Caminho pelas Estrelas Follow by Email

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Discursso: Prévio da apresentação do Poema Sons!

Discursso: Prévio que fiz, ao introduzir-me na apresentação do Poema Sons!
Autor: Odenir Ferro

Introdução:

- Boa Noite! Eu, sempre quando venho aqui, neste Palco, vou procurando expressar-me no improviso. Mas, neste ano, eu escrevi algo pra falar, antes de interpretar o Poema Sons. Quero agradecer, aliás, eu não me canso de agradecer à Shan Editores, ao Sr. Mario Scherer, e em especial à Ordem da Confraria dos Poetas.
Sem falar, é claro, de todas as pessoas que aqui, presentes estão. E também àquelas que por alguma razão ou outra, não puderam aqui, comparecer.
Neste ano, sinto que estou feliz, por eu estar vivenciando mais esta oportunidade onde vou compondo verso a verso, a minha Bibliografia, dentro da minha História de Vida.
Obrigado!

Discursso:

Creio que nós todos, quanto Poetas que somos, desejamos, ardentes, dentro da viva chama do Amor em nós, buscarmos a sintonia perfeita com a harmonia do Éter existente no Universo. Afinando a qualidade da nossa fala junto ao Verbo, que através dos nossos escritos, até a nós vem, trazendo a força vocativa através da Luz regente por Deus. Formando um elo entre nós e essa corrente emanada pelo Éter Celestial!

Somos assim, como também são os músicos e cantores que buscam afinarem a voz e os instrumentos com as belezas sonoras, plásticas, estéticas, ou etéreas. Extraídas dos sons, que agrupados, vão formando as notas musicais.

Assim somos, tão iguais a todos os seres humanos, que ao olharem para Às Estrelas que nos olham, lá do Céu, buscamos aquecer os corações de emoções, através do singelo brilho da luz que delas, a nós vem. Motivando-nos no amor, procurarmos aquele ir de encontro buscar alguma outra parte de nós.

Nós, quanto Poetas, ditamos as vozes das belezas da alma da vida; enquanto os músicos, enlevam-se em talentosos acordes, numa Sinfonia melódica. Espalhando a vibração dos sons das músicas e cantos, pelos ares.

E assim, nós todos, quanto humanos que somos, buscamos extrair as belezas do potencial Divino que temos dentro de cada um de nós querendo ir de encontro ao Amor Maior e da plenitude da Vida que Deus, generosamente nos deu!
Odenir Ferro,
São Paulo, SESC Vila Mariana, 01 de Dezembro de 2007 após, 19:00hs.