Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Poema: AQUI! ( Autoria: ODENIR FERRO )

Poema: Aqui!

Autoria: Odenir Ferro

Aqui! Neste lugar eu me fortaleci!

Aqui! Neste lugar eu morri, sobrevivi...

Edificando a minh’alma como uma rocha

Aqui, neste lugar, eu revivi dons do Amor!

Aqui, neste lugar, chutei pra fora de mim,

Todas as maldades humanas alheias enfim!

Que a mim foram sendo impostas expostas,

Como regras de vida carregada nas costas!

Criando uns espaços descontínuos no medo!

De sentir a existência a viver por sonhar, amar...

E eu amo e sempre amei o sonhar, o amar, Amar,

E nos dias de hoje eu não tenho nada a reclamar!

Somente quero chutar algumas pedras de volta,

Nos coração daqueles que atiram as hipocrisias

As ironias, as histerias e outras iam e iam, iam, iam...

Nas janelas cheias de vidraças das pessoas do bem!

Que são como eu! Diamantes lapidados e resistentes!

Dentro de um bendito consagrado glorificado estigma

Do Amor pleno de esplendor, numa força pura do ardor,

Privilegiados por sentir todos os sonhos irem e virem...

Virem e irem, andando sozinhos por aí, pela vida!...

E nestas idas e vindas a minha possibilidade revê-los

Eles, meus sonhos que são replenos, que são viajados,

Pelos caminhos da vida versejada nesta bela mansidão

Do encontro do Amor num divisor de águas comuns!...

Aqui! Frente a frente com a minha máquina de escrever!

Pude viver reviver, sonhar, deixar de sofrer transcender,

Quando fui aprendendo a transmutar dores em sonhos!

Que foram cada vez mais se fortalecendo quando viram

Minha Luz espelhando-me dentro de mim e neles mesmos

Com toda a força do Verbo irradiando as belezas de outros

Sonhos realizados por outros sonhadores que amam tanto

Esta vida fotografada pelos sons das preces das palavras!

Que vão se multiplicando e se ecoando no Amor de muitos

De muitas outras pessoas que tão iguais a mim, a nós,

Passeiam livres pelos jardins da vida, amando o viver!

Plantando as sementes do bem, na força das belezas,

Tecendo o acontecimento da realização num trabalho

Árduo neste Sonhar, num vivo Amar por se realizar...