Caminho pelas Estrelas Follow by Email

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

PENSAMENTO: À SÓS CONOSCO MESMO!

Então, foi mais ou menos assim que procurei transcrever-me para as dimensões tamanhas dos meus escritos. E eu posso dizer que então eu me encontrei reencontrando-me dentro desta confortável solidão onde mesmo estando só mesmo assim, não consegui ficar somente a sós comigo mesmo.

Dentro da minha experiência de vida, creio absolutamente que Deus me manda Anjos em forma de gente, somente pra cuidar de mim. Não entendo muito, de forma plena, perfeita, o que seja tudo isto. Mas de algo muito profundo, eu tenho certeza:

-Eu nunca estou só neste mundo de Deus! Mesmo quando simplesmente eu quero ficar só, sempre encontro alguém que me fortalece, que me inspira confiança, que me dá carinho e por incrível que pareça, até me protege.

Eu sou feliz porque Deus me dá elevadíssima sustentação para os belíssimos bons augúrios existentes dentro da plenitude do meu ser. E se pensando assim, posso considerar-me feliz por isto, então, com todas as extremadas nervuras sensíveis do meu mais nobre e profundo ser interior, então eu posso dizer com toda a elevadíssima nobreza de caráter que eu o sou. Sim! Esta afirmativa está corretíssima dentro da minha acertadíssima vivência pessoal:

- Eu sou feliz porque sou um ser Humano que se dispõe e se volta para os valores Humanos conciliando-os com os Valores Supremos e Divinais regidos por Deus, dentro de toda a sua obra... Então, consequentemente eu creio piamente na Humanidade, pois Deus me mostra o caminho através de nós, humanos, assim como também através dos Anjos bons que Ele, dentro da sua imensurável sabedoria, me põe, no meu caminho...

Então, assim sendo, eu somente tenho que agradecê-Lo por tudo isto e por tudo o muito mais de bom que anda acontecendo em meu viver.

Então, eu creio que auto avaliar-me posicionando num patamar de vida onde o meu estilo seja o de estar vivendo feliz, posso dizer que é muito, muito não, super complexo. Pois dizer-se feliz é muito complexo e subjetivo. Pois felicidade é um estado muitíssimo elevado, espiritualmente falando, além de ser muito avulto e por ser demais avulto, torna-se passageiro estado, da mesma forma em que vamos olhando a correnteza remansa de um pequeno riachozinho que vai crescendo em dimensões à proporção em que vai encontrando nova força de águas que vão dando pleno impulso à sua já existente correnteza.

Então, assim sendo, num mero comparativo, posso dizer que Deus me envia Anjos no segmento dos meus caminhos, da mesma forma em que eu vou avolumando as águas do meu saber, quando vou me somando às experiências de vida que vão se aconchegando com as experiências do meu viver, em forma de forças humanas, gente, pessoas.

Formando uma correnteza estável e volumosa, tal qual um riochozinho que vai crescendo em dimensões e em volume de águas, a partir do momento em que vai se somando à novas águas.

A vida é assim. A vida é isto! E as razões plenas de existirmos consiste no fato de encontrarmos forças alheias ao nosso pleno existir. E assim sendo, vamo-nos somando em forças, conscientes de que por mais que desejarmos ficarmos à sós, as vezes, vai ser difícil pos sempre estamos despertando interesses físicos, humanos, espirituais, em alguém. E assim sendo, sempre estaremos acompanhados dentro desta caminhada que muitas vezes, ou em muitas vezes, desejaríamos que estivéssemos à sós, conosco mesmo!