Caminho pelas Estrelas Follow by Email

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

MEUS CRÉDITOS PARA UM FELIZ 2009!

FELIZ E PRÓSPERO ANO-NOVO EM 2009!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!!

MEUS SINCEROS VOTOS DE UM FELIZ E PSPERO 2009!!

MEUS SINCE ROS VOTOS DE UM FELIZ E PRÓSPERO 2009!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Meus Poemas do Site http://biblioteca.claretianas.br

Olá, novamente estou aqui!
Somente para publicar o endereço do site da Biblioteca Claretianas, que é http://biblioteca.claretianas.br
É neste endereço onde tenho poemas publicados, que são publicados exclusivamente e somente neste site.
Como estamos no finalzinho de Dezembro de 2008, então neste mes de Dezembro de 2008, foram publicados poemas e letras de músicas de minha autoria, somente versando sobre Deus, Jesus, Amor, Anjos, Fé, Prosperidade, Alegria, Felicidade, Sorte, Saúde, Fortuna, Fartura, Bem-Aventurança e acima de tudo muitas Realizações e muita Paz!
É tudo o que desejo pra mim e também a todos!
Gde. Abraço, excelente final de 2008
E Grande e Magnífico Início de 2009
À Todos Nós! Odenir Ferro

The Adoration of the Magi (1487) / Domenico Ghirlandaio (1449-1494)

sábado, 27 de dezembro de 2008

ANO NOVO: ROMÂNTICOS PROJETOS EXISTENCIAIS

ANO NOVO: ROMÂNTICOS PROJETOS EXISTENCIAIS

Autor: Odenir Ferro

Os dias que se avançam entre pós dia em que comemoramos o Dia do Natal até a chegada do dia último do ano velho, para que então festejemos a celebração do primeiro dia do Ano Novo que se inicia, são sempre feitos de certa festejada preguiça sem pressa.

Muito embora ansiosa pelas renovadas esperanças cheias de expectativas compulsivas de muitos sonhos festejados entre muitos outros sonhos mais que ainda estão para que sejam comemorados.

Tudo vai indo circundando em torno e a volta e nós, enquanto por dentro, vamos tecendo nossos novos planos.

Avaliando as conquistas, tentando entender o que aconteceu para que nos frustrássemos em determinados momentos...

E brindando, celebrando a virtude concretizada dos bons momentos!

Enfim, é tempo de espera, estes dias.

Uma transição rápida entre um ano velho e outro ano novo, enquanto avaliamos nossas bem-aventuranças vividas, comparadas com as nossas decepções sentidas.

Vamos assim, nos avaliando numa pequena autocrítica sem muitas censuras. Movimentando-nos rumo ao novo ano que já começa a despontar os seus luminosos raios que aos poucos vão formando uma aura dourada pela sua luz.

Bem logo ali!

Num futuro não muito distante de nós.

Enquanto presente dentro de nós, ao irmos avançando pela vida, vai vivendo a realidade da partida de mais um ano que se finda.

Penso, dentro deste comparativo entre o novo e o velho, embora estejamos nos posicionando numa metáfora comparativa puramente abstrativa, muito embora plenamente assimilada no nosso inconsciente coletivo, que esta realidade fluida e fluente na nossa nova aceitação para darmos crédito aos espaços do ano novo que se inicia, como sendo uma mera transição entre mais um ano velho partindo ao ceder o seu lugar ao ano novo que chega e nos aconchega de supremas expectativas criadas dentro dos nossos anseios. Apenas por vivermos e realizarmos os nossos muitos desejos projetados, parcialmente realizados e muitos ainda inacabados. Esta é a gama da força que nos impulsiona na continuidade da busca do nosso bem-querer viver!

Quanta realidade e destreza há, dentro duma atitude para conosco mesmos: ao olharmos e nos abstrairmos e nos aventurarmos na cadência abstrativa desta figurativa realidade presente nas vivências de nós todos.

Então paro para comparar as nossas atitudes reais para com o abstrativo figurado, muito embora concreto, que atua entre um ano velho partindo com um novo ano chegando.

E se instalando dentro da realidade de todos nós, ao fincar o seu espaço de ano novo de novo, dentro do espaço do ano velho, já antigo e começando a ficar alheias em relação às nossas novas realidades recriadas por todos nós, a partir de dentro do nosso inconsciente coletivo.

Nós, quanto seres humanos que somos, somos também assim, penso eu. Iguais aos anos que se vem e que se vão... Como se fôssemos ondas de um imenso oceano que, muito embora navegante por todos nós, pouco inexplorado pela maioria de nós todos!

Vivemos trocando de lugar, buscando e rebuscando uma nova postura, um novo acerto, uma nova aceitação ou uma brusca recusa.

Um encontro, um encanto, uma afirmativa, um amoroso estado lírico hipnótico de se ser e se vivenciar dentro do nosso ininterrupto canto, expressivo canto, tudo o que sai, que se esvai da altíssima e afinadíssima sonoridade espiritual da nossa alma vibracional que se compõe ininterruptamente dentro do nosso pleno estado de bem-querer viver, amando!

Envelhecemos e morremos no ato contínuo do viver, enquanto nos remoçamos e ressuscitamos num vigor pleno, toda a nossa alavancada existência dentro do fio invisível que é esta magnética e compassada linha contínua que escreve em páginas imaginárias, embora reais, toda a gama da nossa história onde vamos criando e recriando sempre atuantes, amantes, militantes, as nossas mais abstrativas e sonhadoras realidades impulsionadas pelos fios invisíveis que cremos que existam com a absoluta força da certeza depositada nesta Fé quase ingênua e pura.

Aonde nela, nós vamos nos amparando sem muito querer ou até mesmo sem não querermos, examiná-la à fundo, dentro do intuitivo eu arraigado na profundidade das nossas emoções!

Numa procura inútil e desnecessária de querermos saber, mesmo que seja na realidade fatídica, se a fé no tudo que cremos e trazemos no histórico amoroso da nossa alma espiritual é construída nas ações lúcidas ou puramente sonhadoras, dentro dos nossos muitos anos de existência em que vamos validando-a adentro do nosso contexto vivenciado dentro da nossa história. Fazendo com que ela seja real ou não!

Não importa questionarmos as nossas crenças.

O importante é cultivarmos as nossas crenças com absoluta e intraduzível certeza plena de fé ao crermos de corpo e alma, em algo ou em alguma realidade suposta que seja alheia ao nosso universo pessoal e que seja de uma estremada força suficiente capaz de avançar-nos a partir das nossas próprias raízes, fazendo com que possamos adentrar num imaginário desconhecido e avançarmos com a nossa realidade exuberante, transbordante de vida plena, tal qual igual fazemos ao trocarmos nossos espaços vividos dentro da ternura já antiga de um feliz ano velho, para as sensações novas de aguçadas expectativas cheias de muitas doçuras envolventes de amorosas e carismáticas esperanças ao nos deixarmos fluir em tranqüilidade tão plena de românticos projetos existenciais, para uma certeza de mais um novo e enigmático e incógnito ano!

Embora muito presente, envolvente e real novo ano que se aproxima, se inicia...

Rompendo as muitas barreiras que cercam os mistérios que se circundam em torno da nossa vibracional e inspirativa realidade onde a atuamos presentes nas dimensões da vida vibrante pelo nosso estremado viver!

Feliz Ano Novo! Salve 2009!

Odenir Ferro

domingo, 21 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL! PRÓSPERO ANO NOVO!

ENTÃO, AQUI VAI O MEU SINCERO DESEJO:

UM FELIZ NATAL E UM FELIZ E PRÓSPERO ANO-NOVO!
Froehliche Weihnachten und ein Gutes Neves Jahar!

Sung Tan Chuk Há !
Happy Christmas and Happy New Year !
Natale Felice e Nuovo Anno Felice
Kurisumasu Omedeto Kinga Shinnen
Noël Heureux et Nouvelle Année Heureuse !

¡Feliz Navidad y Feliz Año Nuevo!

UM FELIZ NATAL E UM FELIZ E PRÓSPERO ANO-NOVO!

Froehliche Weihnachten und ein Gutes Neves Jahar!

Sung Tan Chuk Há !

Happy Christmas and Happy New Year !

Natale Felice e Nuovo Anno Felice

Kurisumasu Omedeto Kinga Shinnen

Noël Heureux et Nouvelle Année Heureuse !

¡Feliz Navidad y Feliz Año Nuevo!

ODENIR FERRO odenir ferro

Giovan Battista Tiepolo (1696-1770) Hagar in the Desert (Art and the Bible)

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO-NOVO!

ENTÃO, AQUI VAI O MEU SINCERO DESEJO:

UM FELIZ NATAL E UM FELIZ E PRÓSPERO ANO-NOVO!
Froehliche Weihnachten und ein Gutes Neves Jahar!

Sung Tan Chuk Há !
Happy Christmas and Happy New Year !
Natale Felice e Nuovo Anno Felice
Kurisumasu Omedeto Kinga Shinnen
Noël Heureux et Nouvelle Année Heureuse !

¡Feliz Navidad y Feliz Año Nuevo!

UM FELIZ NATAL E UM FELIZ E PRÓSPERO ANO-NOVO!

Froehliche Weihnachten und ein Gutes Neves Jahar!

Sung Tan Chuk Há !

Happy Christmas and Happy New Year !

Natale Felice e Nuovo Anno Felice

Kurisumasu Omedeto Kinga Shinnen

Noël Heureux et Nouvelle Année Heureuse !

¡Feliz Navidad y Feliz Año Nuevo!

ODENIR FERRO odenir ferro

WWW.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

EU AMO A CIDADE DE SÃO PAULO!

E então eu vou escrendo as páginas da minha vida, criando os meus improvisos dentro das nuances dos meus afetivos sonhos que vão criando asas e voando, voando, voando...
Enquanto eu vou amando, amando, vibrando todas as nervuras das estruturas do meu ser. Meu melódico ser que busca amar tudo ao mesmo tempo, enquanto eu vou enriquecendo o meu viver com as vibrações vindas da minha realidade tão sonhadoramente feliz!
Eu busco encontrar-me com todas estas nuances dos meus desejos, onde os meus desejos perfazem os meu ciclos sempre tão cheios de desejos!
Onde eu vou versajando a vida, amando os meus momentos, criando a minha realidade afetiva que vai empolgando as belezas enriquecidas que se extráem dos abstratos organizados da minha felicidade!
Transcrever assim, de improviso, de imediato, extraindo as minhas emoções diretamente para o resultado final da telinha do computador, não é difícil para que eu possa conseguir. Mas eu adoro, amo mesmo de pura paixão, administrar as minhas palavras pois eu tenho todo um excessivo cuidado não comigo, mas com quem futuramente vai estar lendo todo o conjunto dos meus escritos.
Eu estou querendo simplificar, mas creio eu, que talvez eu esteja complicando um pouco... Ou será muito!
Mas na realidade o que eu estou querendo dizer que eu estou a cada dia mais me amando e desta forma, estou podendo amar muito mais a vida em todas as suas vibrações de puro teor de igualdade! Eu estou amando estar aqui, na cidade de São Paulo! Eu adoro esta cidade linda!
Dizer isto, assim, declaradamente pode até parecer intrigante pra uns embora profundamente envolvente e emocionante para outras pessoas muitas. Que assim como eu, acreditam no potencial de suprema, supimpa, deliciosa, praserosa felicidade que a cidade de São Paulo pode produzir, transcender em realidade Artisticamente Sonhadora induzindo-nos a realizar os nossos objetivos sempre tão plenos, replenos porque não dizer até, de sonhos!
Sonhos que saem do âmago abstrativo das nossas sensações, das nossas mais profundas e enraizadas emoções, para criarmos na existência, a realidade de um parâmentro autêntico da vibração desta energia fabulosa que é estes nossos estados afetivos de pura felicidade participante, atuante, presente com o cotidiano do nosso sublime universo pessoal assim como também com o conteúdo do Amoroso potencial Universal existente na Maestria Regente do nosso Poderoso Deus!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

www.claretianas.br / http://biblioteca.claretianas.br

www.claretianas.br www.claretianas.br www.claretianas.br

http://biblioteca.claretianas.br
http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br http://biblioteca.claretianas.br

Mensagem de Natal/Site Amiga Yasmin/RS!


Olá,

Odenir Ferro (odenir.ferro@yahoo.com.br) lhe recomendou este Site : http://www.yasminrs.com/pps/071-Esse-ano-eu-vou-mudar.html

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

VIII PRÊMIO TALENTO CULTURA NACIONAL

VIII PRÊMIO TALENTO CULTURA NACIONAL

Data do Evento: 15 de Dezembro de 2008, segunda-feira, a partir das 19h00 até às 22h00

Local do Evento: TEATRO JUCA CHAVES

Endereço do Evento: Rua João Cachoeira, nº 899 Itaim Bibi São Paulo (SP)
fone (11) 3073-0044
www.espacoculturaljucachaves.com.br
www.odenirferrocaminhopelasestrelas.blogspot.com

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Mensagem Poética: MEU TEMPO / Autor: Odenir Ferro

Mensagem Poética: MEU TEMPO

Autor: Odenir Ferro

Eu gosto de falar do meu tempo, quando, querendo transcorrer nos incontáveis sentimentos que se alojam nos meus versos, vou vivendo esta presteza de tudo o que se propõe na grandeza da lírica do sentir o pulsar firme da vida coerente ao filme do meu tempo.

A percorrer ativo dentro do atino silencioso do meu ávido a avulto esplêndido ato de ser um ser presente aos momentos importantes do meu tempo.

O meu tempo é um fluído sentido fazendo do meu ser, um passageiro de mim mesmo!

Aonde a minh’alma abraça os anseios sublimes do meu corpo enlaçando-se neste caminho existencial que passa por nós, entrelaçando todos os componentes desta vida dinâmica que vai rumando no tempo repassando os momentos fluentes das correntes formadas por muitos elos de emoções que vão se agrupando dentro das sensações estáticas que compõem o nosso refletir.

A vida é um profundo desempenho cheio de nuances que vão abraçando as causas e as razões emocionais do puro estágio do amor, onde as dimensões das belezas são as regras por onde se figuram as certezas e as incertezas que se compreendem entre a lógica do puro sentir, motivadas pelas regras do exato existir!

Este é o parâmetro abstrativo, embora muito real, que se figura nas dimensões do meu tempo!

Um tempo perfeito onde o meu mundo caminha mudo absorvendo num aprofundado silêncio, as agudas reflexões das inflexões deste meu tempo! Onde tudo parece ter uma alquimia cabalística sem fim...

Onde tudo se entrelaça e se completa e se desprende de mim, ao surpreender-me com as aderências que se prendem nesta minha caminhada onde os meus olhos espirituais procuram discernir dentro do meu eu emocional intuitivo, os parâmetros que se entrelaçam entre tudo o que é o certo e tudo o que é o errado dentro do meu conceito formado entre o que é incerto e o que é exato.

Quando procuro encontrar uma certeza plausível para o que é lógico, exato, real e não insano.

O meu tempo é um grandioso e importante Templo que me auxilia a compor o meu eu por inteiro. Procurando corrigir meus desajustes continuamente, enquanto vou avançando pelo meu existir, numa caminhada em que vou vivendo acertando com os meus acertos, numa procura ininterrupta do que próximo deveria ser tudo aquilo que nunca se basta ou se preenche por somente ser quando buscamos nos deparar com as magnânimas forças de tudo o que é Perfeição!

A bondade, a misericórdia e a compaixão é um mero sopro de Perfeição!

Pois dentro da trajetória silenciosa do tempo, estes sentimentos são emoções transcendentes da pureza inspirativa do profundo Amor!

O exuberante viço das flores compõe a essência da beleza cativa que vai motivando o meu intuir a pensar no esplendor da minha existência por compreender as razões e as causas deste meu tempo que vou percorrendo-o ao ir avante amando e recriando as páginas da minha vida com os meus versos compostos numa cadência apaixonada aonde as minhas palavras vão registrando os meus apaixonantes sonhos que vão vibrando e movendo-se na roda da minha razão existencial.

Tudo isto vai acontecendo nas mais inumeráveis maneiras ininterruptas das minhas impressões e expressões interpretativas da vida, quando eu vou avançando no meu tempo, sempre e a cada vez mais, um pouco a mais, dentro do meu compreensivo e compenetrado e compulsivo sentir as auroras e os ocasos dos dias juntamente com os prelúdios e os plenilúnios existentes dentro das dinâmicas razões emocionais e espirituais que atuam constantes dentro do meu existir.

Sempre querendo despertar-me para uma realidade mais cativante, mais envolvente, muito mais abrangente, dentro desta lógica que se compreende entre o meu todo e o profundo da totalidade do meu tempo interagindo com a realidade espacial do Universo!

Universo que nos envolve a tudo e a todos, dentro deste complexo mundo subjetivo que engloba uma importante faceta da realidade virtual dos nossos sentimentos, espelhando as máximas posturas de nós mesmos, perante o nosso puro existir!