Caminho pelas Estrelas Follow by Email

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

CRÔNICA: CAMINHO PELAS ESTRELAS

Cronica: CAMINHO PELAS ESTRELAS
Autoria: Odenir Ferro

Eu creio, e cada vez mais vou procurando conscientizar-me disso, não ser difícil ou complicado, gerar amor e abastecer nosso mundo interior desse tão sutil e subjetivo sentimento que gera toda uma grande diferença, dentro do nosso sublime e afetuoso estado de ser: - Gerar amor dentro das profundezas de nossa alma é amar e amar-se!
Gosto de criar, personalizar, elaborar, dando um toque todo meu, todo pessoal no que crio, dentro do que creio. Isso dizendo não no sentido de elaborar textos, frases, construir poemas quando uma inspiração vem como um vento forte que ás vezes nem mesmo eu sei de onde vem, e vai me vibrando por dentro, impulsionando a escrever, a gerar, criar, amar, enfim, mas sim, naquilo onde eu me somo, me construo aos poucos, dentro das formas mais simples, naquele jeito gostoso, praseiroso, com o contato da natureza real, objetiva, direta e prática, que nos rodeia no cotidiano dos dias.
Quando não tenho compromisso com os meus trabalhos, gosto de criar meu laser de forma que dinamize o meu dia com outros tipos de trabalho, como por exemplo, criar uma saborosa salada de frutas.
Tudo isso eu faço com profundidade de Amor, além de zelo e carinho, pois não faço só pra mim, mas sim pra mim e também e principalmente para as pessoas que amo.
Faço primeiramente um giro no supermercado olhando tudo a minha volta, escolho os morangos, as maçãs, as bananas, ( o mamão tem no quintal de casa ) peras, uvas, creme de leite.
Na poncheira de cristal, ponho cravos e canela com açúcar cristal. Depois as fatias das frutas picadas com tranquilidade, na tábua de madeira. Fruta por fruta, pedaço por pedaço, vou colocando na poncheira. Depois, derramo o creme de leite com um pouco de leite comum e mexo bem, no sentido horário, com uma colher também de pau. E pronto! Cubro com papel alumínio e ponho na geladeira!
Isso me dá muita paixão, inspiração, e até prazer!
Enquanto faço tudo isso, lúcido, consciente com tudo a minha volta, o meu coração dispara e viaja pra muito além de mim, imaginando muito, sentindo muito. Eu me encontro, eu até me distancio de mim, enquanto me pego tocando nas frutas, enquanto mesmo ali, presente, fico concentrado no que desejo fazer com o máximo de riquezas de detalhes, gerando uma perfeição possível de se gerar, nos cortes feito com simetria, na polpa das frutas.
Então assim, aparentemente abstraído, eu me pego e eu me perco pensando em muitas e muitas outras coisas. Muitas vezes eu formulo meus pensamentos por associação de idéias e quando eu estou assim, nesse estado de concentração e inspiração, num momento tão mágico e tão somente meu, eu procuro ir me aprofundando e me abstraindo, embora ciente de tudo a minha volta, criando um crivo cheio de filtros, rebuscando os valores tão belos da essencia da vida, que ficaram guardados dentro de minha memória emotiva, dentro das mais profundas raízes da minh'alma. Para então, criar um sentido energético amoroso gerador de acordes sublimes, dentro desse tão afável estado onírico de vigoroso toque poético muito inspiracional.
Muitas vezes, eu me inspiro nas grandezas de tudo o que é Divino e Sagrado!
Tudo o que se concentra naquele profundo algo á mais, que atua por detrás das cortinas do palco da vida, e que gerou e ainda gera profundas raízes cognitivas nas nossas emoções e crenças geradoras dos nossos animos, da nossa fé, nos nossos profundos valores humanos. Assim, então, vou a cada vez mais me aprofundando dentro de todos os valorosos aspéctos que a minha consciencia vai me mostrando, e vou assim entrando em uníssono com a essencia primordial da vida.
Enquanto me concentro nas frutas, vou saboreando as belezas naturais, ricas de minuciosos detalhes que elas me transmitem através dos meus dedos, dos meus olhos degustativos, do meu nariz presenciando os cheiros delas misturando-se uns aos outros... Enfim, vou sentindo suas diversificadas formas, observando a luminosidade rica das suas cores tão cheias de minúsculos detalhes, pensando e sentindo e absorvendo o sabor que elas transmitem aos meus lábios, a minha boca, além, é claro, como já disse, do cheiro aromático espalhado no ar, que delas se desprende misturando seus perfumes suaves e cada qual, tão característicos.
Fico alí, concentrado na exuberancia das suas formas, que vou decompondo-as com o corte afiado da lamina da faca. Vou misturando suas polpas desnudas das suas cascas tão ricas em detalhes cheios de perfeição!
Tudo isso pra mim é um supremo toque, que me faz pensar e inspirar-me em tudo o que é Belo!
Tudo isso também faz parte dentro do macro que é a imensidão natural do Planeta Terra! Os detalhes mais ínfimos das nossas atitudes são, talvez os contribuintes mais importantes para a geração harmonica de todo o equilíbrio natural do ecossistema do Planeta! Tudo pra mim, é importante quando sinto o meu coração se transbordando numa aura magnética de sublime e amorosa sensação de paz e em perfeito equilíbrio e harmonia com a imensidão do Planeta! Girando soberano no tempo, atravessando os quase insondáveis e incógnitos Caminhos Pelas Estrelas!...
Os caminhos infinitos que vão se despontando a cada segundo da metafísica quantica do tempo, desvendando e desbravando os desafios impostos pela Aura Magnética da imensurável trajetória que o Planeta Terra faz, dentro desse magestoso equidistante Universo!