo da antropóloga, pesquisadora e Doutora em Filosofia e Humanidades:
 
 
 
Também estamos em Crise. Crise Moral, Crise Politica, Crise Social!
.
 Ajudar Financeiramente a Europa é tripudiar sobre a Desgraça Nacional
.
[Direto ao Ponto]
 por Valentina Latiffa 
.
Claro, sou solidária aos Europeus pelas dificuldades que passam em decorrência do abalo econômico-financeiro vigente, mas não serei falsa, menos ainda irresponsável admitindo que justo o uso de nossas reservas monetárias para ajudar a EU, sacrificando os interesses e necessidades [básicas] dos brasileiros, desprezadas e empurradas para debaixo dos tapetes do Planalto. 
.
Não admito , não concordo ,repudio veementemente!
.
Face ao status quo do Brasil que temos, sou capaz até de iniciar um movimento contra tal intento desta Gangue de Brasília. Que me desculpem os Cidadãos dos Países atingidos pela Crise e principalmente meus particulares Amigos de Portugal, Itália e Espanha [individualmente, sabem que podem contar comigo-como sempre], mas concordar com tamanha irresponsabilidade, JAMAIS!
.
Se de outra forma me posicionasse, seria o mesmo que dizer a "Presidenta", além de pactuar com corruptos, larápios, fraudadores, e bandidos, engrosse seu currículo duvidoso e criminoso: - com o abandono geral de nosso Povo; com 36 milhões de famintos espalhados pelo País; com as mortes de milhares e milhares de brasileiros ,seja por inanição, seja pelo mais completo desamparo na falida assistência à saúde; com 45% de nossos municípios sem saneamento básico-atolados entre ratos e dejetos; com os 35% de nossos analfabetos funcionais e 16 milhões de jovens com mais de 15 anos ainda não foram alfabetizadas; com as intermináveis filas de desempregados que dormem nas ruas, marquises, e esquinas das empresas em busca desesperada por um posto de trabalho; com os calamitosos índices de mortalidade infantil; com suas poses e mesuras a mascarar nossas mazelas sociais pelas bancadas internacionais. Seria dizer: Dilma abra as comportas dos cofres públicos e doe tudo para Europa, só para mostrar ao mundo um Brasil de mentira e farsas, ainda que ao preço da vida, da educação, da moradia, da dignidade, dos direitos básicos dos Filhos desta Nação.
.
Concordar com este novo gênero de " mal feito ", NUNCA!
Seria trair minha Pátria.
.
A Europa não conhece o Brasil, se conhece.. e aceitar tal ajuda estará também a tripudiar sobre a Desgraça Nacional que nos chicoteia e aflige. O que , em se efetivando , não é de causar espanto, pois a história está ai para provar o quanto de nós já foi tirado para construir suas riquezas.
.
Urge gritar Basta!
.
Digo Não a tal possibilidade com meu mais retumbante brado, e espero outros Brasileiros também digam, pois só nós sentimos na carne a dor, o sofrimento, o abandono, a exclusão, a marginalização que por aqui graça, qual praga eterna.
.
Urge voltar nossos olhares para cada rincão deste Continente de desigualdades, tomar consciência da situação de miserabilidade que abate nossos irmãos, refletir e agir, antes que até mesmo as migalhas ofertadas ao Povo, sejam subtraídas, em detrimento de uma Agenda de Politica Internacional, que fere nossa Carta Magna, que se sobrepõe aos deveres do Estado e aos Direitos do Povo Brasileiro.
.
Não nos interessa aparecer no ranking dos Países bem sucedidos, à custa de mentiras, de dados forjados, queremos sim um Brasil comprometido com cada Filho da Nação, queremos atitudes firmes e concretas, com eficiência e resultados, não este Brasil alegórico para inglês ver.
.
Não precisamos de aplausos externos, precisamos sim da conquista de uma Vida Digna, com acesso ao Trabalho, a Moradia, a Educação de qualidade, a Saúde-que trata e cura, a Cultura, a Alimentação, todos Direitos Básicos que são legalmente nossos, até esta data, imoralmente surrupiados.
.
Também estamos em Crise.
Crise Moral, Crise Politica, Crise Social!
.
O Brasil está cansado de ser lesado.
Chega!
.

Li um artigo da Professora Maria Estela Guedes- na Revista Triplov, intitulado Alô, Brasil! Portugal precisa de ajuda, do qual transcrevo o parágrafo abaixo que me causou espécie, posto que não retrata a fidelidade dos fatos:
.
"O Brasil, por exemplo, não pode receber uns milhares de jovens portugueses, em troca dos brasileiros que temos por cá?"
.
Entendo e respeito o sofrimento dos Portugueses, mas a Ilustre Escritora-Professora está equivocada em seu questionamento, demonstro: - enquanto em Portugal vivem 137.600 brasileiros, por aqui estabelecidos mais de 329.199 portugueses. Estes, dados onde não estão incluídos os mais recentes indicadores, que cito: segundo levantamentos dos organismos oficiais , o total de autorizações de permanência para estrangeiros que migraram de seus Países para cá, passou de 40 mil em 2009 para 53 mil em 2010. Comparados só os dois últimos primeiros semestres, a tendência se mantém. No primeiro semestre de 2010 foram 20 mil. No mesmo período de 2011, 24,6 mil, sendo que 57% destas autorizações são para Portugueses.
.
Válido esclarecer que jamais o Brasil fechou suas fronteiras para Portugal, e quando digo Portugueses acolhidos, quero dizer abraçados sem restrições, recebidos em nossas moradas, empresas, universidades, apoiados integralmente em seus processos de adaptação.
.
O que diverge, em tese, dos tratamentos dispensados por Portugal, em passado recentemente, aos Brasileiros. Muitos, deportados e injustamente incriminados!
.
Creio também, que a nobre Mestra desconhece nossa realidade, talvez pautada em olhar superficial sobre o eixo "camuflado" do Sudeste, mas com toda certeza, não sabe do Brasil de Verdade: aquele que agoniza em Hospitais sem médicos, sem macas, sem portas, sem paredes; dos analfabetos espalhados do Oiapoque ao Chuí; do sertão Nordestino onde a Vida Severina seca pele e alma dos Raimundos, Marias e Macabéas; das populações marginalizadas que partilham farelos com abutres e urubus pelos lixões das metrópoles.
.
Ajudar a Europa é tirar a saúde, a educação, o pão, a vida de nossos irmãos jogados, não na margem, mas nos esgotos de uma Sociedade adoecida, por Gestões Politicas podres, ladras , omissas  e perversas.
.
No Brasil de Verdade, eis o que somos:
.
1 -. Desemprego - temos milhões de brasileiros desempregados. Nossa economia tem crescido é fato, mas de forma incipiente, não o bastante para gerar os empregos necessários no Brasil. Milhares de trabalhadores sobrevivem  na informalidade (sem carteira registrada), privados, portanto dos seus direitos trabalhistas.
.
2-Violência e Criminalidade: a violência cresce a cada dia, principalmente nas grandes cidades. Os crimes estão cada vez mais sofisticados e presentes em nosso  cotidiano.A Segurança Publica ausente e débil,  nada se faz para reverter tal quadro, enquanto as milícias do poder paralelo é o exército forte que por aqui marcha e mata. Os garantismos das leis vigentes, aliados as injustiças sociais alimentam e favorecem o crime organizado, e os Cidadãos de Bem fragilizados , expostos que estamos como alvos fáceis das guerrilhas urbanas e rurais.
.
3-Saúde: apenas para aqueles que possuem condição financeira , através das operadoras e do sistema privado, pois a saúde pública encontra-se em estado de crise aguda. Hospitais superlotados, falta de medicamentos, greves de funcionários, aparelhos quebrados, filas para atendimento, prédios mal conservados são os principais problemas encontrados em hospitais e postos de saúde da rede pública. Os mais afetados como sempre, são os vulneráveis, aqueles que dependem unicamente deste atendimento, ou seja, os pobres. O caminho da saúde para os pobres [mais da metade da população] passa pelos tribunais, quando e se diante um Magistrado honrado. Exemplo real: Viviane tem leucemia. Os remédios não estavam na lista, aprovada pelo governo, eram muito caros e ela não podia pagar. Só conseguiu depois de entrar na Justiça. "Eu só quero viver, entendeu? É uma coisa que eles não davam para mim, querendo tirar a minha chance de viver", relata a recepcionista Viviane Martins Meixedo em prantos.
.
4- Educação: os dados sobre o desempenho dos alunos, principalmente da rede pública de ensino, são alarmantes. A educação pública vivencia graves problemas e dificuldades: prédios mal conservados, falta de professores, míseros recursos didáticos, baixos salários, greves, violência dentro das escolas, entre outros. Este quadro é resultado da ausência de investimentos públicos no setor. O resultado é a deficiente formação dos alunos brasileiros. E os Professores recebem salários de fome: o valor do piso-atual, para dedicação exclusiva é R$ 1.187,00. 40 horas semanais- bruto.
.
5- Desigualdade social: somos um país de cruel contraste social. A distribuição de renda é desigual, sendo que uma pequena parcela da sociedade [10%] é muito rica, enquanto 40% vive pendurada em minguados salários – a recente Classe C [com renda familiar entre 1.270,00 a 5.000.00 reais]; e 50% no limiar da linha da pobreza e da miséria absoluta.
.
6- Habitação: milhões de famílias não possuem condições habitacionais minimamente humanas. Nas grandes e médias cidades imperam favelas e cortiços. E uma imensidão, não mensurada,  de excluídos  moram nas ruas, sob casas de papelão, nos viadutos e pontes.
.
7-Saneamento: aqui ainda se adoece e se morre por falta de saneamento básico. Estudo realizado pelo IBGE mostra grandes desigualdades entre as regiões brasileiras no acesso ao saneamento. Nessa situação, persistem doenças como tuberculose, diarreia e febre amarela [que matam], decorrentes da falta de serviços de água tratada e dos esgotos a céu aberto.
.
Minha indignação face a possível ajuda a EU se pauta nestas e outras barbáries sociais que vergonhosamente perduram no Brasil que temos, são realidades malditas que nos assolam, disfarçadas em números fraudados pelo Planalto, alardeados entre Corrupção e Roubo, para iludir incautos, mas cuja voracidade é incontrolável.
  .
Como ser conivente com tamanho despautério, se somos um País de faltas?
.
Falta pão, falta teto, falta educação, falta saúde, falta ética, falta moral, falta Governança, falta Vergonha!
.
Por estas e muitas outras doloridas verdades que só nós conhecemos que me desculpem os Europeus, sou terminantemente contra a ajuda para EU, proposta de forma inconsequente pela insana "Presidenta"!
.
Lutarei com todas as minhas forças, palavras e atos, para impedir tamanho agravo contra a minha, a sua, a nossa Pátria, em defesa de nossa Gente, honesta, sofrida, esquecida, sem voz, sem vintém.
.
Deixo aos Leitores, a seguinte pergunta:
É JUSTO TIRAR DE QUEM NADA TEM?
.

Valentina Latiffa 
Colunista Literacia
 
 
 
.
.
 
Maria Estela Guedes
Foto: Ed. Guimarães
Alô, Brasil! Portugal precisa de ajuda! - Maria Estela Guedes
Perguntam amigos do Brasil como vai isto por cá, em Portugal, e infelizmente só posso dizer que de mal a pior: empresas que fecham, desemprego que aumenta, cortes nos salários, nos subsídios, despedimentos no setor público por extinção de escolas, centros culturais e outros estabelecimentos.
Em suma, ao contrário de outros anos, não porei ovinhos de Natal na fachada do TriploV a dar as Boas Festas, porque ninguém por aqui anda com disposição de espírito para festejar. O que parece uma festa e sinal de enorme sucesso, mesmo na nossa fachada modesta, esconde desgraças, e a mais pungente é essa: temos jovens colaboradores desempregados, em situação muito infeliz, o que me obriga a sair do conforto da escrita literária para perguntar diretamente aos políticos, nossos governantes, em Portugal ou na Europa, governantes políticos ou governantes pelo dinheiro, nos discretos gabinetes dos bancos: então não há orientação nenhuma para os milhões de desempregados europeus, sobretudo jovens? Não há tratados, acordos entre países para abrir sulcos de emigração? O Brasil, por exemplo, não pode receber uns milhares de jovens portugueses, em troca dos brasileiros que temos por cá?
A situação arde. Um golpe de Estado, uma revolução, nos tempos que correm, seria completamente estúpida, pois nada resolveria, só agravaria as dificuldades. Mas homens desesperados não agem pela razão. Estamos à beira de um incêndio que se propagará rapidamente pelo mundo todo. As medidas políticas europeias para debelar a crise, baseadas na austeridade, reduzem as importações e por isso as exportações dos países de que importamos. O Brasil já perdeu 6% das suas exportações com a crise na Europa, certo? E os outros? E quanto vão perder mais, gerando crise onde ela ainda não existia?
A rede de ligações comerciais e outras em que vivemos torna contagiosos males que não são doenças. Os políticos devem tornar públicas orientações para quem está a passar fome, para quem já não tem dinheiro para comprar medicamentos, para quem já não consegue pagar a renda de casa, para quem ainda tem pés para sair da Europa e emigrar para outros continentes.
Alô, Brasil! Portugal precisa de ajuda!
Maria Estela Guedes
Britiande, 24 de Novembro de 2011
Maria Estela Guedes (1947, Britiande / Portugal). Diretora do Triplov
Membro da Associação Portuguesa de Escritores, da Sociedade Portuguesa de Autores, do Centro Interdisciplinar da Universidade de Lisboa e do Instituto São Tomás de Aquino. Directora do TriploV.
 
 
 
 
 
 


__._,_.___
 
Delasnieve DaspetEmbaixadora Universal da PazCercle Universel des Ambassadeurs de la PaixGenebra - Suiça
Yahoo! Grupos
.
__,_._,___