Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Poema: Átimos segundos / Autor: Odenir Ferro

Poema: Átimos segundos

Autor: Odenir Ferro

Ao menos por alguns átimos flashes de segundos,

Até repensei, que a mim talvez possível, fluíssem

No alento dos desencantados sentimentos agudos,

Influências do meu mundo. Ideal seria se pudesse,

Indo prosseguindo dentro de uma realidade mais leve!

Acolhendo todas as nuances dos meus conhecimentos,

Onde nos meus sonhos sutis envolvesse-me num breve

Ardor. Passando nas diretrizes, as janelas dos momentos

Sendo como as ondas nas marés cheias nos dias ensolarados!...

Aonde as minhas histórias viessem recontar-me quando rodasse

O filme do meu passado enquanto mirassem na areia, sonhados

Ciclos viciosos sem ter fim! Deleitando-me nestes emaranhados,

Por uma exaustiva força que até a mim viesse, e enfim soubesse

Que ao menos, naqueles átimos segundos, eu vivera enamorado!