Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sábado, 5 de abril de 2008

Minha Primeira Crônica Publicada em Livro!

Crônica: PLENO ESTADO DO SUBLIME AMOR!

Autoria: ODENIR FERRO

Às vezes, muitas vezes até, os assopros do gélido ar do frio, que até a mim vem, me aquece. Dependendo do local onde estiver, sinto até um clima romântico ou poético reascendendo as doloridas chamas amorosas do meu eterno apaixonado coração.

Desculpem-me! Eu estou mentindo...Quando há o frio cortando o meu visceral corpo até invadir as entranhas mais inusitadas da minha alma, não importa o local onde eu estiver, pois tudo em mim, dentro e fora de mim é um profundo e aquecido estado de amor reinando soberano no universo aconchegante do meu aquecido mundo interior.

Mas, mudando um pouco de assunto, o que pensava em dizer, quando comecei a me “beliscar” para buscar inspiração, era em aprofundar-me nos porões míticos e místicos, cheios de arquivos de vivências minhas, onde ficam situadas as minhas mais emotivas memórias, e onde é que está a realidade mais profunda do meu interior, de onde eu encontro e extraio e vivo um estado de ser tão sensacional e mágico, dentro desse afetivo fator que gera esse meu amoroso estado de ser... É quando então, eu me disponho a escrever algo, criar um poema bem sensível, tocante, profundo, humano, dentro dessa minha realidade, onde eu nunca sei exatamente o que vai sair, o que vai acontecer, com os caminhos mágicos tecidos por minhas abençoadas mãos invisíveis; que rapidamente buscam transitarem pelos meus registros da inspiração, ao rondar a minha alma, fazendo deslizar essa emoção para a caneta, numa tentativa de registrar impulsivamente tudo o que as minhas sensações forem retirando das minhas realidades interior ao rapidamente irem ditando para as minhas mãos físicas, carnais, essa razão comandada pelo intelecto do meu cérebro. E também pela força do meu corpo pleno de vigor!

Assim vou eu, num vôo livre, pássaro sonhador amante de mim mesmo e de tudo e de todos que me rodeiam, ao ir deslizando suave nos meus pensamentos, numa incansável busca da harmonia e perfeição exata das palavras que vão aflorando do meu inconsciente emocional. Pra depois, dessa maneira, presenteá-las com todo o meu indispensável carinho, aos meus interlocutores leitores e leitoras, ávidos pela busca da fragrância exótica dos aromas doces ou agridoces que saem dessas minhas melodias tecidas a toque de caixa, fazendo uma florada de sinfonia de cores profusas, que vão esparramando-se pelos ventos, plenos por irem nos caminhos incógnitos do viver, distribuindo um ar carregado de mensagens encarregadas por espalharem amores, sonhos e paz, muita e profunda paz, a quem estiver interpretando estas mensagens saídas do meu emotivo estado de inspiração, transcrito na forma de poemas, contos, crônicas, tirados dos meus arquivos mais doces e saborosos das emoções registradas na vida das minhas memórias; e que ficaram guardadas à espera de uma ocasião, para virem à luz, na forma de escritos, para se registrarem então, a partir da minha alma, em tantas outras almas que vivem dentro das outras pessoas humanas que assim como eu, vão buscando uma motivação da razão, dentro dessa ilusão gerada por essa tal felicidade, querendo encontrar nos objetivos, um sentido do por que estarmos aqui, passeando pelos caminhos desse nosso Planeta Terra!

Vou deixando assim as palavras fluírem, como se fossem um viscoso e dourado mel, aquecido pelos raios solares intensos pelas forças vibrantes de vida em puro estado de energia impregnada de Amor Universal! Numa imensa expectativa sincera de colorir e adocicar a vida das pessoas humanas, ávidas por buscarem ou dentro ou fora de si, ou para si mesmas, um confortável encontro espiritual que poderá levá-las ao mais saboroso e harmonioso íntimo de si mesmas. Para que então, possam dessa forma, encontrarem-se consigo, ou com o próximo. Criando ou reconstruindo os fortes laços da vida que nos impulsiona ao pleno Estado do Sublime Amor!

No verso da capa do Livro...

Aqui, apresento o verso do Livro, onde está registrado os nomes dos meus amigos sonhadores de páginas que assim como eu, procuramos enriquecer o conteúdo literário deste Projeto Cultural, Feira Literária 80 Anos, elaborado por Denise Barros, do www.celeirodeescritores.org, onde ela resgata para os dias atuais, a Memória Histórico Cultural de Herculano Vieira, nascido em 10.01.1891 na cidade de Campinas/SP, filho de Manoel Gomes Vieira e de D. Olympia Fortunata Carlota Vieira, e teve um único filho, Herculano Vieira Filho. Jornalista e escritor fez parte do corpo de redatores do "Correio Paulistano". Em 1927 fundo e dirigiu a "Empresa de Divulgação Literária - EDL", editando por cinco anos a "Feira Literária" - uma coletânea mensal que reuniu escritores de vários estados brasileiros.
Publicou "Lyra Cigana" (versos), "Seja o que Deus quiser..." (contos) , "O Crime do Morro velho" (contos) e "Rimas...rimas" (versos). Com a poesia "Cruzeiro do Sul" obteve o Prêmio Literário "Cruzeiro do Sul" em 1912.
Em 1938 publicou "Velhas Luas", versos, pela Cultura Moderna Sociedade Editora Ltda. Faleceu em 07.11.1943 na Cidade de São Paulo - Brasil.

Homenagem, in memoriam, a Herculano Vieira - Tio Nhonhô -

( Creio que eu, Odenir Ferro, ser desnecessário o quanto estou emocionado ao transcrever parte do todo desta beleza humana, poética, cultural e histórica)


"Feira Literária - 80 Anos" restabelece o caminho de seu idealizador Herculano Vieira, reunindo vinte e seis valores intelectuais ( dentre eles, eu, Odenir Ferro, com muita honra e "chique no úrtimo" claro!) deste nosso imenso Brasil.
Organizada com carinho em prol de nossas letras é realmente uma feira de talentos, a qual, além de proporcionar uma agradável leitura, registra o atual momento - o movimento contemporâneo da Literatura Nacional.

( Prefácio feito por Denise Barros - Celeiro de Escritores )

Bem, pra finalizar, quanto a minha crônica Pleno Estado do Sublime Amor, tenho muito a dizer, mas prefiro não dizer nada. Prefiro que a leiam, aliás, o meu muito obrigado a todos. No mês de março passado, foram mais de 300 vizitas e dentre elas, incluindo mais de 50 cidades do Brasil todo, fiquei muito feliz por ver que meu Blogger Caminho Pelas Estrelas teve 65 acessos em Portugal, através de várias cidades de lá, como Lisboa, Fátima, e outras. Na Espanha, Franca, Finlândia, Estados Unidos, e neste mes alguns Países da África, também começaram a acessar o meu Blogger. O meu muitíssimo obrigado a todos. Deus os abençoe! Odenir Ferro

(Sic!) Quanto a crônica, como estava dizendo ela já foi postada no meu Blogger, bem no íncio dele, no ano passado, mas estarei postando-a novamente hoje mudando as cores da letra. Obrigado mais uma vez,

http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

FEIRA LITERÁRIA 80 ANOS

Falei com Denise Barros, autora deste projeto onde encontra-se editado a minha primeira crônica que se chama PLENO ESTADO DO SUBLIME AMOR.

Então, como forma de divulgação, estou postando a capa do livro que foi

editado pelo www.celirodeestritores.org

Quanto a minha experiência em relação à edição da minha primeira crônica publicada em Livro, quero dizer que estou muito feliz, realizado com este projeto, desde o final do ano passado, pois a minha crônica ficou por muito tempo postada no site do Celeiro e quando eu dava busca em Odenir Ferro através da pesquisa Google, era possível também, acessá-la. Essa experiência de final de ano foi como as outras, muito gratificante e valorosa pra mim. Agradeço a Deus e a todos, por tudo de bom que anda me acontecendo ultimamente. Gde. Abraço à todos! ODENIR FERRO