Caminho pelas Estrelas Follow by Email

terça-feira, 29 de abril de 2008

Profundo Agradecimento de Odenir Ferro

Agradecimento!
É claro que estou feliz, muito feliz com a inesperada repercurssão que o meu blogger CaminhopelasEstrelas está tomando. Mas, hoje em especial desejo fazer o meu profundo Agradecimento à todas as pessoas residentes em Portugal, pois as visitas tem sido bastantes significativas por diversas cidades do País. Continuem pois, a visitarem o meu blogger
http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com
Muito Obrigaaaddddoooooo!!!!!!!!
Odenir Ferro,
Cidade de Rio Claro - Estado de São Paulo - Brasil

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Alguns Poemas meus editados por Yasmin

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias ~ Corações Apaixonados - Odenir Ferro

Dos seus beijos! Sonhos serenados, Encontros guardados No pulsar dos meus desejos Em corações apaixonados! - Odenir Ferro - Saiba mais sobre o autor, ...
www.yasminrs.com/436-Coracoes-Apaixonados.html - 9k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Carrossel - Odenir Ferro -

Ascendendo-se, trazendo raios de ouro Mostra-nos uma realidade além do luar Às chamas desse amor que nos aquece! - Odenir Ferro - Saiba mais sobre o autor ...
www.yasminrs.com/581-Carrossel.html - 10k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Coração Apaixonado - Odenir Ferro -

Dos encantos da paixão, em tão suave emoção Enriquecida por um toque, único e pessoal, Desse meu entristecido coração apaixonado! - Odenir Ferro - ...
www.yasminrs.com/585-Coracao-Apaixonado.html - 11k - Em cache - Páginas Semelhantes

Amar, Mel da Felicidade - Odenir Ferro em Yasmin ~ Crônicas

Carinhosamente, fervorosamente! "Amar sem medo ou vergonha de ser Be ou bee honey happy!" - Odenir Ferro - Saiba mais sobre o autor, clicando em ...
www.yasminrs.com/422-Amar-Mel-da-Felicidade.html - 7k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´* ~ Sonhos e Carinhos para Você! Poeta - Odenir Ferro

Odenir Ferro Rio Claro (SP) Poeta, escritor, ator de teatro amador e desenhista, como compositor fez parte de vários projetos musicais e, com sua música ...
www.yasminrs.com/Curriculo_Odenir_Ferro.html - 7k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Ao Meu Pai - Odenir Ferro -

O outro, pelo esperma e puro amor, me encarnou ( na Vida... ) E ambos me consagraram, pois que sou muito muito abençoado! - Odenir Ferro - ...
www.yasminrs.com/604-Ao-Meu-Pai.html - 7k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Sois a Pura Luz - Odenir Ferro -

O quanto abrasa os humanos corações, nessa extremada Inspiração exalada do sopro do viver resplandescente!? - Odenir Ferro - Saiba mais sobre o autor ...
www.yasminrs.com/602-Sois-a-pura-luz.html - 7k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Esperança e Sonhos - Odenir Ferro -

Vividas entre os agitos da esperança que move os sentidos Que vivem a buscar a realidade objetiva que há nos sonhos! - Odenir Ferro - ...
www.yasminrs.com/437-Esperanca-e-Sonhos.html - 8k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Sonhos Repartidos - Odenir Ferro -

Te acariciando de beijos Ressonidos, intensivos, Pelo calor dos teus abraços Perdidos de encantos Em sonhos repartidos - Odenir Ferro - ...
www.yasminrs.com/511-Sonhos-Repartidos.html - 6k - Em cache - Páginas Semelhantes

~*´¨Yasmin¨´*~ Poesias - Paz Mundial - Odenir Ferro -

Pois o couro que me embeleza, me guarnece, É pele igual a de muitas outras vidas Que em abatedouros, tanto perecem... - Odenir Ferro - ...
www.yasminrs.com/403-Paz-Mundial.html - 8k - Em cache - Páginas Semelhantes

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Nosso belo Planeta!

Gostei demais desta foto feita pela Nasa! Por isso fiz um up-load para meu Blogger, pois tem tudo a ver! Aliás, no início do blogger pretendia apenas escrever falando sobre o nosso Planeta Terra! Creio que fugi um pouco do assunto... Então, estou pensando em fazer crônicas que sejam somente voltadas para assuntos que se refiram ao Planeta! Então, assim sendo, penso que por algum tempo estarei escrevendo apenas assuntos que versem sobre o tema. Creio que não será somente assuntos voltados para a ecologia mas sim sobre tudo o que for fonte de inspiração que fale sobre o nosso belo Planeta!
Odenir
http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

sábado, 19 de abril de 2008

UTULIDADE PÚBLICA ( Conscientização )

Prosa Poética: O MEU POÉTICO CHÃO! ( Autor: Odenir Ferro )

PROSA POÉTICA: O MEU POÉTICO CHÃO
Autor: Odenir Ferro

Um gosto de sal na boca e o aroma da terra lavada fluindo acima dos meus pés, enquanto piso descalço nas folhas ressequidas pela estação outono.
Um espelho em forma de muitos fiascos dos raios do sol refletindo nos meus olhos mirando tudo a minha volta. E em torno de mim, fica alumiando a minha emoção. Enquanto vou transmutando as minhas esperanças, quase subjetivas dentro das minhas sensações, no objetivo transparente do horizonte logo ali!
Na espreita, me mirando, entreolhando-me entre as plantas umedecidas pelas gotículas de chuva, que agora se ressecam na brisa amena do vento tépido pela tênue e tímida luz dos reflexos vindos dos raios solares; que pouco os deixam, a espessura das folhas plenas de texturas firmes e verdes, os adentrarem floresta dentro. Para virem refletirem-se no chão.
Enlameado chão repleto de folhas outonais caídas amarelecidas.
Onde eu as piso caminhando vagarosamente, pensando no meu chão.
O meu poético chão! O meu Universo construído pela minha imaginativa emoção em ação. E tracejado pelas linhas do meu coração!
Onde sempre vivo a rabiscar os esboços e faço uns planos e tracejo metas cheias de desenhos de letras. Sempre paginando e repaginando os percursos do meu viver. Ao ir desenhando-me em caricaturas coerentes com o meu profundo eu, através das linhas do meu sublime imaginário.
Pleno de força poética regida pela beleza eterna do Universo caminhando o planeta Terra entre as estrelas, rumo ao infinitivo incógnito da desconhecida imensidão.
Imensidão composta pela ígnea chama do Amor Eterno e Divinal da Sagrada Criação, que nós O denominamos reverentes e humildes, de Deus!

Enquanto piso folhas e flores ressequidas pelo tempo, espalhadas pelo chão feitas um gigantesco tapete. Penso e contemplo dentro e fora de mim a beleza do incógnito expansivo da plenitude amorosa que nos presenteia de pura e radiante clareza e carisma. Feito águas puras cristalinas jorrando até a fonte do nosso amor as nuances delineadas pelos contornos das composições que atuam entre o micro e o macro cosmos. Que ladeia-nos fora de nós, onde neles flutuamos, vivemos, vibramos, atuamos, enfim. Com a força da nossa vida motivando-nos a caminhar e criarmos ininterruptamente as texturas alquímicas do nosso próprio universo interior.
Rabisco uns desenhos de letras e deles extraio as palavras para compor as minhas mais complexas emoções. Por sentir a plenitude presente em todas as facetas que compõem o meu eu. Ao levar-me para fora de mim, ao irk projetando-me para fora de mim, com o meu senso criativo segurando a minha alma por um fio imaginário. Idealizado pelos sonhos das minhas memórias. Que fluem intempestivamente como se fossem uma grossa pancada de chuva inesperada, caindo pela floresta, agora!
Chuva que vem molhando meu rosto, misturando-se com as minhas grossas lágrimas e diluindo e misturando-se com o suor do meu rosto.
Fico eu, estagnado por uns momentos. Sempre atento a tudo, enquanto a chuva, do mesmo instante em que veio e caiu por não mais que uns poucos minutos, para de repente, estanca-se enquanto por dentro de mim, deixo fluir o fluxo do meu sangue que o sinto fazendo corar as faces do meu suado rosto.
Enquanto a chuva para de repente, percebo que muitos grilos começam a orquestração sonora em conjunto com as cigarras, formando uma bela, melancólica e singela sinfonia que flui por todos os poros da floresta cheia de mato verde e perfumado.
Num relance de olhos, posso notar que acetinadas brumas de névoa úmida, agora emergem do plácido lago situado à minha esquerda.
Nas suas margens pode-se ver muitas flores d'água e pequenas vitórias-régias. Cujas flores de um tom rosa claro ficam expostas imponentes refletidas, no espelhado do calmo e cristalino lago.
Os pés de coqueiros estão inertes como rochas. Contemplativos mirando o azul celúreo do céu!
E os bambuzais, mais distantes um pouco dali, também refletem suas copas verdes mescladas de tons olivas, verdes musgos, indo até os tons mais amarelados e verdes claros de galhos de bambus envelhecidos ou ainda em broto. Tudo isso é possível ver do outro lado. Na margem oposta onde estou agora. E que fica entre mim e o lago. Mas que também se projeta se alonga e se mostra de forma inversa e espelhada dentro dele. Compondo uma bela imagem numa paisagem perene, flexível e quase inerte dentro dele.
Apenas pequenos movimentos de ondas pouco difusas e minúsculas, fazem movimentos circulares que estão presentes na dinâmica dos acontecimentos, devido aos pequenos pingos e respingos de algumas gotículas de chuva que ainda caem. Fazendo assim, com que estas belas imagens cênicas refletidas dentro do plácido lago, se tremeluzem de quando em quando, embora sem perderem a nitidez do foco.
Tudo em minha volta esta radiante por uma beleza sensivelmente cíclica e magnífica. E os aromas vindos da terra lavada e das plantas e do mato, após a chuva que caiu, fluem até o meu nariz, enquanto meus pés descalços vão tocando com pisadas firmes e seguras, os tapetes formados pelas folhas de outono caídas ressequidas pelo chão.
Vou assim avançando na minha caminhada.
Às vezes, eles, os meus pés, até afundam no lodo da terra ou na composição fofa dos acúmulos de muitas folhas que jazem umas sobre as outras, apodrecendo e virando esterco para fertilizar naturalmente o fértil chão.
As folhas destoam-se em vários tons de cores degradee que se apresentam desde o verde até o amarelado ouro ou ocre. E também em vários tons de pastel e até de tons marrons escuros ou terra de siena queimada ou avermelhado telha ou vinho.
São assim que se apresentam as cores do outono, com estas folhas diversas de tamanhos e formas. E que se faz de tapete natural para que eu possa continuar o meu percurso desta caminhada lenta e suave em que avanço mata adentro, com os meus pés descalços, integrando meu corpo com a força da terra.
Vou assim caminhando vagarosamente, embora sempre. Num ritmo constante, ladeira acima. Exalando o forte perfume vindo das folhas dos pés dos enormes eucaliptos que impregnam o ar com suas fragrâncias refrescantes e energizantes.
Vou assim, avançando, seguindo o meu caminho com o meu íntimo taciturno e pleno de amor.
Tranquilo e em paz e observador de mim mesmo e de tudo a minha volta. Adentrando firme rumo ao encontro do ritmo lento e aconchegante deste compasso sentimental que me acolheu amadurecendo os meus sentimentos exatamente por ter vindo avante, sempre avante, fincando firmes os meus pés neste meu criativo mundo amoroso e sonhador. Que nada mais é do que o meu poético chão!
Um poético chão para pisar, viver e saborear as eternas nuances projetadas do infinito Universo que se expande rumo ao futuro com suas incontáveis plêiades compostas por inumeráveis miríade de estrelas consteladas que o meu eu sublime vive a olhar, amar e reverenciar!

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Oração: Salmo 22 / Meu íntimo-público agradecimento!

Oração / Pensamentos / Reflexões:
ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS!
Autor: ODENIR FERRO

22 DEUS PASTOR E HOSPEDEIRO

O Senhor é meu Pastor,
E nada me falta;
Colocou-me num lugar de pastos. /
Conduziu-me à água fortificante,
Converteu a minha Alma! /
Levou-me por veredas de justiça
Por causa do seu nome.
Por isso, ainda que ande
No meio da sombra da morte, /
Não temerei males,
Por que estás comigo. /
Tua vara e teu báculo
Me consolaram.
Preparaste uma mesa diante de mim, /
à vista daqueles que me perseguem. /
Ungiste com óleo a minha cabeça, /
E quão precioso é o meu cálice que embriaga!
Tua misericórdia irá após de mim /
Todos os dias da minha vida, / a fim
de que eu habite na casa do Senhor, /
durante longos dias.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

CLARETIANAS F.M. 106,5 Mhz! RIO CLARO-S.P. BRASIL!

CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz
:CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:

C O N V I T E E S P E C I A L D E ODENIR FERRO!

TUCA MIRANDA, convida o Poeta e Escritor
ODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e EscritorODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura

REAPRESENTAÇÃO ESPECIAL DE ODENIR FERRO

CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
Neste Sábado, dia 02 de Agosto de 2008,
A partir das 12:00hs e depois, reapresentação
no Domingo, dia 03 de Agosto de 2008, também
a partir do Meio dia.
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e Escritor
ODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura falando de Cultura,
Arte, Literatura e Arte Poética. Participem!
Assistam!
É na CLARETIANAS F.M.!!!!! 106,5 Mhz! na
Cidade de Rio Claro - São Paulo - Brasil !!!!!!

C O V I N T E E S P E C I A L D E ODENIR FERRO

CONVITE ESPECIAL:
Na CLARETIANAS FM 106,5 Mhz:
Neste Sábado, dia 12 de Abril de 2008,
A partir das 12:00hs e depois, reapresentação
no Domingo, dia 13 de Abril de 2008, também
a partir do Meio dia.
TUCA MIRANDA, convida o Poeta e Escritor
ODENIR FERRO para uma entrevista no seu
Programa Curta Cultura falando de Cultura,
Arte, Literatura e Arte Poética. Participem!
Assistam!
É na CLARETIANAS F.M.!!!!! 106,5 Mhz! na
Cidade de Rio Claro - São Paulo - Brasil !!!!!!

sábado, 5 de abril de 2008

Minha Primeira Crônica Publicada em Livro!

Crônica: PLENO ESTADO DO SUBLIME AMOR!

Autoria: ODENIR FERRO

Às vezes, muitas vezes até, os assopros do gélido ar do frio, que até a mim vem, me aquece. Dependendo do local onde estiver, sinto até um clima romântico ou poético reascendendo as doloridas chamas amorosas do meu eterno apaixonado coração.

Desculpem-me! Eu estou mentindo...Quando há o frio cortando o meu visceral corpo até invadir as entranhas mais inusitadas da minha alma, não importa o local onde eu estiver, pois tudo em mim, dentro e fora de mim é um profundo e aquecido estado de amor reinando soberano no universo aconchegante do meu aquecido mundo interior.

Mas, mudando um pouco de assunto, o que pensava em dizer, quando comecei a me “beliscar” para buscar inspiração, era em aprofundar-me nos porões míticos e místicos, cheios de arquivos de vivências minhas, onde ficam situadas as minhas mais emotivas memórias, e onde é que está a realidade mais profunda do meu interior, de onde eu encontro e extraio e vivo um estado de ser tão sensacional e mágico, dentro desse afetivo fator que gera esse meu amoroso estado de ser... É quando então, eu me disponho a escrever algo, criar um poema bem sensível, tocante, profundo, humano, dentro dessa minha realidade, onde eu nunca sei exatamente o que vai sair, o que vai acontecer, com os caminhos mágicos tecidos por minhas abençoadas mãos invisíveis; que rapidamente buscam transitarem pelos meus registros da inspiração, ao rondar a minha alma, fazendo deslizar essa emoção para a caneta, numa tentativa de registrar impulsivamente tudo o que as minhas sensações forem retirando das minhas realidades interior ao rapidamente irem ditando para as minhas mãos físicas, carnais, essa razão comandada pelo intelecto do meu cérebro. E também pela força do meu corpo pleno de vigor!

Assim vou eu, num vôo livre, pássaro sonhador amante de mim mesmo e de tudo e de todos que me rodeiam, ao ir deslizando suave nos meus pensamentos, numa incansável busca da harmonia e perfeição exata das palavras que vão aflorando do meu inconsciente emocional. Pra depois, dessa maneira, presenteá-las com todo o meu indispensável carinho, aos meus interlocutores leitores e leitoras, ávidos pela busca da fragrância exótica dos aromas doces ou agridoces que saem dessas minhas melodias tecidas a toque de caixa, fazendo uma florada de sinfonia de cores profusas, que vão esparramando-se pelos ventos, plenos por irem nos caminhos incógnitos do viver, distribuindo um ar carregado de mensagens encarregadas por espalharem amores, sonhos e paz, muita e profunda paz, a quem estiver interpretando estas mensagens saídas do meu emotivo estado de inspiração, transcrito na forma de poemas, contos, crônicas, tirados dos meus arquivos mais doces e saborosos das emoções registradas na vida das minhas memórias; e que ficaram guardadas à espera de uma ocasião, para virem à luz, na forma de escritos, para se registrarem então, a partir da minha alma, em tantas outras almas que vivem dentro das outras pessoas humanas que assim como eu, vão buscando uma motivação da razão, dentro dessa ilusão gerada por essa tal felicidade, querendo encontrar nos objetivos, um sentido do por que estarmos aqui, passeando pelos caminhos desse nosso Planeta Terra!

Vou deixando assim as palavras fluírem, como se fossem um viscoso e dourado mel, aquecido pelos raios solares intensos pelas forças vibrantes de vida em puro estado de energia impregnada de Amor Universal! Numa imensa expectativa sincera de colorir e adocicar a vida das pessoas humanas, ávidas por buscarem ou dentro ou fora de si, ou para si mesmas, um confortável encontro espiritual que poderá levá-las ao mais saboroso e harmonioso íntimo de si mesmas. Para que então, possam dessa forma, encontrarem-se consigo, ou com o próximo. Criando ou reconstruindo os fortes laços da vida que nos impulsiona ao pleno Estado do Sublime Amor!

No verso da capa do Livro...

Aqui, apresento o verso do Livro, onde está registrado os nomes dos meus amigos sonhadores de páginas que assim como eu, procuramos enriquecer o conteúdo literário deste Projeto Cultural, Feira Literária 80 Anos, elaborado por Denise Barros, do www.celeirodeescritores.org, onde ela resgata para os dias atuais, a Memória Histórico Cultural de Herculano Vieira, nascido em 10.01.1891 na cidade de Campinas/SP, filho de Manoel Gomes Vieira e de D. Olympia Fortunata Carlota Vieira, e teve um único filho, Herculano Vieira Filho. Jornalista e escritor fez parte do corpo de redatores do "Correio Paulistano". Em 1927 fundo e dirigiu a "Empresa de Divulgação Literária - EDL", editando por cinco anos a "Feira Literária" - uma coletânea mensal que reuniu escritores de vários estados brasileiros.
Publicou "Lyra Cigana" (versos), "Seja o que Deus quiser..." (contos) , "O Crime do Morro velho" (contos) e "Rimas...rimas" (versos). Com a poesia "Cruzeiro do Sul" obteve o Prêmio Literário "Cruzeiro do Sul" em 1912.
Em 1938 publicou "Velhas Luas", versos, pela Cultura Moderna Sociedade Editora Ltda. Faleceu em 07.11.1943 na Cidade de São Paulo - Brasil.

Homenagem, in memoriam, a Herculano Vieira - Tio Nhonhô -

( Creio que eu, Odenir Ferro, ser desnecessário o quanto estou emocionado ao transcrever parte do todo desta beleza humana, poética, cultural e histórica)


"Feira Literária - 80 Anos" restabelece o caminho de seu idealizador Herculano Vieira, reunindo vinte e seis valores intelectuais ( dentre eles, eu, Odenir Ferro, com muita honra e "chique no úrtimo" claro!) deste nosso imenso Brasil.
Organizada com carinho em prol de nossas letras é realmente uma feira de talentos, a qual, além de proporcionar uma agradável leitura, registra o atual momento - o movimento contemporâneo da Literatura Nacional.

( Prefácio feito por Denise Barros - Celeiro de Escritores )

Bem, pra finalizar, quanto a minha crônica Pleno Estado do Sublime Amor, tenho muito a dizer, mas prefiro não dizer nada. Prefiro que a leiam, aliás, o meu muito obrigado a todos. No mês de março passado, foram mais de 300 vizitas e dentre elas, incluindo mais de 50 cidades do Brasil todo, fiquei muito feliz por ver que meu Blogger Caminho Pelas Estrelas teve 65 acessos em Portugal, através de várias cidades de lá, como Lisboa, Fátima, e outras. Na Espanha, Franca, Finlândia, Estados Unidos, e neste mes alguns Países da África, também começaram a acessar o meu Blogger. O meu muitíssimo obrigado a todos. Deus os abençoe! Odenir Ferro

(Sic!) Quanto a crônica, como estava dizendo ela já foi postada no meu Blogger, bem no íncio dele, no ano passado, mas estarei postando-a novamente hoje mudando as cores da letra. Obrigado mais uma vez,

http://www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com